A densidade populacional e as áreas metropolitanas.

domingo, 25 de dezembro de 2016 · Temas: ,

A densidade populacional é um indicador básico de análise geográfica e trata da divisão do número de habitantes por unidade de superfície. Contudo, este indicador, como qualquer outro, apresenta algumas dificuldades de aproximação à realidade.

Densidade Populacional Mundial

Daí o nosso tremendo destaque a este mapa interativo sobre a densidade populacional mundial, produzido pela Comissão Europeia e baseado em dados censitários recentes. É talvez o melhor que já nos surgiu sobre este indicador, permitindo leituras fidedignas da distribuição da população a diferentes escalas e ou desagregações geográficas: países, regiões ou até áreas metropolitanas.

Contudo, neste último tocante, o mapa enferma de algumas dificuldades no entendimento daquilo que é uma área metropolitana.  De facto, se a delimitação fronteiriça entre países facilita ao rácio dos habitantes por unidade de superfície de cada país, no caso das cidades, “seres mutantes” e, por norma, de crescimento variável, a tarefa requer um entendimento maior de cada caso, pois as cidades não tem fronteiras e o seu tamanho não corresponde necessariamente ao seu número de habitantes.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Brincar com as paisagens.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016 · Temas: ,

Trazemos hoje mais uma ideia da Google que nos permite recriar a paisagem, simplesmente desenhando uma linha no ecrã do computador, ou no telemóvel, usando o browser Chrome. O Land Lines é assim mais uma ferramenta, esta geográfica, do imenso reportório do do Chrome Experiment.

Land Lines

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Abraços felizes!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016 · Temas: ,

Quando fotografamos estes abraços, tínhamos a ideia de os pousar por aqui, muito levemente, e deixá-los falar por si. Mas não conseguimos, não resistimos. E não conseguimos porque é Natal, e o Natal é, acima de tudo, uma celebração do abraço, aquele que aperta muito e tira a respiração.

AbraçosFelizes-042

São assim presentes, estes abraços, que presenteiam quem deles participa ou, simplesmente, os observa e neles vê muito mais do que um gesto. Feliz Natal!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Por entre a decoração de natal.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016 · Temas: , ,

Quando partimos para esta iniciativa do CEF Alerta, sabíamos bem o que pretendíamos: criar o contraste suficiente para que a mensagem criasse presença por entre as decorações natalícias da escola.

Não deixes para trás

O feito realizou-se, e está patente até à próxima sexta-feira, simplesmente à custa do lixo que recolhemos em apenas uma hora, nos jardins da ESL. E acreditem, não há aqui nenhuma espécie de mau gosto, há sim uma atitude de cidadania.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sobre patins de gelo.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016 · Temas: ,

É já tradição fazer patinagem, mais ou menos artística, nas edições natalícias dos Sábados Diferentes. Este ano, a equipa que nos acompanhou parecia dominar a “coisa” e só a custo experimentou a gélida temperatura do chão da pista… Bahhh! Uns verdadeiros “desmancha-prazeres”! O verdadeiro artista tem de ser multifacetado. Tanto faz um mortal invertido com uma pirueta pelo meio, como se espatifa, de chapa, e em plena confusão, em pleno chão da pista. Isso sim, agora acrobacias; bahhh!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Não deixamos para trás!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016 · Temas: ,

Se és daqueles que se “marimba” para o ambiente e te é indiferente deixar lixo aqui e acolá, então o nosso obrigado! Foi por tua causa que passamos uma tarde de inverno a catar o lixo que durante anos largaste, sem pensar, um pouco por todo o lado, e que agora se esconde por entre arbustos e folhas dos jardins da ESL.

Não deixes para trás

Obrigado, mais uma vez! Afinal, proporcionaste-nos o motivo! Com o lixo, vamos fazer uma exposição em jeito de homenagem ao teu imenso bom gosto, aquele que decora o relvado verde com plásticos garridos e cintilantes, cápsulas azuis ou pastilhas elásticas das mais diversas cores. Obrigado!

Não percas assim a nossa exposição. Tudo o que o que deixaste para trás, e nós recolhemos, vais estar durante uma semana à tua vista, mesmo junto às mesas onde almoças e conversas. Afinal, queremos bom gosto por todo o lado…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Os manequins do último Sábado Diferente.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016 · Temas: ,

E até porque no nosso lema se inclui a sensibilidade, com mais ou menos alinhamento nos movimentos virais, lá entramos na moda e filmamos uns certos manequins no último Sábado Diferente, às portas da Casa do Roseiral, no Palácio. As conclusões ficam por vossas conta; nós fizemos o vídeo.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Depois não digam que não avisamos.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 · Temas: ,

Estamos a escrever este artigo a 5 de dezembro de 2016, um dia de fim de outono, que numa situação normal teria surgido gélido, a par dos dias antecedentes, de acordo com os pergaminhos da corrente estação do ano; se é que ainda existem. 

Situação atmosférica na Europa dezembro 2016

Contudo, o que se pode observar na previsão para as 0h de dia 6 de dezembro (via meteoearth), é uma situação sinótica atípica, que se desenrola desde domingo passado e manter-se-á mais uns dias. Trata-se de uma corrente de sudeste, provinda do Norte de África, via Mediterrâneo, que cruza a Península na diagonal, e atinge o Atlântico, devolvendo-nos, ainda assim, temperaturas relativamente elevadas e um escudo às chuvas de frontais que atingem os Açores.

É um cenário que, em dezembro, é anómalo. Não temos pudor em o afirmar. É normal verificar-se vento nordeste / massa de ar polar continental, seca e gélida, provinda de latitudes mais elevadas. Mas vento vindo de África, no inverno, e com temperaturas na ordem dos 20ºC, é caso para estranheza e preocupação.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Atividade CEF Alerta: “não deixes para trás…”.

domingo, 4 de dezembro de 2016 · Temas: ,

Mesmo pertinho do final do período, eis que surge a primeira das muitas ações da atividade CEF Alerta, que ao longo deste ano letivo, e próximo, serão perpetradas pelos alunos do Curso CEF da ESL. São, na verdade, chamadas de atenção e exemplos cívicos que abordam os mais variados temas.

Este primeiro, por exemplo, foca a flagrante atitude muito pouco cívica de “deixar lixo para trás”, e o problema ambiental que essa atitude estúpida acarreta.não deixes para trás

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Os “timelapses” do Google Earth Engine.

· Temas: ,

Descobrimos mais uma apaixonante ferramenta geográfica da Google, proporcionada através do projeto Google Earth Engine: timelapses de satélite. Esta novidade, mostra-nos fotografias obtidas através daquele modo, entre 1984 e 2016, que permitem análises geográficas riquíssimas.

A ferramenta está disponível online e cobre todo o planeta. Contudo, a definição da fotografia de satélite não se apresenta com a mesma qualidade em qualquer lugar, muito à semelhança do que ainda hoje acontece no Google Earth.

AMP 1984

AMP 2016

Para experimentar, apontamos à zona mais central da Área Metropolitana do Porto e as diferenças que constatamos entre as duas imagens, separadas por 32 anos, daria para escrever um artigo de páginas profundamente analíticas. Assim, fugindo à tentação, destacamos apenas alguns pormenores incontornáveis.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Dádivas.

O Sábado Diferente de natal foi enorme, complexo e, como sempre, enriquecedor. Aliás, este último adjetivo, é talvez o maior dos motivos destas iniciativas que já se desenvolvem há mais de 10 anos, sempre com alunos, às vezes com professores.

SBdar_sem_receber-117

Na verdade, independentemente do local, do meio de transporte, ou do motivo que as várias gerações de alunos, que por nós já passaram, tenham vivido nestes Sábados, há certamente um denominador comum: o improviso que não obsta, e até flexibiliza; numa palavra, cria autonomia. Neste sentido, trata-se de uma fórmula impossível de aplicar numa “normal” visita de estudo, pelo que, enquanto houver vagar e tempo, fá-lo-emos nestes moldes.

Sobre este último, o improviso, calculado, foi determinante para o seu sucesso. A cidade, no dia de inauguração das iluminações de Natal, estava repleta de gente; de tal modo, que em certas ruas era difícil transitar. Valeu-nos o metro, também ele apinhado, que nos transportou da pista de gelo da Boavista à Baixa, onde assistimos, já no fim da jornada, ao belíssimo início do Natal na Cidade.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A Bruna e as constipações.

domingo, 27 de novembro de 2016 · Temas: ,

Todos os anos, por esta altura, quando o frio nos faz fechar janelas e permanecer dentro de espaços mais aconchegados, e às vezes pouco arejados, os famosos vírus da constipação e da gripe, atacam as Brunas deste país, e não só, pondo-as a espirrar, tossir, ou até pior… Todos nós conhecemos os sintomas, afinal, quem já não andou de nariz entupido ou caiu na cama com febre, num quadro de mal-estar geral?

Bruna e a Constipação!

Ora, mas se todos nós reconhecemos os sintomas, já o mesmo não se pode dizer das causas. De facto, prevalece o mito de que a constipação e a gripe se contraem por apanhar frio! Ridículo! Se assim fosse, as equipas de futebol que jogassem durante o frio do inverno e ou à chuva, ficariam inoperacionais durante o resto da semana… Imaginem só!

Portanto, vamos lá ver se nos entendemos de uma vez por todas: a constipação e a gripe são vírus que se contraem mais frequentemente no tempo frio e chuvoso, dado nesta altura climatérica nos confinarmos a espaços mais pequenos e pouco arejados.  

Por isso, é muito importante seguir os conselhos da Direção Geral de Saúde:

  • Reduza, na medida do possível, o contacto com outras pessoas;
  • Lave frequentemente as mãos com água e sabão. Caso não seja possível, utilize toalhetes;
  • Use lenços de papel de utilização única (deite nos sanitários ou no lixo comum);
  • Ao espirrar ou tossir proteja a boca com um lenço de papel ou com o antebraço; não utilize as mãos.
    Fonte: DGS.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sábado Diferente: «dar sem receber».

segunda-feira, 21 de novembro de 2016 · Temas:

Eis a proposta, muito aguardada, do primeiro Sábado Diferente da temporada, que surge, talvez, um pouco tardiamente, mas ainda assim numa quadra excelente para começar o primeiro de muitos; esperamos! De facto, por esta altura, e no passado ano letivo, já havíamos realizado um Sábado Diferente, bem outonal, e próximo das imediações da ESL.

Sábdo Diferente de Natal Gatalício 2013

Neste, que agora se propõe para os próximos dias 1 e 8 de dezembro (em função do número de inscrições) o destino é já um clássico: o Porto, a sua Baixa e o frenesim natalício. Contudo, e sem fugir ao que já fizemos no passado, que adiante de descreverá, vamos nesta edição procurar fazer na cidade grande, aquilo que no fundo o Natal representa, ou devia representar:  dar sem receber.

O que é que isto significa na prática? Simples, vamos procurar ter uma palavra amiga, aqui e acolá, um pouco por toda a Baixa, a quem o Natal não é mais do que uma época de frio e gente frenética, atafulhada de objetos supérfluos. Afinal, a palavra, ou apenas a presença, são verdadeiros motivos de transmissão de calor e alegria.

SBLojas&Comércio-062

«[...] o mundo atual perdeu o sentido da verdadeira alegria, e vai-se afastando dela. Procura-a por caminhos frenéticos de excitação, na busca de prazeres, de interesses, de fruição dos bens materiais, tudo isto em ritmos alucinantes, que provocam a solidão e, quase sempre, a tristeza».

- Homilia do Cardeal - Patriarca de Lisboa (D. José Policarpo) na Missa da Noite de Natal de 2009.

Ora, não obstante, e por conhecermos a “fauna” que nos consome juízo várias vezes durante a semana, não deixaremos de realizar uma série de rituais natalícios, que o centro do Porto, decorado e iluminado a preceito, apela a fazer. Assim, pretende-se, não necessariamente por esta ordem:

  • almoçar num “tasco” típico, económico, com refeições na ordem dos 4 a 5 euros, ou mesmo levar farnel e almoçar num local adequado para o efeito;
  • fazer um périplo pelas lojas comerciais que concorrem para a melhor montra de natal, numa iniciativa da CMP;
  • percorrer as múltiplas feiras natalícias que se realizam um pouco por toda a Baixa;
  • trepar até ao topo da Torre dos Clérigos e vislumbrar crepúsculo a cair na cidade;
  • percorrer a pé o tabuleiro superior da Ponte de D. Luís até ao miradouro da Serra do Pilar;
  • fazer patinagem “mais ou menos artística” num dos rinques de gelo instalados na Boavista ou na Baixa.

SBpresépios

    Programa.

    Previsto para o próximo dia 1 e ou 8 de dezembro de 2016 (caso o estado de tempo não proporcione o Sábado Diferente, será colocado um aviso no sítio Geopalavras.pt e transferido, caso possível para o sábado sequente), o ponto de encontro será na estação de Caide de Rei pelas 9:30h, onde tomaremos o comboio com destino ao Porto (S. Bento) pelas 9:58h (a viagem de ida e volta tem um custo de 5,70 euros, que acresce o cartão recarregável da CP cujo custo é de 50 cêntimos).

    A partir da estação de S. Bento, o percurso será realizado a pé (sempre na Baixa). A subida à Torre dos Clérigos custa 2,5 euros e a patinagem ronda os 3 euros por 30 minutos (preços do passado ano letivo). O almoço, decorrerá num restaurante que sirva refeições económicas (4 a 5 euros). Se a maior parte dos alunos assim decidir, levaremos merendeiro.

    Eventualmente, faremos uma viagem de metropolitano até à Boavista -  Casa da Música (custo 1,20 euros), de onde seguiremos, via Palácio de Cristal, à Baixa.

    O regresso está previsto para a 19:00h, com partida da estação de S. Bento, e chegada prevista às 20:03H, em Caide de Rei.

    Por último, o protocolo destes Sábados Diferentes requer o cumprimento dos seguintes passos:

  • a inscrição numa lista de inscrições online (dia 1 de dezembro);
  • a inscrição numa lista de inscrições online (dia 8 de dezembro);
  • a impressão, tomada de conhecimento e entrega da autorização de participação;
  • o imprescindível contacto pessoal do EE com o professor responsável (na ESL ou já na Estação de Caide), sem o qual o aluno não poderá, de modo algum, participar nesta iniciativa.


O Professor dinamizador – Pedro Alves.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Magusto do CEF.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016 · Temas: ,

O magusto é uma festa popular de raiz ibérica, que coincide, sobretudo, com regiões frias e húmidas, de maior proliferação de soutos, e da respetiva castanha, semente do ouriço. A este determinismo natural, a tradição tratou de efabular o ato de assar ou cozer a castanha, que não é mais do que uma forma alegre de confraternização em torno de umas das inúmeras dádivas das colheitas outonais.

MagustoCEF-007

Pelo país inteiro, são várias as escolas e coletividades que celebram o magusto, assando e embrulhando as enfarruscadas castanhas num cone de papel pouco nobre, mas apropriado, perpetuando, afinal, uma tradição bem nossa.

O CEF fê-lo no passado dia 14, na ESL, com a colaboração dos seus professores e o alto patrocínio da Direção do AEL.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Azáfama outonal.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016 · Temas: ,

Entre muita da beleza que o outono nos oferece, estão os mantos de folhas estioladas e esvoaçantes, que as folhosas, já sonolentas, deixam cair e cobrir os pequenos outeiros dos jardins, ávidos pela luz do sol, agora mais valiosa.

_DSC8259

Nesta fase, e enquanto o frio não se instala de vez, o homem faz o que pode. Apara o  último fulgor das daninhas, corta o que resta da relva, varre e amontoa as folhas que alimentarão o solo e, por sua vez, as suas progenitoras. É assim o ponto final de um ciclo, que se reiniciará quando o astro rei se levantar mais cedo e viajar mais alto no firmamento.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O sorriso.

domingo, 13 de novembro de 2016 · Temas:

Entre os humanos, e na nossa cultura, sorrir é uma expressão que pode manifestar prazer, sociabilidade, alegria, felicidade ou simpatia. Na verdade, e independentemente do lugar onde se manifeste, trata-se uma forma de comunicação. Paradoxalmente, e em certas culturas, pode também significar embaraço ou confusão. Não é o caso da nossa, ocidental e mediterrânica, onde, e visivelmente, o sorriso é alegria! 

ttt

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Atividade Cefalerta!

sábado, 12 de novembro de 2016 · Temas: ,

Não, não é uma ironia, é uma exposição de dizeres que a turma CEF TIPO 2 (cujo nome parece tirado de um laboratório de vírus, arrrrrrre…) leva não à cena, mas à parede perto do Bar da ESL, que nos incentivam (?) a cumprir as mais básicas  regras de comportamento numa escola ou onde quer que estejamos, ai….! Visitem.

CEFALERTA

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Oportunismo turístico.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016 · Temas: , ,

Com o mundo ainda atordoado da eleição do novo presidente norte americano, o sítio Europe Best Destinations, sagaz, tratou rapidamente de “sugerir” (turisticamente) uma série de destinos europeus para os americanos, que querem abandonar a nova realidade do outro lado do Atlântico.  Um desses destinos, e à cabeça, é o nosso Porto, a par da nossa Madeira, que são aconselhado por entre um série de destinos europeu como: Viena, Amesterdão, Zagreb, Milão, etc.

Estás despedida - Tom Moran

Recent events may push you to take a breather? This is a unique opportunity to embark on a new project and discover the history, culture and richness of Europe […].

Porto is definitely one of the most beautiful welcoming and tolerant cities in Europe. It enjoys a gentle climate throughout the year, although mist sometimes gets as far as the Dom Luis I bridge (created by one of Gustave Eiffel's students). The city looks a bit like San Francisco […].

leave-the-usa-move-to-europe-copyright-sean-pavone-european-best-destinations


Fonte: Europe Best Destinations

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Um planisfério mais próximo da realidade.

domingo, 6 de novembro de 2016 · Temas: ,

Não existe um planisfério perfeito, que resolva o problema matemático de, sem distorções na proporção e orientação dos territórios, “desdobrar” o que é esférico num retângulo. Há, contudo, aproximações mais fieis do que outras, como é o caso da projeção Authagraph, inventada pelo arquiteto japonês Hajime Narukawa.

Planisfério segundo a projeção Authagraph do japonês Hajime Narukawa

O mapa resultante, e apesar de contar com cerca de 15 anos, foi considerado recentemente como o melhor objeto desenhado em 2016 segundo o Good Design Awards, um prémio atribuído pelo o Instituto Japonês de Promoção do Design.

A virtude desta projeção está na qualidade das proporções dos territórios continentais e oceânicos, que assim se aproximam mais à realidade, distanciando-se das distorções com as quais lidamos todos os dias, em manuais e mesmo obras de referência, baseadas na projeção de Mercator.

Não obstante, e no meio das virtudes, o mapa não soluciona um problema: a orientação. De facto, se com ele percecionamos a Gronelândia com um tamanho proporcionalmente correto, já no que toca à sua orientação, surge-nos com o norte virado para a “esquerda” do mapa, que afinal, também poderá ser o norte.


Fontes: Popular Science // Wikipédia // El País.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Um minuto assustador.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016 · Temas: ,

Este minuto assustador faz-se de 923 fotografias, obtidas entre as ‏‎10:31 horas de ‎26‎ de ‎outubro‎ e as ‏‎16:11 horas de 28‎ de ‎outubro‎ de ‎2016, de um modo não contínuo. Contabilizamos dezenas de rostos pouco assustadores, muitos desprevenidos, e um crescendo de imaginação à medida que a atividade se tornava conhecida.

E dado do sucesso desta peregrina iniciativa, voltaremos à carga, por volta do Natal, com algumas novidades, de modo puxar ainda mais pela tua imaginação!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Recordações de um Bar Fumegante.

terça-feira, 1 de novembro de 2016 · Temas: , ,

No mundo cinematográfico há uma expressão que se refere ao conjunto de variáveis que contribuem para alcançar o desejado desenho e recorte de uma cena; trata-se da expressão francesa mise-en-scène e, de certo modo, aplica-se àquilo que a turma CEF, e os seus professores, conseguiram nesta passada segunda-feira, com o Bar Fumegante.

BarFumegante-061

Todo o cenário montado e enquadrado nos temas halloween / dia de los muertos, partiu de uma ideia inicial: criar o palco perfeito para os alunos de CEF, de serviço de mesa, aplicarem alguns conteúdo teórico-práticos.

A ideia foi sendo alimentada através de um fórum criado para o efeito (e que o serviço de emails da ESL, da Google, permite), por correio eletrónico e algumas conversas pontuais, provando que com engenho e contemporaneidade, o plano teórico pode perfeitamente ser concretizado sem reuniões cansativas e muitas das vezes estéreis. De facto, a cada ideia ia sendo acrescentada outra, e todos sentiram a necessidade de contribuir. Foi muito bom, e a repetir uma “coisa” igual, este será definitivamente o meio.

Quanto aos nossos alunos, temos certeza de que se esforçaram por bem servir quem ousou a ser servido. Sabemos que eles assustam, mas nem tanto… Na verdade são bons “miúdos”, são é muitos! E nós, muito poucos!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deliciosamente assustador!

Depois de uma semana de sustos fotográficos, e dada a qualidade assustadora dos resultados, prometemos voltar a ousar fazê-lo a propósito de outros temas que pautam o nosso calendário festivo. Isto, até porque percebemos muita imaginação e irreverência estudantil perante a vertigem da máquina fotográfica.

deli-346

Quanto aos sustos propriamente ditos, digamos que mais nos fizeram rir do que assustar; e na verdade, não esperávamos muito diferente, muito embora tivéssemos sido agradavelmente surpreendidos por homens de capacete, conjuntos com gestos brejeiros, e até mesmo fotografias tiradas de costas, imagine-se!

Fica então prometida uma exposição na Biblioteca da ESL, a juntar a um pequeno clip que estamos a editar e que reúne as 600 fotografias obtidas ao longo de 4 dias.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Meia volta no Bar Fumegante.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016 · Temas: ,

Esta projeção tridimensional é uma pequena amostra do que foi o Bar Fumegante, e daquilo que ainda se pretende fazer, que tanto orgulhou a esforçada equipa de professores da turma CEF da ESL. E se os morcegos esvoaçantes decoravam o cenário na perfeição, os Dráculas e as Noivas Mortas tratavam dos sustos ao cliente corajoso.

bar fumegante by geopalavras on photosynth

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O calor dos últimos dias.

domingo, 30 de outubro de 2016 · Temas: , ,

A Baixa do Porto estava ontem impressionante! Hordas de turistas, de tudo que é canto do mundo, enchiam as ruas centrais da cidade e regozijavam-se com o calor deste final de outubro. Trata-se, definitivamente, e mesmo com dias de distância, do “verão de S. Martinho”, que surge no fim de outubro ou início de novembro, quando se dá uma migração temporária para nordeste do anticiclone dos Açores que, estabilizado próximo de França e da Península Ibérica, bloqueia as chuvas atlânticas.

O calor que Portugal Continental tem verificado nos últimos dias, com temperaturas próximas dos 30ºC, deve-se ao vento de leste que atravessa toda a península até atingir o Atlântico. Quando isto acontece, e por contraste, o arquipélago açoriano é atingido por depressões; como diz o adágio insular: «se o inverno não erra o seu caminho, cá virá no S. Martinho».

As imagens animadas são uma previsão da evolução do estado de tempo para os próximos dias. Verifica-se que, pelo menos até dia 31 de outubro, a Península continuará a beneficiar desta amenidade climática. A partir de então, e com o enfraquecimento do referido anticiclone atlântico, uma depressão tomará o seu lugar e comandará os destinos do estado de tempo continental, invertendo o rumo do vento, trazendo frio de norte e chuva à mistura.


Fonte: Geopalavras em 19 outubro de 2014.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Delícias assustadoras!

terça-feira, 25 de outubro de 2016 · Temas: , ,

Decidimos neste ano letivo, captar a “careta” dos diabretes que pululam por toda a escola, sobretudo durante os complicados intervalos junto ao bar, nos corredores ou até mesmo na reprografia. Trata-se de uma espécie de expedição cientifica, ao género daquelas que partem para a selva amazónica e fotografam todo o tipo de bicharada, alguma com mais 12 patas e bastante estridente…

Delícias Assustadoras 4

Ora, nesta nossa missão não contamos com “coisas” assim tão providas; ainda assim, prevemos “apanhar” alguns sustos, mais ou menos previstos, e até bem-vindos, em conjunto ou individuais, com os quais faremos uma exposição com o seguinte título: A estridente Fauna e Flora dos intervalos da ESL; é, definitivamente, um sucesso garantido que marcará todos os intervenientes!

Delícias Assustadoras 2

Portanto, para fazeres parte deste sucesso, passa pelo corredor que ladeia a biblioteca da ESL e, sensivelmente a meio, verás uma delimitação azul assinalada no chão. Dentro dela, e durante os intervalos, poderás dar o teu melhor, individualmente ou em conjunto, fazendo uma bestial “careta”, apropriada à quadra próxima, para a câmara que dispara de 1 em 1 minuto.

As fotografias obtidas, as melhores e mais assustadoras, serão expostas ao longo das vitrinas onde decorre a atividade, e também aqui no Geopalavras, numa hiperligação que criaremos para o efeito e estará em destaque no topo o blogue. Bons sustos!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A permeabilidade de um cérebro jovem.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016 · Temas: ,

No sábado passado esteve no Porto o youtuber Paulo Borges, ou melhor, “Wuant”, um herói português dos tempos modernos, que entusiasma a juventude com os vídeos que publica no Youtube sobre tudo e mais alguma coisa. Relata o Jornal de Notícias, que se formou uma longa fila de 500 jovens que esperaram horas para o ver, obter um autógrafo e, obviamente, tirar uma selfie.

Ora, não sabemos, mas é provável que a nossa Bruna por lá tenha andado, permeável que é ao mundo do Youtube, que é tão engraçado… e de fácil digestão. De facto, a Bruna é o verdadeiro exemplo do jovem atual que, ao contrário da maioria dos seus professores, mais impermeáveis, é sensível a um certo mundo que lhes escapa, porque não os sensibiliza. Geração Bruna

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O outono não é melancólico!

sexta-feira, 21 de outubro de 2016 · Temas: , ,

A cultura anglo saxónica usa uma palavra sem tradução em português, petrichor, que significa uma sensação familiar e confortável: o cheiro da terra molhada pela chuva, depois de um período de secura. Trata-se, quanto a nós, de uma das mais subliminares figuras de estilo que a natureza nos oferece: uma sensação prazerosa, que nos impele à vida, e nos faz gostar do outono.

Ao contrário de muitos, e talvez por estarmos ligados ao ensino, vemos nesta estação um início e não um fim; o início de um ciclo anual de ideias e projetos, feito por gente que lentamente se vai descobrindo. É assim, e também, mais uma deliciosa sensação, sem tradução, sem vocábulo, portanto, que se junta às muitas que provocam o colorido que vemos em todo o lado, e particularmente nas folhosas da escola, repletas de apontamentos de uma fauna irreverente e querida!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O colete [Alfaiate da Lixa].

terça-feira, 18 de outubro de 2016 · Temas:

O colete é uma peça de roupa que cobre somente o tórax e o abdómem. Sem mangas ou gola, o colete deixa de fora os braços e pode servir para proteger do frio. Há também coletes especiais como: o colete salva-vidas, como dispositivo de segurança rodoviária, ou como colete à prova-de-bala, usado por polícias.

Sr. Rogério


Fonte: Wikipédia.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A temperatura de setembro.

segunda-feira, 17 de outubro de 2016 · Temas:

Setembro foi segundo o instituto responsável pela análise e previsão da meteorologia nacional, o IPMA, o mês que apresentou os dias de temperatura máxima mais elevada até ao momento (dias 5 e 6), e previsivelmente até ao próximo verão, tendo também superado em +1.29 °C a média nacional de referência para o mês

Temperatura média de setembro de 2016 face à média de 2012-2015

Os dados da MeteoESL parecem confirmar o que aquela entidade nacional referiu no seu último boletim meteorológico. De facto, os primeiros sete dias do mês, e sobretudo o dia 6, apresentaram temperaturas médias muito elevadas, superiores à media de temperaturas do mês (2012 – 2015). Inclusivamente, no dia 5 de 2016, a temperatura excedeu a média do intervalo em +9.35ºC; muito calor, portanto.

As temperaturas médias deste setembro último, excederam a média de referência em 17 dias. Por último, refira-se que a precipitação ocorreu em apenas três dias.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Artstreetecture.

domingo, 16 de outubro de 2016 · Temas: ,

Adoramos este sítio da internet, que nos oferece um reportório de edifícios ou estruturas mundiais de estilo modernista, brutalist até; e perdoem-nos anglicismo, mas o vocábulo inglês expressa o denominador comum do conjunto de edifícios geolocalizados, fáceis de consultar, que este Artstreetecture proporciona.

Blokovi - Blok 62 - Belgrado, Sérvia (1948)

O projeto crescente é interessantíssimo e, não obstante focar edifícios que possam fazer perigar a leveza intrínseca da arquitetura, ou mesmo a sua funcionalidade e sensatez, o facto é que eles existem e são reflexo de um certo modo de pensar a paisagem urbana e até de a edificar. Nesse sentido, são marcas históricas, e por muito descontextualizas que pareçam, devem prevalecer.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O que nos é permitido saber?

· Temas:

Immanuel Kant teorizou há cerca de 250 anos, que o conhecimento humano não pode ultrapassar o plano dos fenómenos: só conhecemos o que podemos intuir e só nos é possível intuir dados sensíveis.

Uma notícia divulgada esta semana pela NASA, revela que uma análise dos dados provenientes do telescópio Hubble, permitem afirmar que existem 10 vezes mais galáxias do que aquelas que se julgavam existir, ou seja, estima-se que o Universo observável  seja constituído por cerca de 200 biliões de galáxias. Dois séculos passados, o filósofo prussiano não podia ser mais atual.

Resta-nos, assim, a imaginação, que nos permite (permitirá) viajar por outras galáxias, explorar planetas e, quem sabe, lidar com diferentes formas de vida. É o que promete um jogo de computador, muito ansiado pelos fãs deste tipo de passatempo e, pelo menos, o vídeo promocional impressiona.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

The Stars and Stripes [Alfaiate da Lixa].

sábado, 15 de outubro de 2016 · Temas:

A bandeira dos EUA contém 13 faixas horizontais, 7 de cor vermelha e 6 brancas. Cada faixa horizontal representa uma das antigas Treze Colónias. O retângulo azul, no canto superior esquerdo, apresenta 50 estrelas brancas, simbolizando cada um dos Estados do país.  O vermelho simboliza resistência e coragem, o branco simboliza a pureza e inocência, e o azul representa vigilância, perseverança e justiça.

Paulo


Fonte: Wikipédia.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

SheepView nas ilhas Faroé.

domingo, 9 de outubro de 2016 · Temas: ,

As ilhas Faroé formam um arquipélago situado a norte da Escócia, cuja soberania pertence à Dinamarca. Contavam, em agosto 2015, e segundo o Faroeislands.fo (o site oficial do Arquipélago), com 49.175 habitantes. A curiosa precisão do número só é possível num território insular desta dimensão, que possui 18 ilhas, num total de 1399 quilómetros quadrados, sendo que apenas uma é habitada.

Ilhas Faroé mapa

As ilhas, que distam da cidade do Porto cerca de 2360 quilómetros, têm autonomia legislativa (à semelhança das nossas duas regiões autónomas), e a sua base económica assenta na pesca e aquacultura, no comércio e serviços marítimos, no turismo, prospeção de petróleo e pastorícia.

Sheepview

A propósito desta última atividade económica, encontramos um interessante projeto de navegação em 360º, denominado por Sheepview, que aproveitou o dorso das ovelhas da região para fazer uma cobertura do território, muito à semelhança daquilo que a Google faz, com a sua frota de automóveis Streetview. O projeto cativou o gigante norte-americano que, ao que parece, já se encontra a fotografar as parcas estradas do arquipélago e outros pontos, onde a natureza corta a respiração.


Fontes: Wikipédia // Faroeislands.fo // Sheepview

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Cabos submarinos.

· Temas: ,

Sem os cabos submarinos, o mundo não comunicava da mesma forma e, sobretudo, à velocidade que o faz atualmente. De facto, basta pensar na demanda de dados digitais que uma pequena família, de um pequeno lar anónimo, numa das nossas cidades, exerce, e que permitem visualizar filmes, navegar na internet, nas redes sociais ou ver televisão, que facilmente percebemos como o mundo, nós, está dependente de um gigantesco fluxo de dados digitais.

Cabos submarinos

Não obstante as constelações de satélites de telecomunicações assegurarem parte da transmissão de dados, são os cabos submarinos que realizam a maior parte daquela função. O mapa mostra a expansão dos cabos submarinos desde 1990, que rapidamente esgotaram a sua capacidade de resposta, e uma explosão recente, acompanhante das necessidades do mercado audiovisual atual, marcado pelo aluguer e visualização de filmes e séries televisivas online, altamente consumidor de dados.


Fonte: Quartz

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Placas tectónicas.

sábado, 8 de outubro de 2016 · Temas: ,

Esta aplicação sobre as o lento movimento das placas tectónicas terrestres ao longo dos milhões de anos de história da terra, é caso raro na internet. Há muitas sobre o clima ou variáveis económicas, mas sobre a configuração passada dos continentes e oceanos, rareiam. É, no entanto, algo que fascina a todos. Perceber, por exemplo, por “onde andava” a nossa Península há cerca de 130 milhões de anos atrás, rodeada de mares, e encravada entre as atuais América do Norte, Europa e África, faz-nos pensar e devolve-nos à nossa ínfima dimensão temporal.

Placas Tectónicas


Fonte: Earth Byte

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sapatilhas [Alfaiate da Lixa].

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 · Temas:

De acordo com o Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora, a palavra sapatilha deriva do castelhano zapatilla, diminutivo de zapata. Outros dicionários, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa, indicam tratar-se de termo derivado de sapata + sufixo -ilha.

Aluna 1

Alexandra


Fonte: FLiP

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Importadores e exportadores de petróleo.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 · Temas: ,

Os valores do comércio mundial do petróleo são impressionantes, e é possível percorrê-los desde o ano de 1996, para as dez nações mais importadoras e ou exportadoras, numa aplicação realizada por um instituto superior londrino, o GSM London, com base em dados disponibilizados pela Comtrade, um organismo das Nações Unidas ligado à análise estatística do comércio mundial.

Global Oil

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A “nuvem” ilimitada e o novo email do AEL.

terça-feira, 4 de outubro de 2016 · Temas: ,

Este é um artigo de tom caseiro, que surge na sequência da contratualização do Agrupamento de Escolas da Lixa pelos serviços da Google, que agora fornecem e gerem o seu serviço de email e derivados. São sobretudo estes últimos, que nos motivam à edição deste tutorial, nomeadamente a nuvem virtual associada, a Google Drive, que por ser premium, não está limitada aos 15 gigabytes, oferecendo assim uma capacidade ilimitada.

Assim, como potenciar esta fabulosa ferramenta, que inclusive poderá servir como backup da imensidão de documentos, fotografias e vídeos que esgotam o nosso computador? É simples e para isso sigamos estas pequenas sugestões:

Primeiro, instalar a Google Drive Desktop: devemos obter a ferramenta Google Drive para o ambiente de trabalho. A sua instalação cria um ícone que fica alojado, por norma, na barra de tarefas (canto inferior direito do Windows), e uma pasta denominada por Google Drive, cujas alterações no nosso computador, refletem-se na drive virtual; isto, desde que o nosso PC seja ligado à  de Internet.

1

Ou seja, se estivermos a “trabalhar” na pasta Google Drive presente no nosso PC, todos os ficheiros e ou pastas que nela criarmos, apagarmos, ou editarmos, refletir-se-ão na nuvem  de uma forma idêntica. Esta facilidade é ótima para quem trabalha em diferentes PC´s, garantindo, por exemplo, que o documento A, editado no computador 1, possa ser aberto no computador 2, em total sincronia.

2

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O alfaiate da Lixa está de volta!

segunda-feira, 3 de outubro de 2016 · Temas: ,

É com prazer que anunciamos o regresso do mais famoso fotógrafo da ESL, o Alfaiate da Lixa! De facto, era inevitável a reaparição desta personagem que circulou pela escola há cerca de 5 anos e fotografou, sobretudo, «a diferença». Como afirmamos então, «[na verdade] não é preciso ser modelo ou vestir coisas caras e sofisticadas para marcar a diferença, basta sim saber conjugar [o que se veste e o que adorna], com simplicidade, e mostrar caráter».  Alfa2Nesta temporada, o Alfaiate será, na maior parte das vezes, interpretado pelos alunos do Curso de Multimédia que, inclusivamente, já fotografaram, por entre o outono, a simplicidade da Raquel e a elegância da prof. Graça.

Raquel

Prof. Graça

Portanto, a fórmula é simples: atiçar o olhar, perscrutar o horizonte, e olhar com franqueza para quem nos rodeia. Se o fizermos, facilmente descobrimos que as pessoas são bem mais interessantes do que a nossa indiferença, preguiçosa, nos faz, por vezes, pressupor.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O talho Sá de Noronha.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016 · Temas: , ,

Passeamos muito pelo Porto durante este último verão, nomeadamente pela sua Baixa. Percorremos ruas congestionadas por turistas, lojas de souvenirs, prédios cobertos de andaimes, prontos a ser transformados em alojamento local ou similar, e uma profusão de esplanadas que sugam a réstia dos estreitos e seculares passeios da cidade.

Talho Sá Noronha

Aquele ato de prazer, já não equivale ao de outrora; é agora um exercício de contorcionismo, de pára-arranca, e de mágoa para com lojas seculares encerradas ou transformadas em mais um restaurante “gourmet” ou uma gelataria internacional. É este o retrato da Baixa do Porto atual, que aos poucos deixa de ser uma cidade dos portuenses, onde as referencias comerciais se esvaem a um ritmo preocupante.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Acabou o estio, venha o outono!

quinta-feira, 22 de setembro de 2016 · Temas: ,

É um fim anunciado: hoje, dia 22 de setembro, pelas 15h e 21 minutos, ocorre o equinócio de outono, que põe fim ao verão no Hemisfério Norte. Foram cerca 94 dias de muito calor e pouca chuva; e, não fora a primavera extremamente chuvosa deste ano, estaríamos neste momento a viver sob um dramatismo hídrico, não inédito noutras paragens do globo.

image

Em jeito de curiosidade, fizemos uma análise de alguns dados registados pela estação meteorológica da ESL, que confirmam o que acima referimos: um verão quente, com vários dias de temperatura máxima superior a 40 ºC, e pouca chuva, basicamente concentrada no derradeiro mês desta estação. Bom outono!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A Bruna, o papagaio, o gato e o galo.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016 · Temas: , ,

Estamos no início do ano letivo e tomamos a decisão de relatar a estranha relação entre a Bruna e o seu papagaio, gato e galo. É, na verdade, uma espécie de dever cívico, de apelo e desabafo até, sobre as estórias que nos inquietam desde o outono de 2014, quando conhecemos a Bruna, uma aluna da escola, que descrevem o “carinho peculiar” a que uma ave colorida, um felídeo e, recentemente, uma ave de capoeiro, têm vindo a ser sujeitos, há pelo menos dois anos letivos…

Bruna e o Gato

Ora, pelo que fomos ouvindo, não há propriamente maus tratos, muito pelo contrário… Há um excesso de “mimo à moda da Bruna”, que não é interpretado como tal pelos bichos, e que está a fazer mossa na saúde dos animais: há cerca de 1 ano que caiem as penas ao papagaio e o gato “perdeu” recentemente um dente!

Mais, todos sabemos que um papagaio é bicho de imitação sonora; no entanto, e segundo a Bruna que fala imenso, a ave tropical não emite um único pio! Pudera, depois de tanta conversa, “festinhas”, etc., calculamos que ave tenha ensurdecido e / ou ensandecido, e qualquer dia até perde a cor (resto das penas).

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Ouro para a MeteoESL.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016 · Temas: ,

No passado mês de agosto foi atribuído à estação meteorológica da Escola Secundária da Lixa o certificado de “Goldstar Station”. Trata-se, segundo o sítio Weather Underground, onde a nossa estação aloja os dados, de um “carimbo” atribuído às estações meteorológicas que, durante 5 dias seguidos, ultrapassem positivamente um processo de controlo de qualidade sobre os dados climatológicos.

CertificadoMetoESL

Investigamos e descobrimos também que algumas estações meteorológicas vizinhas, situadas no noroeste de Portugal Continental, haviam beneficiado da mesma atribuição, que passa pelo cumprimento do seguinte:

«neighbor check» (comparação da temperatura entre estações vizinhas); «stuck sensor check» (se os valores aumentam ou diminuem muito depressa); «range check» (valores de acordo com a região onde se insere a estação).

Mapa

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Atividade pesqueira mundial.

domingo, 18 de setembro de 2016 · Temas:

A pesca industrial distingue-se da artesanal pela quantidade de pescado capturado ou pela tecnologia empregue. As frotas modernas, que comtemplam enormes navios-fábrica, são dotadas de um sistema de identificação automática (AIS), que permite localizar embarcações através da troca de sinais eletrónicos com outros navios e estações VTS.

Pesca Mundial

Com aqueles dados, a Global Fishing Watch identifica navios de pesca comercial, ou potenciais, e, aplicando um algoritmo de deteção de pesca, determina "a atividade da pesca aparente" com base em mudanças na velocidade e direção do navio,  georreferenciando essa informação num mapa.

Olhando para o mapa representativo do período compreendido entre 10 de agosto e 12 de setembro últimos, verifica-se que as plataformas continentais concentram grande parte das atividades pesqueiras, a par de alguns bancos de pesca concentrados no Índico, Atlântico e Pacífico Sul.


Fontes: Wikipédia // Global Fishing Watch // Revista de Marinha

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Isolinhas.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016 · Temas: ,

Uma isolinha é uma linha imaginária que une pontos de igual valor. Esta é uma frase, ensinamento, chave aos conteúdos do 7º ano de escolaridade, que se repete nos anos de escolaridade superiores, e permite compreender os mapas que as utilizam para expressar variáveis climáticas como por exemplo: isotérmicas (que representam a temperatura), isoietas (precipitação), isobáricas (pressão atmosférica); ou variáveis humanas e ou económicas: isócronas (tempo) ou isótimas (distância-custo).

Isoietas

Isto, a propósito do um sítio da internet – climatemaps – que nos oferece um conjunto de planisférios, cujas isolinhas representam várias variáveis climáticas. Inclusivamente, é possível assistir à evolução anual de cada uma das variáveis, permitindo uma leitura rica e eminentemente geográfica.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

E finalmente choveu!

A ansiada chuva chegou finalmente, a par de temperaturas mais próximas da próxima estação. Passaram vinte dias desde o último em que se registou precipitação, dia 24 de agosto,  durante os quais assistimos a mais uma vaga de incêndios e ao agravar dos problemas da safra agrícola deste ano.

Chuva 13 de setembro

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Cinco Cidades.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016 · Temas: , ,

Deparamo-nos hoje com um interessante projeto de recolha e documentação de sons ambientais citadinos, realizado em 5 cidades nacionais. Desde o som do metropolitano ao tocar de uma banda filarmónica, a recolha georreferenciada permite pôr a tocar, ao mesmo tempo, vários sons, cujo resultado é a harmonia própria da cidade.

Cinco Cidades

Inclusivamente, é-nos possível  realizar uma mistura sonora, e disponibilizá-la para ser ouvida pelos internautas que visitarem este projeto: Cinco Cidades.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Inesquecíveis Viagens de Comboio.

· Temas: ,

É com vivo entusiasmo e prazer, que apelamos à visualização da série «Inesquecíveis Viagens de Comboio» (Des Trains Pas Comme Les Autres), que a RTP2 emitiu ao longo deste verão. Trata-se de uma série documental constituída por um conjunto de episódios de 50 minutos, sobre as viagens efetuadas pelo jornalista Philippe Gougler, ao longo de belíssimas linhas de caminho de ferro de vários países, conjugando geografia, etnografia e um enorme espírito de aventura.

Noruega - Temporada 5

Produzida pela France 2, este conjunto de episódios que a RTP2 transmitiu pertencem à segunda edição desta série (desde 2011), que dão continuidade à primeira, realizada entre 1987 e 2005, e conta já com 6 temporadas.

O nosso interesse é evidente. Vemos em cada episódio um recital de geografia, são tantos os pontos de interesse, que por vezes nos faz parar o vídeo, rever e refletir. São, neste sentido, excelentes instrumentos pedagógicos, que se adequam aos mais variados conteúdos programáticos de várias disciplinas.


Nota: os episódios têm vindo a ser disponibilizados no sítio - www.docspt.com - cujo administrador, Fraga Campos, presta um enorme serviço público, publicando séries documentais como esta.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O carrocel térmico dos últimos dias.

sábado, 10 de setembro de 2016 · Temas: ,

Não é inédito destacarmos a importância do vento, a sua direção e intensidade, no comportamento da temperatura. O gráfico que se segue demonstra, de uma forma evidente, aquela relação. O passado dia 6 de setembro (terça-feira) apresentou vento a soprar tendencialmente de sudeste, proveniente do Norte de África, que efetuou uma viagem longa e seca através da meseta sul da Península Ibérica, antes de atingir Portugal, e a nossa região, quente e seco.

Agosto2016

Mas se no dia 6 a temperatura atingiu um valor máximo de 43,4ºC, a mudança de direção do vento (rodando para norte e oeste), no mesmo dia e nos sequentes, levou a uma acentuada descida térmica. Aliás, no período em análise no gráfico (do dia 6 ao à manhã do dia 9 de setembro), o valor mínimo chegou a atingir os 12,9ºC, ou seja, uma amplitude térmica de: 29,5ºC.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This