Uma espécie de interlúdio de S. Martinho.

domingo, 19 de outubro de 2014 · Temas: , ,

Cíclico, este calor aparentemente anormal de outono, é habitual nesta altura do ano e pode repetir-se. Todos os anos, no fim de outubro ou início de novembro, dá-se a «migração temporária para nordeste do anticiclone dos Açores que, estabilizado próximo de França e da Península Ibérica, estabelece uma situação de bloqueio à circulação oeste. Pelo contrário, com o anticiclone tão afastado da sua posição média, o arquipélago açoriano é sucessivamente atingido por ondulações frontais ou por depressões desprendidas cujos efeitos são sintetizados pelo adagiário meteorológico açoriano: se o inverno não erra o seu caminho, cá virá no S. Martinho»1.

Verão s.martinho migração anticiclone

Na América do Norte, esta ocorrência denomina-se por Indian Summer, termo provavelmente relacionado com o clima verificado no Oceano Índico, onde os navios de carga eram marcados no casco com a inicias da expressão inglesa, “S.I.”, para definir até que ponto deveriam ser carregados e assim navegar com segurança  naquele oceano e neste período. Já no Reino Unido, este bom tempo é relatado como  All Hallowen summer ou Old Wives’ summer, devido à proximidade das datas implícitas.

Aliás, não há precisão cronológica na ocorrência desta réstia de bom tempo. Segundo Costa Alves, «embora o dia 11 de Novembro seja a referência, não é caso para forçarmos a nota levando-o milimetricamente à letra […] Segundo outro ditado, o verão de S. Martinho começa nos Todos os Santos, precisamente quando, com novembro à porta, geada na horta […] Fala-se, obviamente, de uma frequência elevada de ocorrências, e não mais do que isso. Há exceção e regra».

A prová-lo estão as séries de registo de temperatura da Estação Meteorológica da ESL de 2012-2013 e 2013-2014, que mostram um S. Martinho final a ocorrer entre 14 e 18 de novembro na primeira, e entre 11 e 14 de novembro em 2013. Refira-se que tanto em 2012 como em 2013, a segunda quinzena de outubro verificou temperaturas altas.

20122012

Vejamos então se há “mais S. Martinhos” que nos façam recordar o verão; não o deste ano, que não terá existido, mas o de tempos idos. 


Fontes:

- 1Mudam os ventos, mudam os tempos - O Adagiário Popular Meteorológico - Manuel A. Costa Alves, Editora Gradiva, Lisboa 2002.

- Instituto Português do Mar e Atmosfera, consultado em 19 de outubro de 2014.

- http://en.wikipedia.org/wiki/Indian_summer

- http://www.theguardian.com/uk-news/from-the-archive-blog/2014/sep/08/indian-summer-archive

- http://www.wunderground.com/personal-weather-station/dashboard?ID=IPORTOLI4

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário