Brisa de verão.

quinta-feira, 28 de julho de 2016 · Temas: ,

De todos os ventos, o mais desejado, porque mais suave e morno, é a brisa. Sopra ao fim da tarde, batalhando o calor deixado pelo vento leste, e quando se agiganta, avança, conquista território, e arrefece paragens que não são as suas.  Trava, no entanto, uma luta desigual, na força e no tempo. Por isso, a frescura que a brisa traz, é sempre uma delícia efémera.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Negócios pokémonianos.

domingo, 24 de julho de 2016 · Temas: ,

Investigamos um pouco sobre os negócios surgidos com o Pokémon Go, um jogo viral que se calcula já ter sido jogado por cerca de 10% da população nacional. Atendendo ao facto de o jogo ter surgido oficialmente há pouco mais de uma semana em Portugal, é impressionante o ritmo de negócios desde então surgiram. São provavelmente fenómenos efémeros, tal como o próprio jogo será, quando o tempo arrefecer,  que no entanto não deixam de provar que há uma geração atenta, criativa e capaz, que dá resposta ao apelo da moda tecnológica.

Imagem2


Fontes: NIT // Jornal de Negócios // JN // Observador // Record // Dinheiro Vivo

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Respeitinho, que é muito bonito…

quinta-feira, 21 de julho de 2016 · Temas: ,

A autoridade é uma coisa muito bonita; quer-se clarividente e determinada, sem exageros, para não passar a uma outra coisa. Rodrigo Gervásio, o patriarca da família Gervásio, é o modelo de um autoritarismo antigo, aquele cuja visão obtusa da realidade não permite ver mais além do que o horizonte do próprio terreno.

Era este o quadro da sociedade rural do Entre Douro e Minho doutros tempos, não muito longínquos. Mas felizmente, este pedaço pródigo de Portugal, começou paulatinamente a despertar de uma visão amarfanhada no fundo de vale, mesquinha e paroquial, dando lugar a uma nova visão, não completamente desenraizada do passado, mas assimiladora e de horizonte longínquos. Basta observar, pelas aldeias sem fim da região, a profusão de “novas oportunidades” rurais (produções agrícolas inovadoras e ou instalações hoteleiras) que reinventam, todos os dias, este território.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Gervásios.

quarta-feira, 20 de julho de 2016 · Temas: ,

Os Gervásios são a última família da série “Estórias do mundo rural”. À semelhança das anteriores, a disfuncionalidade familiar, pilotada por um patriarca que não dá ouvidos a ninguém, literalmente, mina qualquer tentativa “sóbria” de tornar o minifúndio (?), a propriedade agrícola da família, em algo moderno e rentável. É assim mais um episódio / caricatura sobre uma certa agricultura nacional, que ainda subsiste no nosso país.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

VentuSky, um mapa sobre o clima.

segunda-feira, 18 de julho de 2016 · Temas: ,

Não é a primeira vez que falamos do vento e não será seguramente a última. Por isso, trazemos hoje, numa semana de calor, mais um excelente mapa baseado na internet, que conjuga de um modo extremamente apelativo, todos os elementos do clima num determinado período de tempo.

VentuSky

De facto, há que tenha o fascínio por outras coisas, nós gostamos de mapas; de observar como as peças do xadrez climático se comportam, ou se preveem comportar, dadas determinadas e complexas condições, tais como aquelas que se têm vindo a fazer sentir na Península e parte da Europa Ocidental, nestes últimos dias.

Assim, e no mapa, se selecionarmos a opção Air pressure, conseguimos através da gradação cromática observar a distribuição da pressão atmosférica mundial. No dia de hoje, por exemplo, verificamos um vasto anticiclone centrado no Atlântico Norte que se estende pelo Golfo da Biscaia e que bloqueia a passagem de campos depressionários (baixas pressões), normalmente coincidentes com a ocorrência de precipitações e ou nebulosidade na metade sul da Europa: trata-se do verão Mediterrânico.  Já as chuvas que nos últimos dias têm ocorrido na Europa Central e Leste, e de acordo com o padrão climático daquela região, que prevê maior ocorrência de pluviosidade no período de maior calor, são de origem convectiva, logo não dependentes do fluxo Atlântico.

Se optarmos pela opção “Wind speed”, esta mostra-nos o quanto a este elemento (vento) está dependente da pressão atmosférica. De facto, a sua direção, velocidade e intensidade, depende da conjugação e disposição das pedras barométricas no tabuleiro climático, dando origem a ventos regionais muito conhecidos, como a nortada, o vento leste a oeste da Península Ibérica, ou o Mistral ou Sirocco, no sul da França e Itália, respetivamente.  O caminho que estas deslocações de ar tomam, dita muito do comportamento da temperatura, e esta, como é sabido, do nosso comportamento sazonal.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Treinadores de uma fórmula de sucesso.

· Temas: ,

Os números e os factos do sucesso do Pokémon Go não param de impressionar. A imprensa e a televisão falam do assunto, há legiões de praticantes um pouco por todo o mundo, mapas sobre a ocorrência dos pokémons, e até psicólogos a afirmar que o jogo tem potencial para debelar problemas de ansiedade e depressão. Não deixa de ser curioso, que o isolamento alimentado pelas “máquinas”, possa agora ser suavizado pelas mesmas, desde que usadas de um outro modo.

Pokemapper

Mas o sucesso ainda está no início, isto se tivermos em conta que só há pouco a aplicação oficial foi disponibilizada pela Niantic em vários países europeus, inclusivamente o nosso, na sexta-feira passada, faltando por exemplo os colossos demográficos da América Latina e a Asia.  Contudo, “googlando”, encontra-se já imensa informação, truques, fóruns e, desconfiamos, não tarda nada e surgirá um ou dois romances, uma série televisiva e um filme, duvidam?

Uma informação interessante, para quem quer levar este fenómeno a sério, e não como um ato de lazer e descontração, é determinar a ocorrência dos pokémons. Os vulgares, todos com nomes muito engraçados: Doduo, Oddish, Paras, Zubat, entre muitos outros, parecem ocorrer atendendo a fatores como densidade populacional, a paisagem envolvente e marcos históricos e ou geográficos próximos, determinados pelos servidores da Niantic.

Para poder “capturar” com maior facilidade os nossos amigos virtuais, e depois treiná-los e com eles combatermos nos “gyms” contra outros pokémons, há uma série de poderes que podem ser adquiridos e ou ativados, cujo preço varia entre os 0,9 aos 99,99 euros. Afinal, e em última análise, não nos esqueçamos que esta é uma aplicação comercial, que visa o lucro.


Fontes: Niantic // The Independent // Pokemapper

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Aleluuuuiiiaaaa!

sábado, 16 de julho de 2016 · Temas: ,

O título é bastante título elucidativo da ânsia dos protagonistas do teatro rural encenado no final do ano letivo, e cujos “episódios” ainda não foram publicados. Aliás, a palavra aleluia, é um nome próprio (desde que usada com letra maiúscula), e como tal, um substantivo, que expressa uma manifestação de alegria ou, de um modo mais popular, da concretização de algo há muito esperado. Talvez seja o caso deste episódio e de outros que estão na calha da publicação…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Ideia de verão número 4.

sexta-feira, 15 de julho de 2016 · Temas: ,

É oficial, já se pode instalar a versão oficial do Pokémon Go através da Google Play! Este aparentado do Geocaching, se jogado com senso e dose, pois há coisas bem mais importantes, é um ótimo passatempo de verão, e mais um motivo para a prática desportiva, apanhar algum sol, e largar as bolorentas redes sociais.

PokémonGoPt

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Rios de Portugal.

· Temas: ,

O sítio da internet da televisão pública dedica desde a sua última remodelação, uma secção denominada por Arquivo, dedicada ao seu importante acervo, que não contempla necessariamente apenas “imagens em movimento”, mas também fotografias, registos sonoros e textos digitalizados.

ArquivoRTP

Entre o muito já publicado, destacamos uma interessante coleção de 12 episódios dedicados a rios nacionais, que os navega através da suas geografias e, sobretudo, etnografias. Mas há mais, o Arquivo contempla também um conjunto videográfico sobre os comboios em Portugal,  onde se focam várias linhas de importância maior, como a do Tua; um conjunto dedicado ao turismo nacional; ou uma série dedicada à emigração nacional.

Trata-se de uma fonte de inigualável valor, que releva o cunho que a RTP imprimiu, durante décadas, à nossa sociedade, monopolizando a emissão de um conjunto de objetos, cuja revisão à luz da sociedade atual, despertam, no mínimo, a curiosidade geográfica, histórica e sociológica, e constituem-se como pontos de partida de descobertas maiores.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A barragem do Tua “mexe comigo”.

quinta-feira, 14 de julho de 2016 · Temas: ,

Estava o país sob hipnose futebolística, quando no passado domingo a reportagem da SIC sobre a quase conclusão da barragem do Vale do Tua, foi emitida. O “monstro” de betão está concluído, o vale esventrado, e um troço da belíssima linha do Tua já se encontra sem carris, pronto para ser inundado por um lago artificial de 420 hectares, que se prevê cheio no próximo ano. No final da reportagem, o senhor Arsénio Pinto diz que o desaparecimento do vale “mexe” com ele. Mas acredite, senhor Arsénio, connosco também.


Fonte: SIC Notícias.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Adão, Alice, Hortência, Jacinta e Tadeu.

terça-feira, 12 de julho de 2016 · Temas: ,

A família Aleluia é um verdadeiro caldo! Os sotaques carregados e de elevados decibéis, a par de personagens bem vincadas, tornam a mais banal das situações quotidianas, em atos dramáticos capazes de fazer chorar, seja qual for o motivo, qualquer um. Claro está que a estória conta, mas são os atores, que interpretam personagem de nomes improváveis, que condimentam todo um cenário delicioso.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Pokémon Go já anda por aí!

sábado, 9 de julho de 2016 · Temas: ,

Havíamos sugerido o Pokemon Go como passatempo de verão, há umas semanas, quando ainda se anunciava o seu lançamento para o corrente mês. Aconteceu entretanto; a euforia foi muita e, segundo sites dedicados a estas novidades tecnológicas, os servidores da Niantic, empresa que desenvolveu a aplicação para a Nintendo, colapsaram, pois não estavam preparados para absorver com os acessos da aplicação que tivesse sido instalada de uma forma não oficial, como terá acontecido em Portugal.

Portanto, esta aparentada do geocaching, promete fazer caminhar, rastejar e trepar árvores, dando, sobretudo às camadas mais jovens, um novo sentido ao telemóvel, não o reduzindo a uma máquina fotográfica de “selfies” e respetiva publicação. Mexam-se, arre! 

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Rotações.

Ao longo desta última semana de calor intenso, colocamos a camara em vários pontos da ESL, não necessariamente eleitos e, em cada um deles, fizemo-la girar 360º durante duas horas. Depois, editamos os 20 vinte segundos de cada filmagem, acrescentamos música, às vezes é o inverso, e criamos um exercício plástico de 1 minuto: Rotações.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Aleluias.

quinta-feira, 7 de julho de 2016 · Temas: ,

Neste nosso mundo rural, os Aleluias são uma família honesta, trabalhadeira, mas pouco refinada. Persegue-lhes, inclusivamente, a fama de malcheirosos, dado o contacto com os animais que sustentam o negócio familiar: a criação de varas de porcos nas vastas planícies alentejanas. Mas, se grotesco familiar faz rir alguns, o empreendedorismo dos Aleluias de todo país, faz admirar, e só uma visão tolhida, mesquinha, invejosa até, não lhes reconhece mérito no empreendedorismo e no acreditar. Mesmo que seja numa perfumaria…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Ideia de verão número 3.

segunda-feira, 4 de julho de 2016 · Temas: ,

Com a nossa terceira ideia para o verão, vais poder elevar o teu cão, gato, galinha, cágado ou pacote de bolachas de estimação a uma “coisa” famosa... Ah! e não vale pássaros presos gaiolas, pois não achamos que assim tenha de ser. Ora, e como é que vamos fazer concretizar tal façanha? Simples, com o Photosynth!

jarros. by geopalavras on photosynth

Primeiro terás de te registar aqui; depois procura definir o teu alvo fotográfico e lembra-te que é muito conveniente que ele se mantenha estático durante a sessão fotográfica, pelo menos uns segundos. Se quiseres fotografar uma “coisa” de 4 patas, ou mesmo duas, será conveniente pedires ajuda ou então leres o livro do Dr. Karl Weissmannum que nos ensina a hipnotizar galinhas e outros bichos. Portanto,  a opção mais fácil talvez seja fotografares um pacote de bolachas ou uma lata de atum pois, normalmente, não se mexem muito...

Já com as fotografias em torno (um círculo) do teu “alvo” obtidas, procede ao seu upload para o Photosynth, que passados uns segundos ficas com uma imagem tridimensional muito porreira para colecionar e divulgar nas redes sociais, por exemplo. Podes mesmo criar subtemas: edifícios, animais, etc., e fazer um coleção bem fixe! Quem é amiggoooo?!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Os últimos Ambrósios.

· Temas: ,

Para fechar o reinado dos Ambrósios, publicamos este último episódio que foi interpretado por gente com muito, muito jeito para o improviso… De papel na mão, os derradeiros Ambrósios reinventaram a sua própria sina que, como se sabe, reduz o campo a um espaço “ótimo” para produzir castanhas da “moda”.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sobre a canícula de hoje.

domingo, 3 de julho de 2016 · Temas: , ,

Hoje a temperatura atingiu o valor de 41,7ºC na estação meteorológica da Escola Secundária da Lixa. Contudo, como o software que a suporta está predefinido para registar os valores dos diversos instrumentos de 3 em 3 minutos, apenas conseguimos precisar a hora de um valor ligeiramente inferior: 41,3ºC pelas 15.52h. Não obstante, ambos, e até ao momento, constituem-se como records de temperatura máxima do ano.

Imagem de satélite e carta de superfície de 3 de julho 2016 - 15.00h

A responsabilidade destes valores, e para o calor dos últimos dias, está na localização do anticiclone dos Açores, que neste momento se estende pelo Golfo da Biscaia, originando uma corrente de leste, quente e seca, na fachada ocidental da Península.

EvoluçãoTemp3julho2016meteoesl

Trata-se, na verdade, de uma típica situação de verão; daquelas que são estudadas nos manuais e ou surgem num grupo de questões de exame. A influência deste anticiclone no nosso clima, e de resto no clima da Europa Ocidental, é determinante, e ora nos traz calor ou deixa passar a chuva. 

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Ambrósios do E.

sexta-feira, 1 de julho de 2016 · Temas: ,

Por acaso não sabíamos e estamos em crer sermos únicos: ambrósio é nome de bolo! É verdade! Pelo que investigamos, se no passado esta iguaria mitológica era capaz de provocar a felicidade extrema ou, imagine-se, de ressuscitar pessoas, na atualidade faz-se de leite, ovos e açúcar, e o resultado é igualmente delicioso!

E se os ingredientes dos ambrósios são importantes, a sua confeção, o modo como se interligam, não é de somenos. Na receita tudo conta e se adiciona num tempo certo; é assim que se fazem delícias! Vamos provar mais umas?

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A relação do vento e a temperatura.

· Temas: ,

Na breve análise mensal que efetuamos aos dados da estação meteorológica da ESL, procuramos destacar o (ou os) elemento climático que mais se tenha “evidenciado”, extrapolando relações que expliquem o seu comportamento. É na verdade um exercício que parte de uma sensação empírica, quase sensorial, mas que assenta numa análise rigorosa dos dados registados no computador dedicado à estação meteorológica da E. S. da Lixa.

Relação da evolução da temperatura e a direção do vento ESL junho de 2016

Assim, neste mês destacamos uma relação básica (e reconhecemos, muito simplista): a direção do vento e a evolução da temperatura. Menosprezando a velocidade do primeiro elemento, cruzamos a evolução da temperatura média ao longo do mês (a par da mínima e da máxima) com a direção do vento. Como já referimos aqui no Geopalavras,  a direção do vento e a sua intensidade, são fatores determinantes na temperatura, e também precipitação, sobretudo num país tão influenciado pelo atlântico, como é o nosso caso.

Mas vejamos: no início do mês de junho, 3 a 19 de junho, a direção do vento era tendencialmente de N/NO; isto é, vento marítimo que se traduziu em valores de temperatura amenizados. Já os dois picos de temperatura deste mês coincidiram com uma tendência de leste / sul, 21 e 27 de junho, respetivamente.

Direção Vento MeteoESL 18 de junho 2016

Não obstante, há dias que surgem muito quentes e cuja direção média do vento é tendencialmente atlântica. São dias cuja direção do vento se resume a duas partes: a manhã com uma corrente de leste e, após o meio-dia, a resposta atlântica ao aquecimento da superfície continental.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This