Estação Meteorológica da ESL – a instalação.

terça-feira, 31 de maio de 2011 · Temas: ,

A nossa escola adquiriu recentemente, uma estação de recolha de dados meteorológicos automática. Trata-se do modelo Oregon Scientific WMR200 que, entre outras características, vem dotada de um higrómetro, barómetro, anemómetro, termómetro, udómetro e um sensor de 01raios ultra violeta, funcionando todos a energia solar. Para além destes sensores, a estação possui um receptor que cruza os dados obtidos via wireless e emite pequenas previsões de estado de tempo. Quando este receptor é ligado por USB a um PC, os dados recolhidos são potencializados e podem ser conjugados, e cruzados, em rede (pela Internet), com outras estações amadoras, criando-se deste modo condições para a realização de previsões de estado de tempo a uma escala regional.

Feita a esta descrição do equipamento, passamos a descrever o processo de instalação. Esta estação, ao cargo do Grupo Disciplinar de Geografia e, afinal de contas, dos alunos também, foi06 proposta em Setembro a propósito do Plano Anual de Actividades da ESL para o findo ano lectivo. Uma vez recebida, tratou-se de explorar o manual de instruções e fazer algumas experiências de software. O passo seguinte foi a assemblagem das peças da estação. Trata-se de material sensível, constituído por inúmeras peças, que por vezes se confundem e requerem bastante atenção na sua junção. Nessa montagem contamos com a colaboração dos alunos do 10ºE e F que, com mais ou menos esforço, trataram da montagem.

09O passo seguinte foi a definição do local para implantar a estação. Havia uma ou várias ideias pré-estabelecidas para o efeito, mesmo antes de a estação ter chegado à escola. Contudo, as obras e o receio de algum vandalismo, fizeram-nos ponderar outras hipóteses. Surgiu assim a ideia de a montar no telhado do Bloco I. Este local assume-se como ideal por vários factores:

• Apresenta-se livre de obstáculos (que poderiam deturpar alguns dados, tal como a velocidade do vento e / ou a sua direcção);

• Cumpre, largamente, a distância em relação ao solo a que as estações meteorológicas deverão estar sujeitas;

• Obedece a uma óptima orientação e visibilidade de todos os pontos cardeais;

• Dista menos de cinquenta metros do receptor, permitindo a fiabilidade na transmissão de dados entre os sensores e o receptor (provisoriamente instalado na Direcção da ESL);

• Dada a sua inacessibilidade, encontra-se protegida de qualquer tipo de vandalismo e roubo. 12

Mesmo após as obras que decorrem na ESL, a estação deverá permanecer neste local (ainda que possa ser temporariamente retirada), dadas as virtudes acima apontadas e atendendo a que o mesmo continuará a ser um dos pontos mais altos da escola. 18

O passo seguinte, talvez mais para o fim das aulas, será fazer a ponte entre os dados recolhidos e a página da Web da ESL, criando-se para o efeito uma ligação permanente na mesma, onde os mesmos serão disponibilizados em tempo real.

20

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Telhado do Bloco I 360º.

sexta-feira, 27 de maio de 2011 · Temas:

O telhado do Bloco I é talvez um dos segredos mais bem guardados da escola. É um sítio esquecido e que pouco imaginam que exista, dada a sua inacessibilidade. Isolado e de vistas largas, o telhado permite alcançar horizontes que surpreendem quem está habituado à mesma paisagem há anos. Esta descoberta surgiu da necessidade de instalar, num ponto alto, protegido e de acordo com regras adequadas, a recém-adquirida Estação Meteorológica da Escola Secundária da Lixa.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

OpenStreetMap.

· Temas:

Está ai mais uma ferramenta para ser utilizada em trabalhos para a escola, planeamento de viagens ou simplesmente por gozo. Trata-se do OpenStreetMap, parecido com ferramentas como o Google Maps ou o Via Michelin, mas que nos possibilita a edição / correcção dos mapas de todo o Mundo, de uma forma colaborativa. Na verdade, trata-se de um projecto wiki, que nos surge despido de publicidade encapotada e apresenta-se com um óptimo aspecto gráfico, sóbrio e fiel à realidade, muito apropriado, por exemplo, a trabalhos académicos.


View Larger Map

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Entrevistando Leonardo Coimbra.

quinta-feira, 26 de maio de 2011 · Temas: ,

As repórteres Liliana e Margarida saíram à rua tentando desvendar o misterioso desaparecimento da estátua de uma das mais ilustres figuras da cidade, o filósofo Leonardo Coimbra. Este desaparecimento é um dos mistérios mais misteriosos da Cidade e ainda continua por resolver! De facto, aquando de uma intervenção urbanística realizada há três anos na Rotunda dos Carvalhinhos, o nosso filósofo desapareceu de vez… e da sua estátua nada. Ainda assim, a tenacidade das nossas repórteres não as fez desistir. Procuraram, procuraram e conseguiram encontrar a ilustre personagem na Biblioteca Municipal da Lixa, a quem fizeram uma breve entrevista! Vejam.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Noite de Poesia em 360º.

domingo, 22 de maio de 2011 · Temas:

A Sala de Conferências da Escola Secundária da Lixa, é um espaço que substitui um verdadeiro auditório e constitui-se como um dos mais nobres da escola. Nele decorrem com frequência, uma multiplicidade de acontecimentos culturais, palestras e reuniões. Desta feita, foi a actividade: Declamação de Poesia, que fez esgotar a sua ocupação no passado dia 20 de Maio.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Noite de poesia.

· Temas: , ,

É por causa de momentos assim, que nos tocam e empelam à contemplação, que espicaçamos o alento de ensinar e transmitir cultura. Ver gente de palmo e meio, de sapatilha calçada e corte de cabelo estranho a declamar poesia, é se calhar um dos melhores tónicos paliativos para cinismo que abunda nas escolas acerca destas gerações. Esta noite de Poesia culmina do melhor modo, uma semana de actividades dedicadas à literatura, numa excelente organização: da Biblioteca da ESL; do 12ºI; do grupo Umeni, do 12º ano;  Daniela Jesus e o Sérgio Leite com o seu momento musical (ambos do 11º F); a dramatização “Revisitar Pessoa” que contou com a participação de Camilo Rebelo (12º A), Pedro Ribeiro (12º A), Mário Almeida (11º C), João Dias (11º D) e Márcia Teixeira (9º B), orientados pelo professor António Azevedo; por fim, os concorrentes (alunos do 3º ciclo) e o júri, presidido pela Presidente do Conselho Geral da ESL, professora Lina Guerrinha (álbum completo aqui).

1dbac

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Em busca do Támal.

· Temas: ,

Uma equipa de reportagem do Támal, saiu pela Cidade fora e inquiriu alguns dos habitantes perguntando-lhes: o que Támal? Bom, a equipa nem queria acreditar nas queixas que foram muitas e muitas… Vejamos, desde a falta de casas de banho no recinto da Feira, passando pela fraca iluminação, até à falta de espaços verdes, de tudo um pouco a população da Cidade (ou não…) se queixou e nem mesmo o circo, que sazonalmente aparece por estas bandas, parece agradar. Imagine-se! Bom, mas nada melhor do que ver a reportagem realizada pela Diana e a Eulália do 10ºF.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

As agentes secretas - 00C&S - ao serviço do Támal.

quinta-feira, 19 de maio de 2011 · Temas: ,

Num relatório Top Secret que chegou sem se saber bem como à redação do ZapCanal, é divulgado que a Lixa foi palco da ação de duas agentes ultra secretas (Carolina & Salete) da Organização Támal – que tanto tem dado que falar. Pelo que consta no relatório, as agentes inquiriram as populações locais com perguntas sobre reciclagem e detectaram potenciais criminosos ambientais em pleno ato criminoso. Junto com o tal relatório Top Secret, vinha anexada uma cassete com um pequeno filme sobre a ultra secreta ação das agentes aqui na nossa região, que passamos a divulgar no ZapCanal.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Támal na Refontoura.

quarta-feira, 18 de maio de 2011 · Temas:

- Por Sara Teixeira, 10ºE.

Esta casa, situada na Refontoura (Felgueiras), assim à primeira vista, até pode nem parecer “tar mal”, mas a verdade é que “tá”…

Esta casa meia abandonada, pertencia a uma uma professora já falecida, que residia no Porto. Deixou em testamento esta propriedade e mais alguns terrenos, às suas duas afilhadas que na querem com os ares da aldeia e puseram a casa à venda. O problema é que não aparece quem a queira comprar e com o tempo a casa vai caindo aos bocados, o que é uma pena tendo em conta que a propriedade era dos antepassados da falecida professora. Era bom que aparece-se alguém que a quisesse comprar e restaurar. Acho que esta casa merece ter de volta a beleza que tinha antigamente.

TalmalRefontoura

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Medidas para atenuar a crise.

· Temas:

DesenrascaPT-v2_thumb10_thumbDo repto lançado aos alunos do décimo ano de Humanidades para desenrascar Portugal, surgiram uma série de interessantíssimas medidas que, de uma forma mais ou menos imaginativa, ambicionam pôr este país a andar para a frente. Ora, o Geopalavras vai publicar um resumo daquelas medidas e dedicar-lhes um espaço no Geodilema que esperamos vir a ser fonte de inspiração para os nossos governantes muito pouco inspirados! Por último, estes trabalhos são obras de alunos que estão ainda a trabalhar as suas ideias e muitas delas, que serão publicadas, não coincidem com a precisão dos factos. Não obstante, trata-se de um exercício quase académico pertinente, criativo e de louvar para quem tem apenas 15 ou 16 anos.

Medidas para atenuar a crise.

- Por Jorge Ricardo e José Pedro, 10ºE.

Como sabem o nosso Pais atravessa uma grande dificuldade a nível económico, e nos neste trabalho apresentamos algumas das nossas medidas para ajudar o nosso pai financeiramente. A nossa primeira medida para ajudar o nosso pai economicamente vem da área do desporto nomeadamente o futebol.

Alguns jogadores de futebol ganham um salário elevadíssimo, um exemEstádio do Algarveplo disso é o Cristiano Ronaldo que ganha 1 milhão por mês o que é um absurdo perante o salário mínimo dos portugueses. Por outro lado, em 2004 foram construídos estádios que hoje estão completamente abandonados ou seja não dão lucro nenhum, só despesas.

Assim, o que nós propomos é diminuir os salários dos jogadores de futebol no nosso país e a demolição dos estádio que estão abandonados e aí construir centrais de painéis solares que permitiriam melhorar um pouco a nossa situação.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma questão de contas.

· Temas:

DesenrascaPT-v2_thumb10Do repto lançado aos alunos do décimo ano de Humanidades para desenrascar Portugal, surgiram uma série de interessantíssimas medidas que, de uma forma mais ou menos imaginativa, ambicionam pôr este país a andar para a frente. Ora, o Geopalavras vai publicar um resumo daquelas medidas e dedicar-lhes um espaço no Geodilema que esperamos vir a ser fonte de inspiração para os nossos governantes muito pouco inspirados! Por último, estes trabalhos são obras de alunos que estão ainda a trabalhar as suas ideias e muitas delas, que serão publicadas, não coincidem com a precisão dos factos. Não obstante, trata-se de um exercício quase académico pertinente, criativo e de louvar para quem tem apenas 15 ou 16 anos.

Uma questão de contas.

- Por Mário Humberto e José Cunha, 10ºF.

Neste trabalho vamos apresentar algumas medidas que a nosso ver melhorariam Portugal não só economicamente mas de todos os métodos. Esperamos que esteja tudo de acordo com o que nos foi proposto e que gostem da nossa apresentação.

Bem para começar o nosso trabalho vamos apresentante algumas medidas e o porque dessas medidas. Se nos fossemos presidentes criávamos um sistema de seguros obrigatório onde todas as pessoas tinham direito a obter tratamentos de saúde gratuita, tanto em doenças normais, como psicológicas e até dentárias. E este seguro era muito vantajoso porque como em todos os seguros só uma parte e que chega a usufruir dele e essa parte são as pessoas que realmente necessitam e que muitas delas não têm possibilidades de obter.

imageOutra medida que nós tomávamos era o aumento de salários em 50% e diminuíamos o IVA em pelo menos 7% de forma a maximizar o poder de compra conseguindo assim obter lucros maiores para o estado e para o consumidor. Vamos dar dois exemplos: tendo em conta que se aumentássemos o salário e diminuíssemos o IVA, o povo português sentir-se-ia mais confiante e com mais poder de compra, logo íamos maximizar a economia.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Código 560.

· Temas:

DesenrascaPT-v2_thumb10Do repto lançado aos alunos do décimo ano de Humanidades para desenrascar Portugal, surgiram uma série de interessantíssimas medidas que, de uma forma mais ou menos imaginativa, ambicionam pôr este país a andar para a frente. Ora, o Geopalavras vai publicar um resumo daquelas medidas e dedicar-lhes um espaço no Geodilema que esperamos vir a ser fonte de inspiração para os nossos governantes muito pouco inspirados! Por último, estes trabalhos são obras de alunos que estão ainda a trabalhar as suas ideias e muitas delas, que serão publicadas, não coincidem com a precisão dos factos. Não obstante, trata-se de um exercício quase académico pertinente, criativo e de louvar para quem tem apenas 15 ou 16 anos.

Desenrasca Portugal.

- Por Cláudia Ferreira, 10ºE.

Actualmente Portugal esta atravessar um período difícil, aplica-se um pouco por todos os sectores, mas foi neste ano que observamos o declive do nosso país. Desde o chumbo do PEC 4, até a polémica demissão do Primeiro-ministro, isto tudo provocou a que Portugal teve-se de pedir ajuda externa, não podemos acusar só este governo pois o que aconteceu já vem dos governos anteriores um exemplo são os submarinos, se o nosso país não esta em numa guerra, 2 submarinos novos foi como se costuma dizer “deitar dinheiro fora”.

Código 560

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Trovoadas de Maio.

«Segundo um comunicado do Instituto de Meteorologia, esta depressão começou ontem a afectar o continente, tendo sido o Alto Alentejo e algumas regiões no sul e centro as mais afectadas […]. É esperada mais chuva e trovoadas para o final da tarde e noite, dizem os técnicos. No arquipélago da Madeira estão previstos períodos de céu muito nublado e aguaceiros fracos. Para os Açores, o IM prevê períodos de céu muito nublado com abertas nos grupos Ocidental, Central e Oriental, sendo que nos dois últimos estão ainda previstos aguaceiros fracos e pouco frequentes» (Publico – 18-5-2011).

BaixaPressão 18 Maio 2011

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Desenrasca Portugal.

domingo, 15 de maio de 2011 · Temas: ,

Do repto lançado aos alunos do décimo ano de Humanidades para desenrascar Portugal, surgiram uma série de interessantíssimas medidas que, de uma forma mais ou menos imaginativa, ambicionam pôr este país a andar para a frente. Ora, o Geopalavras vai publicar um resumo daquelas medidas e dedicar-lhes um espaço no Geodilema que esperamos vir a ser fonte de inspiração para os nossos governantes muito pouco inspirados! Por último, estes trabalhos são obras de alunos que estão ainda a trabalhar as suas ideias e muitas delas, que serão publicadas, não coincidem com a precisão dos factos. Não obstante, trata-se de um exercício quase académico pertinente, criativo e de louvar para quem tem apenas 15 ou 16 anos.

Desenrascando Portugal.

- Por Margarida Cardoso e Liliana Alves, 10ºE.

O relatório que se segue insere-se no âmbito da actividade proposta pelo Professor Pedro Alves, de Geografia, “Desenrasca Portugal”. A actividade apela à imaginação e à criatividade dos alunos para passarem para papel algumas medidas que entendem que podem melhorar a situação que o nosso país enfrenta. Numa tentativa de tornar mais apelativa esta proposta de trabalho, decidimos abordar algumas medidas que visam mudar a situação actual do país. Dividimos assim as medidas apresentadas em temas distintos:

  • Ambiente;
  • Desporto;
  • Educação;
  • Sociedade;
  • Política e Economia.

De modo a proporcionar uma diferente perspectiva e diferentes opiniões sobre as medidas que devem ser tomadas, apresentaremos a versão dos factos segundo uma criança, um idoso e um adulto. Este último servirá como exemplo de toda a população.

Anima Lisboa - 189

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Repórteres do Marão.

sábado, 14 de maio de 2011 · Temas: ,

As Repórteres do Marão entraram em acção e foram atrás de um informação, sobre poluição, sobre qual fizeram questão de visitar a confusão que reinava no barracão que alberga um mó que dá dó! Vejam a reportagem.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Medidas para o desenrasca Portugal.

· Temas: ,

DesenrascaPT v2Do repto lançado aos alunos do décimo ano de Humanidades para desenrascar Portugal, surgiram uma série de interessantíssimas medidas que, de uma forma mais ou menos imaginativa, ambicionam pôr este país a andar para a frente. Ora, o Geopalavras vai publicar um resumo daquelas medidas e dedicar-lhes um espaço no Geodilema que esperamos vir a ser fonte de inspiração para os nossos governantes muito pouco inspirados! Por último, estes trabalhos são obras de alunos que estão ainda a trabalhar as suas ideias e muitas delas, que serão publicadas, não coincidem com a precisão dos factos. Não obstante, trata-se de um exercício quase académico pertinente, criativo e de louvar para quem tem apenas 15 ou 16 anos.
Desenrasca Portugal.
- Por Sara Babo e Vera Costa, 10ºF.
 
Actualmente o Mundo, e logicamente o nosso país, atravessam uma grave crise Económica, Política e Social; Para esta situação contribuíram vários factores mas vamos incidir naqueles que basicamente afectaram Portugal.
No que respeita ao nosso País podemos dizer sem sombra de dúvida que a crise se baseou num modelo errado de desenvolvimento e nos erros constantes cometidos pelos vários governos. Gastaram-se Fundos Europeus em grandes obras públicas e incentivou-se o gasto de dinheiro em situações desnecessárias. Estes recursos económicos deviam ter sido utilizados em desenvolver a Educação, na Formação e no desenvolvimento da Produção Agrícola e Industrial; assim ensinar-se-iam os portugueses a “enriquecerem” de modo sustentável, desenvolvia-se a produção Nacional.
Já em outras ocasiões muito graves da nossa história o nosso povo provou ser capaz de ultrapassar os obstáculos. Mas para isso é preciso que as pessoas acreditem nos governos e numa política verdadeira e honesta para perceberem que vale a pena aceitar e fazer os sacrifícios necessários.
 PaísàRasca

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Super-Mário, o herói regional.

· Temas: ,

Houvera muitos assim e ninguém poluía a nossa região! De facto, o "cabedal" do Super-Mário, o repórter vigilante da Lixa, impõe respeito e tolerância zero à poluição. Este herói regional é também muito hábil em descobrir focos de poluição e apontar o dedo aos culpados. Mas, como qualquer herói da BD, tem também uma faceta mais humana que parece chamar-se bife com batatas fritas... Vejam lá a reportagem e já sabem, respeitinho com o ambiente porque anda por aí o Super-Mário!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Desenrasca Portugal.

· Temas: ,

Do repto lançado aos alunos do décimo ano de Humanidades para desenrascar Portugal, surgiram uma série de interessantíssimas medidas que, de uma forma mais ou menos imaginativa, ambicionam pôr este país a andar para a frente. Ora, o Geopalavras vai publicar um resumo daquelas medidas e dedicar-lhes um espaço no Geodilema que esperamos vir a ser fonte de inspiração para os nossos governantes muito pouco inspirados! Por último, estes trabalhos são obras de alunos que estão ainda a trabalhar as suas ideias e muitas delas, que serão publicadas, não coincidem com a precisão dos factos. Não obstante, trata-se de um exercício quase académico pertinente, criativo e de louvar para quem tem apenas 15 ou 16 anos.
Desenrasca Portugal.
- Por Carolina Pinto e Salete Sousa, 10ºE. 
 
No dia 28 de Abril de 2011, foi-nos proposto, pelo professor de Geografia, Pedro Alves, a elaboração de um trabalho cujo tema é a crise. Devemos falar um pouco sobre a mesma e mostrar algumas soluções de combate à mesma. Esperemos que o nosso trabalho e dedicação dêem fruto a um bom trabalho, que mereça a apreciação de todos. Esperamos adquirir novos conhecimentos, relativos à crise, e imaginar como governaríamos o nosso país, se o mesmo fosse liderado por nós.
Luta

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Breve Retrato Territorial (INE 2009).

quarta-feira, 11 de maio de 2011 · Temas:

O Instituto Nacional de Estatística publicou mais uma edição do Retrato Territorial Português (edição 2009). Trata-se de uma publicação bienal, onde Portugal é caracterizado nos domínios Social e Económico. O JN, a este propósito, elaborou uma infografia que agora se apresenta e dos dados apresentados, impressiona o ritmo de envelhecimento (pelo topo e base) que colocam Portugal entre os países mais envelhecidos da Europa. É também interessante verificar o fenómeno centrífugo da população nos dois maiores centros urbanos do país e uma interessante concentração da indústria de grande VAB na região do Grande Porto (nota: no sítio do INE está disponível para download a edição mencionada).

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Anima Lisboa.

terça-feira, 10 de maio de 2011 · Temas: ,

Foram quatro dias muito intensos, aqueles que a Anima (12ºI) viveu pela vertigem da capital, na passada semana. A agitação da capital é inebriante, imensa e consegue num ápice, transportar-nos da típico ao sofisticado, do bucólico ao ultra-moderno. Intensa é talvez a palavra.

Durante aqueles quatro dias, forma muitos os locais visitados: Museu do Traje, Teatro, Castelo de S. Jorge, Baixa, Alfama e Mouraria, Zoo, Belém, sem esquecer as Grutas de Mira de Aire e o belíssimo Palácio da Pena e os respectivos jardins. Muito? Não! Acreditem que ficou tudo por ver.

Ver álbum

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Atividade integradora–turma 2.

· Temas:

À noite, logo após o jantar, é normal ver o Lobo Mau e o Capuchinho a vaguear pela escola e a deliciar os mais pequenotes, e também os mais crescidos, com uma série de peripécias mais ou menos  rocambolescas que a todos fazem rir. Mas não é só! Há também diversão em três cantinhos: o da Avozinha, do Lobo Mau e do Capuchinho, cada um deles dedicado a um tema didático organizado pelas alunas da Turma 2 do curso EFA da Escola Secundária da Lixa.

Ver álbum

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Godzilla versus E.S. Lixa.

domingo, 1 de maio de 2011 · Temas:

Foi com uma certa nostalgia que se assistiu à demolição do antigo edifício de serviços e áreas comuns da Escola Secundária da Lixa. Nas palavras do nosso Diretor, aquela construção já não dava resposta à atual realidade da escola e o novo edifício, já em construção, promete fazer esquecer facilmente o antigo. Ora, o mesmo talvez não se possa dizer de uma parte significativa do belíssimo parque florestal da escola, que tombou e dificilmente será reposto. Talvez tenha sido este o pior dos sacrifícios de uma obra há muito prometida, e bastante necessária, que se prevê durar cerca de 18 meses, durante os quais a escola funcionará fortemente condicionada e limitada a 1/3 da sua área total. Estamos cá para aguentar a obra porque cremos que nova escola vai valer todo este esforço.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Biosfera nas obras da Parque Escolar.

· Temas:

Muito a propósito das obras que decorrem na nossa escola, fica aqui mais um interessante trabalho de investigação do Biosfera (uma pérola perdida na RTP2 aos Domingos de manhã...). Desta feita, foram investigar alguns pormenores da recente intervenção da Parque Escolar em muitas das nossas escola. «Todas as escolas reabilitadas pela Parque Escolar mais do que triplicaram os consumos energéticos. Em declarações ao Biosfera, muitas revelaram temer não ter dinheiro para manter os sistemas de ar condicionado e ventilação mecânica a funcionar. Se tal vier a acontecer, a qualidade do ar interior pode ficar pior do que estava antes das obras. Tudo por culpa de um conceito de escola em função dos sistemas mecânicos e de leis desajustadas à realidade».

Parque Escolar Bioesfera Geopalavras

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This