Vem aí calor.

sábado, 28 de julho de 2018 · Temas:

Reabilitamos, com fé no futuro…, a Estação Meteorológica da Escola Secundária da Lixa, na véspera de uma semana que se adivinha trazer calor de verão. A mudança da direção do vento, que circulará de leste, trará temperaturas acima dos 30ºC à região onde se contextualiza geograficamente a escola. Na verdade, trata-se de uma situação normalíssima para o período do ano estival que atravessamos.

ET_6_8_2018METEOESL

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O eclipse da Lua a partir da ESL.

sexta-feira, 27 de julho de 2018 · Temas: ,

Sabemos que alguns de vocês estão mais do que habituados a olhar para o astro da noite durante quase todo o ano, e até dentro da sala… Mas, hoje é um dia especial, porque a Lua vai nascer eclipsada pela Terra, que se porá entre o Sol e o nosso e aquela. Assim, e se não tiveres nada melhor para fazer, despacha o jantar e, pelas 20:30h posiciona-te num ponto cujo horizonte a sudeste e sul esteja bem desimpedido de obstáculos, de modo a poderes ver o nascer da Lua, que à nossa latitude e longitude (ESL), surgirá já eclipsada e num tom alaranjado. Brrrrrrr!!!!

Eclipse Lunar 27 julho 2018

Ah! E se a propósito estás a pensar fazer mais uma daquelas festas que se prolonga até às tantas e depois ninguém se lembra do que aconteceu… esquece, porque o espetáculo só dura até 21:13h. Por isso, ainda podes voltar a tempo de lavar a louça e não perder mais um episódio da edificante novela da nove ou similar…


Fontes: Observatório Astronómico de Lisboa // Google Earth // https://www.mooncalc.org

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma viagem de estudo e um exame nacional.

quarta-feira, 25 de julho de 2018 · Temas:

Quanto vale uma visita ou viagem de estudo para o desenvolvimento ou consolidação do conhecimento geográfico? Muito. No nosso caso, e já na faculdade, fizeram a diferença na montanha teórica dos cinco anos de curso, e fizeram-nos perceber que a natureza desta disciplina reside na sua assunção pratica, no terreno. Não admira, então, esta nossa recorrência pelas visitas e viagens de estudo, que se traduzem em alunos mais motivados e capacitados.

Viagem de Estudo GPI

Isto, a propósito do Exame Nacional de Geografia A desta segunda fase, que cruzamos com o roteiro da Viagem de Estudo: Geografia de Portugal I, que realizamos em abril passado. Analisando os conteúdos, percebemos que a volta que realizamos ao longo de 5 dias, percorre, em boa medida, factos e locais questionados ao longo dos diversos grupos de trabalho do exame.

A questão 10, por exemplo, introduz a albufeira criada pela barragem do Alqueva, e aponta para conteúdos de índole agrícola. As escolhas múltiplas derivadas da análise da imagem, a par da questão relacionada com a PAC, são coincidentes com uma boa viagem pela região, onde estes temas não podem passar ao largo, tal como aconteceu no terceiro dia de viagem, entre Portimão e Évora.

Questão 10 Exame Nacional de Geografia A 2F2018

No segundo dia de viagem, entre a Lourinhã e o Algarve, almoçamos em Sines e visitamos detalhadamente as imediações do porto que desenvolveu aquela vila piscatória. Aliás, o Porto de Sines, num eventual acordo luso com os EUA para se tornar na porta de entrada do gás norte-americano, e concorrer diretamente com o Nord Stream russo que pretende trazer à Europa gás natural da Gazprom, pode, por esta via, tornar-se em assunto de monta num bem futuro próximo.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Este campismo…

segunda-feira, 23 de julho de 2018 · Temas: , ,

Por Mariana Teixeira.

Este campismo não começou no dia 7 de julho, mas sim a partir da conversa que o professor Pedro A. teve com 3 meninas, quando as convidou para esta atividade. Foi a partir desse momento que começou toda aquela excitação. Da definição dos restantes felizardos a participar nesta aventura, até à primeira semana de férias, semana de véspera do campismo, vivemos dia de autêntica loucura: tendas de um lado para o outro; talheres, pratos e panelas; bolas e raquetes… e até as senhoras funcionárias da ESL se entusiasmaram com o nosso entusiasmo, mostrando-se sempre prontas a dar uma mãozinha ou a emprestar um carrinho.

#0149 - Campismo2018_

Quando finalmente chegou o dia, esquecemos os materiais e logística, e preocupamo-nos com as pessoas. Afinal, tratava-se de uma experiência única, fantástica e entusiasmante, onde tudo foi novo para nós, mas estranhamente natural, como se já estivéssemos habituados a estas “andanças”… As tendas não tinham o conforto de um hotel 5 estrelas, mas as experiências que magnetizaram, trouxeram todo o conforto possível e impossível, de um hotel cheio de recordações.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma semana diferente…

domingo, 22 de julho de 2018 · Temas: ,

Por Beatriz Pereira.

Três meninas foram convidadas pelo professor Pedro A., algures no mês de maio, a participarem num campismo. Começaram assim semanas de entusiasmo e excitação. O primeiro passo foi escolher os restantes participantes para nos acompanhar nesta aventura, e digo sinceramente, não foi tarefa fácil… A seleção juntou duas turmas e a esperada semana parecia ter começado.

#0149 - Campismo2018_

Sonhávamos, tratávamos de toda a operação logística, da divisão de tarefas, do lavar e encaixotar de pratos e talheres, da divisão de tendas, das boleias, da preocupação em levar raquetes e bolas... uma autêntica loucura!

Finalmente, o tão esperado dia chegou! Foi uma manhã atarefada para todos e muito mais para o professor, com os telefonemas constantes, e com a preocupação de que algo faltasse. Passamos uma tarde divertida a montar tendas, colocar tudo o mais organizado possível, a discutir os dias seguintes e a criar laços entre todos.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Recordações de verão.

quinta-feira, 19 de julho de 2018 · Temas: ,

O verão é amarelo, mas também azul ou verde. É pratico, leve e fresco, e por isso faz-se vestir daquilo que entende bem: sacos de praia que transportam quase nada, toalhas de padrões garridos ou chinelos de dedo de cores divertidas; o verão é assim, descontraído e desagasalhado. Por isso, e só pode ser verdade, não estamos no verão, porque o verão não é assim…

#0148 - Campismo2018

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

É oficial, não há verão!

Enquanto as reuniões não desatam… e na espera das mesmas, fomos medir a temperatura, a pressão atmosférica e a humidade do ar, à moda antiga, com os respetivos instrumentos de medição analógicos: um termómetro, barómetro e higrómetro. Os três, aliados à perceção da direção do vento, são o bastante para traçar uma evolução básica, localizada e curta, do estado de tempo.

Temperatura a 19 de julho de 2018

Ora, pelo que pudemos medir, as coisas não abonam a favor dos veraneantes, pelo menos daqueles que gostam de calor e céu limpo. A temperatura ronda os 18ºC, a pressão atmosférica é coincidente com uma depressão e a humidade atmosférica cai na casa dos 70%, ou seja, mau tempo à vista... Ai, verão, onde andas tu?

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O suspeito do costume.

O verão segue estranho! Ainda não sentimos uma verdadeira semana de calor à moda antiga e já vamos para o fim de julho. E de quem é a culpa? Isso mesmo: do anticiclone dos Açores que não sabe onde estacionar. Vejamos, em novembro passado, este senhor de largura continental, estacionou em pleno Golfo da Biscaia, não permitindo que as “chuvas” atlânticas chegassem à Península e resto da Europa…

ET 19 de julho 2018

Ora, estamos a 19 de julho, e onde anda o nosso amigo? Está algures a oeste do arquipélago que lhe dá nome, em pleno Atlântico, a dar bom tempo aos peixes! E nós aqui, com 18 graus e uma ameaça de chuva, que fazem ter saudades do calor que ele nos proporcionou em novembro. No mínimo, irónico!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Serões ao luar.

As noites quentes permitem prolongar jantares de verão em serões que quase mergulham na madrugada. Normalmente, começam com uma resenha das histórias diárias, que só adquirem graça com o dom do conto, ou do reconto, e incluem muitas das vezes, o próprio contador. Mas o silêncio do recanto vizinho, e lâmpada no meio do escuro, encoraja e incute à conversa um tom cúmplice, tornando séria, confessional e até de expiação sobre o muito que aconteceu ou poderia ter acontecido.

Untitled-22

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Camarido.

quarta-feira, 18 de julho de 2018 · Temas: , , ,

As camarinhas são arbustos sempre verdes, cujos frutos, pequenas bagas brancas, fazem-se perfumar com o sabor do mel. Hoje já não são abundantes, mas batizaram as praias doce e salgada da Foz do Minho, com o nome de Camarido. Neste local onde a geografia esbanjou predicados, encontramos o mar, o rio, a montanha e o bosque. Não admira que ali tenhamos regressado, para uma semana de campismo; uma semana de improvisos de programa, ementas solucionadas, pouco sono, praia, mar, rio, bilhar e matraquilhos, e muita boa disposição. Adoramos!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma tenda.

terça-feira, 17 de julho de 2018 · Temas: ,

Alguns sabem o que é dormir numa tenda, outros não; uns entendem, outros não; uns não se importam, outros não; uns sonham com a tenda, outros não; uns dormem, outros não; uns sorriem, outros não; uns tiram fotos dentro da tenda, outros não; uns veem fotos dos outros dentro da tenda, outros veem-se dentro da tenda; uns constroem mundo que se fotografa, outros olham para o mundo em construção. 

#0118 - Campismo2018 (insta)

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Acampar.

domingo, 15 de julho de 2018 · Temas: , ,

Há algo que ainda nos surpreende na juventude, sobretudo pelo contraste do comodismo de muitos, não muito jovens: o poder de adaptação ao meio. É fantástico! Nenhum dos protagonistas desta semana de campismo havia experimentado tal, mas em pouco tempo, o belíssimo meio que nos acolheu na Foz do Minho, um misto de pinhal e mar,  permitiu uma simbiose perfeita.

#0124 - Campismo2018 (insta)

Afinal, e com o devido esforço logístico e de planeamento, que mais se pode querer de umas férias que aliam praia até ao anoitecer, jazz ao jantar, uma vila de encanto, improviso que diverte sem comodismo mundano, e o sabor do vento salgado, no silêncio da madrugada, à porta de uma tenda.

#0143 - Campismo2018 (insta)

Desculpem este acrescento, mas depois desta idealização particular, que serve de exemplo, oferece-nos dizer: às festarolas da região que atraem vertiginosamente jovens ao torpor do álcool e os desviam de iniciativas assim, nada mais, e àqueles que desejaram ver outra coisa, respondemos com o agradecimento à escola, pelo empréstimo das facas e os garfos, a par de algum material do OPE do ano passado, arquivado num armário, sem esquecer um enorme elogio ao pais que entenderam o benefício desta iniciativa, que faz crescer, e inclusivamente nos visitaram e adoraram.

#0133 - Campismo2018 (insta)

Nós adoramos aquilo que transmitimos. Reforçamos a ideia de que a firmeza de atitude, aquela que é consequente, doa a quem doer, é um ensinamento equivalente ao esforço empregue na realização deste acampamento, nascido de um esboço em abril passado, mas levado à prática, e não arquivado num dossier.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Verão desaparecido!

sábado, 7 de julho de 2018 · Temas: , ,

Já todos notamos que neste verão, por muito que o sol aperte, a temperatura não é “à verão”, daquela que faz suar, impele à praia e ao nada fazer, se bem que neste último aspeto, e para muitos, não é necessário o estio… Mas, não obstante a temperatura e o brilho baço do astro, o verão é muito aquilo que fazemos dele. Estamos na época que convida à diferença, ao fazer diferente, e se põem em prática planos que alimentamos durante todo um inverno de impossibilidade.

Assim, fazer diferente do que fazemos em novembro ou fevereiro, permite descomprimir, recuperar energias e colecionar recordações que nos alentam ao longo de um ano letivo, quase sempre muito desgastante. Por isto tudo, e mais alguma coisa que o calor também desperta… procura o verão!

Verão desaparecido


Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Fim das aulas!

quarta-feira, 4 de julho de 2018 · Temas: , ,

E assim passou mais um ano letivo, num ápice… Ainda há pouco estávamos a saborear o cheiro dos manuais novos, dos cadernos por estrear; a lidar com ânsia de conhecer novos professores e alunos, e de repente, o fim. Claro que sabe bem o descanso, a pausa num ritmo diário que se arrasta há semanas… Mas como qualquer fim, bom ou mau, há nele um travo nostálgico perante tudo o que se fez ou deixou de fazer.

Final do ano letivo

Mas o fim é também um ponto de partida, um momento de balanço e decisões perante o futuro. Uns vão abalar da escola, outros mudar de curso; muitos ainda aguardam sobre a possibilidades futuras. Interessa, sobretudo, refletir sobre aquilo que está ao nosso alcance e não deixar o destino ao abandono. Boas Férias!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Já temos programa!

terça-feira, 3 de julho de 2018 · Temas:

Ainda estamos a cerca de 4 meses de distância, mas o programa de atividades a desenvolver em Saint-Avold já está definido e promete ir de encontro à essência do Erasmus em geral, e do tema que agrega estas 5 nações, em particular. Na verdade, trata-se de um trabalho invisível a muitos, aos quais transparecem as fotografias de “caneco” na mão, sorriso na face e uma atitude recorrentemente descontraída. Afinal, havíamos de publicar o quê? O contrário? Não nos parece…

Alunos França

Ainda não nos tocou a responsabilidade de receber as dezenas de alunos e professores estrangeiros, mas à distância de um ano,  estamos já a trabalhar na mesma, estabelecendo contactos com as forças vivas da região, conciliando alunos, famílias, aulas e atividades. Não é fácil! Até porque cada saída ao estrangeiro, e já vamos para a 3ª, absorve e implica um rigoroso planeamento semanal, até diário, sequente a um moroso e complexo processo de seleção e divulgação.

Menos do que uma enorme cumplicidade de trabalho entre professores, que abdicam do tempo livre e vão mais além, e todo este mundo não teria lugar. Afinal, a viagem e a responsabilidade de participar nas atividades preparadas por cada país parceiro, são a parte mais fácil e desculpam as fotografias mencionadas…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma depressão atravessa Portugal.

domingo, 1 de julho de 2018 · Temas: ,

O estado de tempo deste primeiro dia de julho é condicionado por uma depressão, que se encontra centrada a noroeste da Península. A sua influência estende-se a todo o território continental, assim marcado por períodos de chuva.

Estado de Tempo em 1 de julho - 11h

Os Açores e a Madeira não surgem sorridentes; com céus nublados e chuvas na vertente norte, respetivamente, estas duas situações compõem o ramalhete do estado de tempo nacional, coincidente com a “alma lusa” na ressaca de um jogo de futebol.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This