Mapas socioeconómicos da UE.

quinta-feira, 31 de julho de 2014 · Temas:

A União Europeia publicou no seu site um conjunto de mapas com dados socioeconómicos, que visam promover o debate e agilizar a melhor atribuição dos fundos europeus.  Os temas dos vários mapas versam a economia e demografia dos Estados Membros, numa desagregação regional de de NUT III.

Untitled-1

Como é de esperar, a sua leitura comparativa permite ricas e interessantes conclusões geográficas. No exemplo acima destacado, onde se percebe que o crescimento natural nas regiões do sul da Europa é inferior às do norte, conclui-se, focalizando, que as regiões do interior de Portugal Continental, as regiões fronteiriças entre Roménia e a Bulgária e parte da antiga Alemanha de Leste, apresentam um crescimento natural bastante negativo, originado por movimentos migratórios (sobretudo de jovens), impulsionados pelas depressões económicas. Este é apenas um exemplo. Há outros bem interessantes de explorar aqui.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Para que servem os fundos estruturais da UE.

Mal ou bem, os fundos estruturais da União Europeia foram (são), importantes no estabelecimento de um ambicioso objetivo: convergir as várias regiões europeias a um elevado patamar de coesão económica, cultural e social. Para isso, os países mais desfavorecidos beneficiam de avultadas verbas, destinadas ao impulso de diferentes âmbitos económicos e sociais. Portugal, que beneficia destes fundos desde a sua entrada na U.E. emb1986, acabou de negociar com Bruxelas o IV QCA (Quadro Comunitário de Apoio), uma verba de €21.46 biliões de euros para o período compreendido entre 2014 e 2020.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Toda a verdade sobre o fabrico da salsicha.

terça-feira, 29 de julho de 2014 · Temas: ,

O vídeo da desmistificação do fabrico da salsicha já habita, há uns anos, o Youtube mas ainda permanece ignorado pela maior parte dos internautas. Este mito quase urbano, constitui-se num dos maiores mistérios alimentares da população, que as come (as salsichas) mas não sabe bem o que come. Ora, com a sua visualização fez-se luz e compreendemos, afinal, que as salsichas não são fabricadas por um pelotão de avozinhas com um xaile à cabeça, em torno de um enorme panelão de ferro permanentemente ao lume, situado debaixo de uma enorme e enegrecida chaminé. A verdade, crua, é bem mais espacial e muito pouco romântica. Sirvam-se.

52535-Salsicha-Vinagrete-Estrela-Kg

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Viagem Medieval: um Rei ausente.

domingo, 27 de julho de 2014 · Temas: ,

Já é habitual por esta altura do ano, fazermos um destaque à recriação medieval que todos os anos, na primeira quinzena de agosto, toma conta da zona histórica de Santa Maria da Feira e do seu respetivo castelo. O tema deste ano, que serve de mote às inúmeras recriações históricas, é o Rei D. Sancho II, um Rei ausente: «Com apenas treze anos, D. Sancho II assume a pesada tarefa de governar um reino interdito e em perfeita desordem social. Daí os primeiros atos governativos terem sido dedicados ao apaziguamento de conflitos sociais anteriores, fazendo acordos com suas tias, Teresa e Sancha, e com o arcebispo de Braga, Estevão Soares da Silva […]»

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O nosso amigo albedo e o VantaBlack.

segunda-feira, 21 de julho de 2014 · Temas: ,

O que é o albedo? O albedo é a medida da capacidade de reflexão da luz por uma determinada superfície. O albedo varia em função da cor dessa superfície e a sua rugosidade. Assim, as superfícies de cores claras e lisas refletem melhor a luz (por exemplo, as grandes superfícies geladas), ao contrário das superfícies de cores mais escuras e rugosas (por exemplo, um relvado). Assim se entende o uso de óculos de sol “da neve”, que dão uma enorme “pinta” a toda a gente que os usa, visto o elevado albedo das regiões cobertas por extensos mantos de neve.

VantaBlack

Ora, o contrário, quase absoluto, acabou mesmo há pouco de ser inventado na Inglaterra e tem um nome: VantaBlack. Este material, quase de ficção científica, é feito com nanotubos de carbono, cuja espessura é de cerca de 10.000 vezes inferior a um fio de cabelo, e absorve 99,965% da luz! Por curiosidade, o asfalto, de si com baixíssimo albedo, reflete ainda assim até 12% da luz, por isso imagina-se este VantaBlack, que tem nome de vilão de filme de super-heróis. Resta saber, afinal, para que é que servirá, até porque gente a absorver demasiada luz, é que não falta por aí… Cuidadinho.


Fonte: http://www.iflscience.com/

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Tu, ou alguém como tu, quer estagiar na U.E.?

· Temas:

Há cerca de dois anos visitamos Bruxelas e inclusivamente a Comissão Europeia e o Parlamento Europeu, a convite da eurodeputada Regina Bastos, e após a vitória no concurso de escolas nacional, promovido pela UA, nos@europe. Para além do périplo pela cidade, que é bem mais rica culturalmente do que aquilo que se possa julgar à partida, passamos um dia com a nossa anfitriã e elementos da sua equipa técnica. Foram muitos os assuntos abordados, mas houve um que a todos despertou a atenção: a dificuldade de fazer chegar aos jovens a mensagem da União Europeia.

Flagrante, este problema deve-se a muitos fatores onde gigantismo e  emaranhado de sites ligados àquele organismo, em nada parece ajudar. Inclusivamente há muitas oportunidade de estágios, concursos e outro tipo de apoios veiculados por esta entidade que simplesmente se perdem por aí. Esta chegou-nos ao correio: um estágio remunerado na U.E.

Estágios

Trata-se de um estágio para licenciados, com domínio de inglês, francês ou alemão, sendo que será  através de uma desta línguas que todo o estágio decorrerá. As candidaturas decorrem até 29 de agosto neste sítio dedicado para o efeito. Divulga.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Brincar com as estrelas.

· Temas:

Com noites quentes, límpidas e sem luar, proporciona-se a oportunidade de nos debruçarmos à janela, sairmos à rua ou simplesmente deitarmo-nos na relva, contemplando o magnífico espetáculo gratuito chamado universo. Contudo, e tal como em todas a peças teatrais, o seu melhor entendimento deverá partir de conhecimentos adquiridos e depois deixamo-nos ir…

Isto a propósito de um interessantíssimo programa para windows, denominado por Universe SandBox. Trata-se de um programa didático, já com dois anos e à espera de uma nova versão, que nos permite explorar estrelas, todo o nosso sistema solar, os seus planetas e luas, alterar a órbita destes ou até fazê-los colidir, etc. Trata-se de uma delícia didática. Procura-o.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Um mapa de ventos.

sexta-feira, 18 de julho de 2014 · Temas: ,

Temos uma certa predileção por este elemento climático. Sabe-nos bem no verão, quando refresca, e mesmo no inverno, quando gela, acreditem. O clima, como é sabido, depende em muito da sua direção e intensidade e, por isso, torna-se extremamente pertinente rastrear a sua deslocação e atentar às regiões por onde passa.

VentoMapa

A imagem, obtida de um site de internet da Esri (uma companhia norte-americana que trabalha informação geográfica) é bastante ilustradora disso mesmo. Obtida no dia 18 de junho de 2014, e após um semana intensa de calor, a chuva avizinha-se do noroeste peninsular, onde a direção noroeste, quase norte, do vento, coincide com a aproximação de uma frente superfície frontal, tal com é possível constatar na carta sinótica de prognóstico criada pelo IPMA.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Músicas (re)descobertas num dia de verão.

terça-feira, 15 de julho de 2014 · Temas:

O nosso gozo pela edição videográfica faz-nos ver e ouvir muita coisa diferente, estranha até, que por vezes salta para a ribalta. Na verdade, não é incomum ouvir aqui e acolá uma música que, por soar bem e com potencial, procuramos perceber de quem se trata para mais tarde, com tempo, descobrir a fundo. Afinal, estes dias longos servem muito bem para isso: pôr em ordem muita música e leitura acumulada durante meses. Ouçam!

Chromeo - Jealous

Esta dupla norte-americana vai conquistar a rádio neste verão. Além do estilo elektrofunk do anos 80 que incutem na música, o sentido de humor é absolutamente omnipresente. Vejam este Jealous e também o Come Alive. Duas delícias.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Acabou a bola, venha a bola!

segunda-feira, 14 de julho de 2014 · Temas:

Pois é, estava mesmo a saber bem, ver um jogo por dia de boa bola, mas acabou! Agora, com este ritmo e emoção, só daqui a dois anos no Euro 2016, em França. Ainda não se sabem quais as equipas participantes, com exceção da França, país organizador, mas já temos o grafismo e toda a lógica do mesmo.

euro-2016-logo-01

Segundo o site da UEFA, trata-se de uma representação de vários movimentos artísticos e elemento futebolísticos, em torno do troféu de Henri Delaunay Cup.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Claraboias do Porto.

sexta-feira, 11 de julho de 2014 · Temas: , ,

Este artigo surge a propósito de uma notícia do P3, que divulga o livro Anima Luminária, no qual a dupla de fotógrafos Paulo Ferreira e Luciana Bignardi expressa artisticamente, e com beleza, fotografias sobre as clarabóias da Invicta. Este elemento arquitetónico, cuja função primordial é deixar passar a luz, é ubíquo nos telhados dos edifícios do séc. XIX da cidade, devido a vários fatores, nomeadamente a altura dos estreito edifícios, cuja inclusão de claraboias na sua arquitetura possibilitou não só iluminação como o arejamento.

Untitled-1

A obra resultante está disponível on-line, em formato PDF e, segundo a notícia referida, será em breve editada no formato impresso.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma joia entre mãos.

Untitled-1

[…]

O que é que vai dizer, se tiver de fazer um discurso na cerimónia da Câmara do Porto?
Primeiro que tudo, vou conhecer o novo presidente da câmara. E o que poderei dizer-lhe, entre outras coisas, é que ele tem uma jóia entre as mãos, e que espero que a faça brilhar cada vez mais.


Excerto da entrevista de Gilles Zeitoun ao Jornal Público em 6 de junho de 2014, a propósito da sua distinção com uma medalha de honra da Cidade do Porto.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Soluções para o verão.

quarta-feira, 9 de julho de 2014 · Temas: ,

És daqueles que passa horas infinitas em frente ao ecrã do computador ou consulta, compulsivamente, de 5 em 5 minutos, via smartphone, o Facebook da malta, que costuma publicar fotografias a dizer que esteve aqui e acolá, mas na verdade não sabe bem onde foi pois esteve distraído a tirar uma selfie?  Então, fica sabendo que há cura para esse tipo de comportamento e voltar a ter uma vida! Como? Simples, contrariando a carneirização, a valia dos grandes, e procurando atividades verdadeiramente edificantes.

rrr

Imagem1A nossa primeira sugestão é acampar, preferencialmente num parque de campismo com praia por perto e com uma boa dose de planeamento. Acampar é, acima de tudo, um verdadeiro exercício de organização e autodisciplina, que põe à prova a tua fibra. Há que atentar em toda a logística: roupa, higiene e alimentação. Esta última pode ser um motivo de enorme diversão ou de desastre total… Assim, se resolveres acampar, alia-te a alguém com experiência sobre o assunto, informa-te das condições do parque de campismo em vista, e procura determinar a melhor forma de acederes ao mesmo.

Imagem2A nossa segunda sugestão vai para os programas de voluntariado promovidos pelo IPJ. Há programas de voluntariado para os mais diversos estilos e feitios e a ideia é “proporcionar aos jovens oportunidades de conhecimento do mundo associativo através de um projeto de voluntariado”. Há algumas ações que estão para acontecer, por isso dá lá um salto que ainda vais a tempo de te inscreveres.

Imagem3A nossa terceira sugestão vai para o programa Ciência Viva no verão. Todos os anos a “ciência sai à rua”, espera por ti, é gratuita e divertida! Já conta com muitos anos esta iniciativa dinamizada por várias universidades do país, que abrange áreas do saber tão diversas como a geologia, a astronomia, a biologia ou mesmo a geografia. No site é fácil consultar as datas das diversas iniciativas, o que implicam, onde se realizam e sobre o que versam. Vai lá ter pois tens muita coisa a acontecer bem perto de ti.

Imagem4Uma outra sugestão leva-te simplesmente ao Porto onde há tanto para fazer... Informa-te no site da Porto Lazer sobre o que se passa na cidade num determinado dia; no site da Casa da Música (com tantos concertos gratuitos e um festival de fado em breve); no site da Casa de Serralves, nas iniciativas privadas dos operadores de telecomunicações ou nos sites dos museus (Soares dos Reis, Imprensa, Carro Elétrico, Marionetas, etc…). Se decidires ir ao sábado, conta também com uma série de feiras de antiguidades e temáticas, concertos inusitados aqui e acolá, espalhados um pouco por toda a baixa, etc.

Imagem5Por último, e aqui vai ter de contar com os teus pais, e até incluí-los, viaja até ao site da RyanAir e informa-te das oportunidades de última hora para Lisboa ou Faro. Podes apanhar uma viagem para um destes dois destinos (ou mesmo outros…), por cerca de 15 euros! Por este preço, e sobretudo pela viagem, poderás sair de manhã do Sá Carneiro, passear na baixa da capital durante a tarde, e voltar ao fim do dia!

Acima de tudo sai de casa, organiza-te, faz coisas diferentes e sadias, larga o marasmo dos lugares comuns e dos comentários banais. Afinal, o verão espera por ti!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

101ª edição da Volta à França.

segunda-feira, 7 de julho de 2014 · Temas:

A época estival fica sempre marcada pela Volta à França, a mais importante competição do calendário velocipédico mundial. A corrente edição tem início na Inglaterra, onde ocorrerão três etapas, e termina três semanas depois na capital gaulesa.

Imagem3

Para além da evidente emoção desportiva, assistir à transmissão televisiva deste enorme evento desportivo, é um delicioso exercício geográfico. A França, e já agora o Reino Unido, pela dimensão e distribuição latitudinal, apresenta um ampla diversidade de paisagens, ora montanhosas ora planas, ora atlânticas ora mediterrânicas, colorindo sobremaneira o evento. Na captação deste festim, está uma panóplia tecnológica, assente em câmaras acopladas a motorizadas, helicópteros e, sinais dos tempos, nas próprias bicicletas dos corredores. A canalizar toda esta tecnologia, temos várias televisões (em Portugal a RTP2 e a Eurosport), e um completíssimo sitio de Internet do evento, que merece uma visita.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Dependência dos telemóveis.

domingo, 6 de julho de 2014 · Temas:

Um recente estudo conduzido por duas empresas multinacionais ligadas à área das telecomunicações, mostraram o evidente: a dependência de uma grande parte da população em relação aos smartphones. O estudo foi realizado nos Estados Unidos da América a 500 pessoas e os resultados são estes:

  • 74% das pessoas andam todo o dia com o smartphone;
  • 60% dorme com com o smartphone e, quando a faixa etárias se situa no intervalo 18-29, aquele número sobe para 84%;
  • 17% das mulheres inquiridas abdicariam do seu melhor amigo em prol do smartphone;
  • Quase 20% dos inquiridos entre os 16 e os 20 anos, gastam mais de 5 horas no uso do smartphone.

125048_600

A realidade deste pequeno inquérito não se reduz ao espaço norte-americano, bem pelo contrário. De uma forma muito empírica, e por experiência profissional (leia-se ossos do ofício), constatamos que os dados acima referidos encaixam perfeitamente na nossa juventude e talvez pequem por defeito.


Fonte: http://www.marketwired.com

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Le Sapeurs, Brazavile, Congo.

sábado, 5 de julho de 2014 · Temas: ,

O mundo é repleto de tradições resilientes à diluição perpetrada pela globalização. Contudo, a espaços, lá surge uma na ribalta que ainda despertam a atenção. Neste caso falamos da comunidade Les Sapeurs, radicada em Brazavile, a capital da República do Congo, outrora uma ex-colónia belga. Esta comunidade concilia a pobreza e o estilo, na forma como se veste e comporta. O Le Sape, sigla de Society of Tastemakers and Elegant People, é um homem feliz que comporta, acima de tudo, uma forma expressão de raiz anticolonialista.

Surgiu-nos esta tradição, a juntar a tantas outras colecionadas aqui pelo Geopalavras, a propósito de um vídeo de Solange Drew, filmado na Cidade do Cabo, na África do Sul, com vários elementos daquela comunidade. Na verdade já deves ter visto o vídeo por aí, afinal data de 2012, mas agora tens a explicação para a sua realização e é feliz recordar.

 


Fontes: http://www.coolhunting.com/  // Wikipedia //

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

No telhado, como um gato.

sexta-feira, 4 de julho de 2014 · Temas:

A chuva estranha e o zinco quente, fizeram-nos deslizar com cuidados de gato por entre a profusão de canos e canudos, no imenso labirinto que é o telhado da escola. A poente passamos pela estação meteorológica, desfalcada do seu udómetro, depois infletimos para este, sul e por fim novamente a poente, acompanhados de uma incessante paisagem de ficção científica em tom metalizado.

deslizar como um gato. by geopalavras on photosynth

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Chuva de verão.

· Temas: ,

Queixamo-nos quando ouvimos a rádio, vemos a televisão, lemos o jornal ou consultamos a aplicação dedicada para o efeito no telemóvel. Sim, é isso mesmo, estamos a falar do estado do tempo e das previsões que não parecem trazer o verão. É, este nosso amigo põe-se a jeito e dá nisto: chuva e trovoada à mistura, provocadas por uma baixa pressão térmica, centrada na Península Ibérica, alimentada, imagine-se por ventos do Norte de África onde reina uma enorme alta pressão, senhora do bom tempo. Bahhh!

DDE

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Estamos a oferecer uma viagem de cruzeiro…

quinta-feira, 3 de julho de 2014 · Temas: , ,

Pois é, o verão está um pouco atrasado… mas é certo que vem a caminho. A pensar nele,  decidimos premiar os nossos queridos leitores e alunos com uma viagem de cruzeiro pelo Mediterrâneo. É verdade, decidimos proporcionar a quem tanto nos estima, uma viagem tranquila e sobretudo leve, mesmo muito leve, tão leve quem nem precisam de levar roupa, apenas o protetor solar, fator 50, e a escova de dentes! O resto digamos,  não se justifica tal como é bem visível (mais ou menos e ainda bem) na imagem seguinte!

1402327178_2

Ah! A empresa que organiza estes cruzeiros mediterrânicos refere que é expressamente proibido tirar fotografias a bordo e adverte que em alguns deste passeios é igualmente desaconselhado o uso de joias, pois…

Mas voltando à nossa oferta; como devem ter reparado na fotografia, neste cruzeiro para seniores que zarpou da Ilha de Creta no passado domingo depois da bola, ficou uma vaga por ocupar que tu não vais querer perder. É uma oportunidade única e barata. Ora, como está prevista na próxima semana a escala deste cruzeiro em Leixões, basta ficares atento às notícias e, quando ouvires o relato jornalístico sobre gente a tomar café, pelada e em plena baixa matosinhense, sabes que é a hora de abalar. Fica atento e boa sorte!


Fonte: http://www.ocholeguas.com/

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Nada de novo no Facebook.

terça-feira, 1 de julho de 2014 · Temas: , ,

Untitled-1O Facebook permitiu que o feed de 700 mil utilizadores fosse manipulado numa experiência académica cujo objectivo era provar que as pessoas tendiam a colocar posts menos negativos na rede quando os seus feeds eram alimentados por informação menos negativa. O estudo surgiu porque o Facebook acreditava na premissa de que as pessoas expostas a notícias mais negativas tendem a usar menos a rede social. O próximo passo, já se está mesmo a ver, é pintar o nosso mural de cor-de-rosa para que eles não percam negócio.


Editorial do Jornal Público em 30 de junho de 2014 (adaptado).

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This