Estação Meteorológica da ESL já no novo edifício.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011 · Temas:

Com as mudanças e modificações próprias das obras da nova Escola Secundária da Lixa, houve necessidade de mudar a estação meteorológica da ESL (MeteoESL) para o seu lugar definitivo. Optou-se por colocá-la  no extremo sudeste do telhado do bloco transversal da futura escola (ver planta), por ser um ponto visível e sem interferências à transmissão dos dados para o receptor / computador dedicado, que se irá estabelecer na futura biblioteca da escola.

PlantaEfetivamente, esta dificuldade de transmissão de dados, esteve na base do apagão a que a MeteoESL esteve sujeita durante quase todo o mês de Novembro e durante uma boa parte do mês de Outubro. Inclusivamente, e dada esta dificuldade de transmissão, alguns dos dados foram mal interpretados pelo receptor que debitou para o alojamento on-line, valores absurdos.

Estação MeteoESL Dezembro2011 1

Assim, com esta mudança, a par de uma reorientação do ângulo da célula fotovoltaica, mais adaptada ao movimento solar invernal (mais próximo do horizonte) e também a uma renovação das pilhas do anemómetro e do udómetro, cremos ter condições para que a MeteoESL volte ao seu normal funcionamento, permitindo a consulta diária da temperatura máxima e mínima, quantidade de precipitação acumulada ou mesmo a intensidade e direção do vento, quer no aqui o Geopalavras, quer na página da ESL ou mesmo no próprio Weatherunderground.

Estação MeteoESL Dezembro2011 3

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

24 horas na vida dos portugueses.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011 · Temas:

Nunca como nestes tempos de profunda reflexão e mudança comportamental,  se tornou tão pertinente procurarmos saber quantos somos, o que fazemos e, acima de tudo, como o fazemos. De uma forma extremamente simples, o Jornal Público criou uma apresentação que nos traça aquilo que os portugueses fazem e o modo como se comportam ao longo de 24 horas.
 

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Porto pelo Natal.

domingo, 27 de novembro de 2011 · Temas:

Esquece tudo o que tens para fazer no próximo dia 17 de Dezembro pois nesse Sábado Diferente, que só irá acabar ao fim da noite, vamos ao Porto sentir o Natal. Conta com o seguinte: é obrigatório levares uma máquina fotográfica, imiscuir-te na multidão e fotografar mesmo aquilo que não é fotografável(?) - o espírito de natal. E para que a tua tarefa se torne mais fácil, conta também com três temas motivadores: pessoas, decoração e azáfama natalícia, sendo que para cada um deles deverás contribuir com uma foto, a qual deverás selecionar de entre as imensas que irás tirar nesse Sábado. Ah, nota bem que esta proposta fotográfica é, digamos, altamente valorizada pela disciplina de Geografia e quem não puder participar, dada a data definida ou devido ao limite de inscrições de 15 alunos, pode sempre realizar um trabalho sobre o Natal para publicar no Geopalavras. Por outras palavras, mexe-te e inscreve-te a tempo que a Geografia vai estar em Happy Hour!

NatalPortoSab 17 DEZ 2011 - CópiaPor último, fica aqui o boneco para tu imprimires e mostrares ao teu encarregado de educação. Se ele concordar com a tua participação, pede-lhe que assine as costas do destacável que deverás devolver obrigatoriamente ao professor organizador até à véspera da iniciativa. Escusado será dizer que deverás partir muito bem agasalhado e com cerca de 8 euros para o lanche e jantar na baixa do Porto (fora o bilhete de ida e volta do comboio). O programa é simples: Partida de Caíde (14h) – Baixa do Porto e Serra do Pilar – Jantar no ViaCatarina – Fotografia Noturna – Regresso S. Bento (0:40h) – Chegada a Caíde (1:40h).

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A maior fotografia tirada em Portugal.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011 · Temas: ,

A maior fotografia nacional, ou melhor dizendo, a de maior resolução, foi obtida por Paulo Bico, um fotógrafo famalicense. A fotografia, obtida a partir do miradouro da Serra do Pilar (em V.N. Gaia), contém 14 gigapixéis, o que corresponde a cerca de 1400 vezes mais do que um fotografia convencional obtida pelas “nossas” câmaras. Segundo o autor, o equipamento demorou cerca de 3 horas a captar as 1.600 imagens que constam da fotografia panorâmica; levou 28 horas a processá-las em computador e meia hora a carregar no programa de edição de imagem. No sítio do autor, podemos encontrar também fotografias  dedicadas a outros locais e contextos. Já agora, a maior fotografia do mundo foi tirada em Xangai e apresenta 200 gigapixéis!

Untitled-2

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Óculos sixties.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011 · Temas:

Parece que  a moda pegou e os óculos super sixties voltaram a preencher os rostos. Mais do que simples objetos úteis à visão, são hoje em dia parte da composição do visual, do estilo e da personalidade das pessoas.             

Miguel 23Nov2011

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Escarlate.

terça-feira, 22 de novembro de 2011 · Temas:

Durante décadas, fruto do nosso isolamento cultural, vivemos num enorme preconceito em relação às cores à sua mistura de cores. O formal imperava e tudo parecia igual. Tempos idos, cores novas, sorrisos bonitos.
  Andreia 21Nov2011

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Tectónica de placas em 2 minutos e 40 segundos!

· Temas:

E porque não rir e aprender ao mesmo tempo? Ora, os autores da série Ice Age, que é talvez das melhores coisinhas feitas em animação cinematográfica do género, criou um pequeníssimo vídeo que resume umas centenas de milhões de anos a cerca de 2:40 minutos! Um absoluto recorde altamente pedagógico (obrigado ao Valdo pela dica).
 

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Alfaiate da Lixa.

domingo, 20 de novembro de 2011 · Temas:

Esta nova iniciativa do Geopalavras, baseada numa ideia original do fotógrafo e ex-modelo Scott Schuman, que alimenta o fantástico sítio Sartorialist que esteve na base do nacional Alfaiate Lisboeta, aguardava há muito pela oportunidade certa para surgir na nossa escola. Este é o momento. Mas do que se trata? Bom, trata-se simplesmente de fotografar pessoas, não necessariamente alunos, que num determinado dia, pelo modo como conjugam o que vestem, mostrem bastante originalidade, estilo e personalidade. De facto, não é preciso ser modelo ou vestir coisas caras e sofisticadas para marcar a diferença, basta sim saber conjugar, com simplicidade, e mostrar caráter. É isso que Alfaiate da Lixa vai fotografar.

Isabel 17Nov2011

Andreia 17Nov2011

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Publicidade.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011 · Temas: ,

Aqui à uns dias, numa aula do 11º ano, e propósito da temática da urgência de oportunidades inovadoras e multiplicadoras para as áreas rurais, a conversa divergiu, saudavelmente, para o mundo do marketing e publicidade, necessária à promoção dos recursos endógenos daquelas áreas. Da conversa e troca de impressões, confrontamos-nos com uma realidade forte e muitas das vezes não perceptível: o facto de nesta sociedade ocidental sermos filhos, produtos e até órfãos da publicidade que usa e abusa da nossa ingenuidade consumista. Nada escapa e mesmo aquilo que à partida nos parece uma causa nobre, tem um fundo subliminarmente publicitário. Desta feita foi a Benetton que, num estilo muito próprio, fotomontou beijos de “unhate” entre pessoas impossíveis. O resultado? A perpetuação da sofisticação da marca e mais umas milhares de camisolas vendidas em todo mundo.

ng1712565

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A primeira etapa já está. Venha a segunda.

terça-feira, 15 de novembro de 2011 · Temas: , ,

O concurso nos@europe acabou de divulgar os resultados da primeira etapa e, imaginem quem passou à fase seguinte? A equipa Lixa que representa a nossa escola (desde já esclareça-se o nome: aquando da inscrição no concurso, por lapso, o pormenor… do nome passou ao lado e a organização batizou-nos assim o que até se torna bastante interessante e oferece várias leituras…).

ResultQuiz

Pela análise dos resultados, verifica-se que ficamos bem classificados, atendendo a que disputamos a prova na região mais competitiva de todas, a Região Norte, com um total de 38 equipas a concurso para apenas 6 vagas. Foi muito mais difícil a disputa neste círculo, digamos assim, do que por exemplo na região do Algarve, onde a totalidade das 4 de equipas concorrentes passaram à 2ª fase, independentemente do número de questões corretamente respondidas e do tempo total de prova, que constituíam, respetivamente, os fatores de classificação e desempate das equipas.

Por último, o nosso 4º lugar bem que podia ter sido um 3º ou mesmo um 2º lugar, visto que mesmo depois de reverem a prova toda, os alunos decidiram analisar uma ou duas questões mais a fundo, que no entanto já estavam decididas. Ummmhh, acho que alguém não leu corretamente as regras de concurso e esqueceu do primeiro fator de desempate: o tempo de prova!

Bom. Por agora missão cumprida. Venha a segunda prova: uma prova de texto sobre Causas e consequências da crise. Venha ela, cá estamos nós para a resolver.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Estórias rurais de “faca e alguidar”.

domingo, 13 de novembro de 2011 · Temas: , ,

Em jeito de revisão da matéria dada, a Geografia A convidou os seus alunos a assumir a sua profunda vocação agrícola e, de uma forma teatral, transmiti-la ao grande público adepto do ZapCanal. Ora, o resultado está à vista e é pleno de êxito. As famílias Aleluia, Pacóvio, Gervásio e Ambrósio, fabricaram sete pequenas estórias agrícolas, com muita “faca e alguidar” à mistura, que nos fazem divertir e sobretudo aprender. Aliás, a inclusão da matéria agrícola era uma das premissas para esta atividade que deixaram o professor de Geografia muito contente! A repetir.

Por uma questão técnica, optou-se por dividir estas estórias em duas partes, que correspondem às aulas das duas turmas. Como cada uma das estórias se prolongava para além dos 10 minutos, optou-se também por realizar alguns cortes e estabelecer uma síntese proporcional ao tempo de atuação, procurando manter, tanto quanto possível, o fio condutor da estória.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A propósito do concurso das 7 Maravilhas da Terra.

sábado, 12 de novembro de 2011 · Temas:

A fundação suíça New7Wonders depois de quatro anos de trabalho e um escrutínio on-line, elegeu as sete maravilhas naturais do mundo. São elas: a Amazónia, a Baía de Halong, as Cataratas do Iguaçu, a Ilha Jeju, o parque nacional de Komodo, o rio subterrâneo Puerto Princesa e a Table Mountain, num total de 440 locais em 220 países.

No entanto, este tipo de seleções e a forma como são realizadas, apresentam muitas dúvidas e alguma polémica. Em primeiro lugar, é extremamente subjetivo definir este ou aquele lugar como o mais belo. Se perguntarmos a um brasileiro e a um norte-americano as suas opiniões, obtemos duas respostas diferentes. Em segundo, a seleção teve o alto patrocínio dos países interessados, tentando capitalizar deste modo os seus recursos naturais, capazes de impulsionar a industria turística. Por último, uma votação on-line é sempre falaciosa e nada prova.

Portugal também teve a sua dose destes concursos. Copiamos mais uma vez a fórmula estrangeira, aplicámos à nossa realidade, que não é feita daquelas grandezas, e como se esperava o resultado foi triste e em vez de unificar um país (já de si pequeno) acicatou regionalismos saloios, com autarcas a promover monumentos e “maravilhas” naturais sobre as quais simplesmente nem sabiam falar. Aliás, a ultima edição desta “fórmula”, descoberta pela nossa RTP, foi ainda mais ridícula e elegeu a maravilha gastronómica do país. Foi fantástico, passamos o verão a ouvir falar da alheira e o do caldo verde e das virtudes dos mesmos em relação aos outros concorrentes: as tripas, os pastéis de Belém, etc! Cheguei a ver o autarca de Valença do Minho a ser entrevistado e questionado em direto, e durante uns bons 5 minutos, a propósito da defesa do caldo verde em relação aos outros concorrentes! Simplesmente hilariante.

Por último, e ainda a propósito das 7 Maravilhas da Terra eleitas, fica aqui um excelente sítio de fotografia em 360º (enviado pelo Prof. Luís) que, entre outros locais, contempla as cataratas da foz do Rio Iguaçu, situadas na fronteira entre o Brasil e a Argentina.   

AirPano

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Capitão Falcão!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011 · Temas:

Se há alguma coisa pela qual ainda vale a pena esperar no panorama televisivo e, vá lá, cinematográfico nacional, essa coisa é sem dúvida as aventuras do Capitão Falcão. Trata-se de uma produção da Individeos, uma produtora nascida no Porto, que já nos ofereceu o Mundo Catita que a todos estranhamente divertia! Ora, este Capitão Falcão é também uma coisa estranha e altamente sarcástica, baseada num herói Salazarista que perseguia comunistas, imagine-se! Promissoramente divertida, vejam o delicioso trailer de apresentação.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Eleições para a AEESL 2011.

domingo, 6 de novembro de 2011 · Temas: , ,

O Zap imiscuiu-se na disputa partidária para as eleições da Associação de Estudantes da ESL e entrevistou os vários candidatos à presidência (um deles, o Marco Teixeira da Lista E, foi convidado mas não compareceu à entrevista). Das entrevistas, realce-se o tom comum de cordialidade e reconhecimento pelo trabalho e esforço empregues na campanha. Nesta entrevista, os candidatos foram também convidados a prenunciarem-se sobre as suas propostas e as propostas alheias, que uns consideraram exequíveis e outros não. A ver e comentar.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Geopalavras no concurso NOS@EUROPE.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011 · Temas: , ,

O Geopalavras vai selecionar 4 alunos para participar no NOS@EUROPE e viajar até Bruxelas! Do que se trata? É um concurso escolar organizado pela Universidade de Aveiro, no âmbito de uma iniciativa da Comissão Europeia através do Centro de Informação Europeia Jacques Delors. «- Sim, sim… mas do que é que se trata mesmo, mesmo?». Bom, consiste num concurso com várias Provas de seleção:

  • QUIZ sobre a temática «O desafio da Recuperação Económica e Financeira», realizada online no dia 11 de novembro e em que participam as equipas do ensino secundário e os alunos do ensino superior inscritos. Passam à fase seguinte as 4 equipas com melhor classificação, por região e 3 alunos do ensino superior.
  • Prova de Texto sobre as Causas e consequências da crise, submetido no dia 16 de dezembro de 2011 no sítio do concurso.
  • Prova de Vídeo sobre o tema Inovação, conhecimento, empreendedorismo e regeneração de negócios como forma de ultrapassar a crise, carregado no YouTube no dia 13 de janeiro de 2012.
  • Grande Final onde participam 7 equipas, uma por região, com base nas avaliações da prova de texto e vídeo. A prova decorre em duas fases: no dia 2 de março, as equipas submetem um resumo sobre o tema selecionado; a 9 de março, cada equipa apresenta e defende o seu trabalho numa sessão presencial na Universidade de Aveiro.

nos@europe cartaz_A4

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A falta de horas de sono dos alunos.

· Temas: ,

A falta de horas de sono é um facto de grande evidência dentro de uma sala aula. É nítido no rosto, desconcentração e apatia, que há muitas horas de sono em débito, trocadas pelos abusos de uma televisão tardia, pelos jogos de computador e sobretudo pela troca de mensagens nas redes sociais. Aliás, na escrita deste artigo, vasculhei um pouco dos “facebooks” de alguns dos meus alunos e, pasme-se (ou não), encontrei diálogos muito edificantes… estabelecidos às 4 horas da manhã, o que atendendo à hora de entrada nas aulas do dia seguinte, corresponderá a umas míseras 3 a 4 horas de sono.

Calvin e Hobbes Dormir

Ora, é sabido dos graves prejuízos em que a falta de horas de sono e descanso se traduz. Cansaço e sonolência, irritabilidade, desatenção e dificuldade de concentração, são apenas alguns dos sintomas de uma ou várias noites de pouco sono que, a longo prazo, afetam seriamente a saúde. De facto, é durante o período de sono que se verifica a produção de hormonas «que desempenham papéis vitais no organismo». Um exemplo é a hormona do crescimento, que contribui para o desenvolvimento muscular, evita a acumulação de gordura, melhora o desempenho físico e combate a osteoporose.

Mas não é tudo. Para além de ser importante respeitar a nossa dose diária de horas de sono (que varia de indivíduo para indivíduo), temos de saber adormecer. Segundo Marta Gonçalves, médica especialista em sono no Hospital de S. João, «é preciso mudar atitudes em relação ao sono, deixando que o sono aconteça sem uma pressão excessiva para tal”. Para isso, devemo-nos deitar apenas quando temos sono e não fazer nada de estimulante na véspera de ir dormir. O quarto deverá ser encarado como o sítio para dormir e não deverá possuir “tentações” estimulantes como a televisão, o computador ou o telemóvel, passíveis de perturbar a indução do sono.


Fontes:

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Dia de Todos-os-Santos (festum omnium sanctorum).

terça-feira, 1 de novembro de 2011 · Temas: , ,

Estamos na noite da banalização do susto, num ritual de raiz Celta, cuja crença no regresso dos espíritos das pessoas mortas durante a noite, para se alimentar e assustar as pessoas,  forçavam a população a vestir-se com máscaras assustadoras para os afastar. Ora, aqui está uma boa ideia para tentar afugentar alguns dos “figurões” que tanto nos diabolizam a vida nestes últimos tempos. De facto, nada como uma máscara de Zorro, ou mesmo de Robin dos Boques, para tentar manter à distância o FMI, o Banco Mundial ou mesmo alguns dos figurões governativos. Para mais informações sobre o tema Halloween, ver o artigo festum omnium, publicado aqui no Geopalavras.

Halloween ESL 2008V2

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This