Um mundo para explorar com o Geocaching!

quinta-feira, 25 de abril de 2013 · Temas: , , ,

Estás cansado de olhar para o mural das outras pessoas e ver fotos suas a passear no hipermercado, a estender a roupa ou a lavar os dentes? Estás farto de fazer compulsivamente “likes” sempre que este botão te aparece no ecrã? De 5 em 5 minutos consultas o teu mural na ânsia de novos comentários sobre 23ª foto que publicaste, num só dia!, a propósito da tua fantástica viagem à padaria para comprar pão logo pela manhã? Então, definitivamente, este conselho é para ti: arruma um programa de GPS para o teu telemóvel, salta para a rua, apanha sol e parte à procura de pistas escondidas pela comunidade Geocaching.

Logo Geocatching

O que é o Geocaching? É simples: regista-te no site do Geocaching, nele descobre as pistas que existem numa determinada área e obtém as suas coordenadas de latitude e longitude; depois segue para o campo e descobre a “cache”, sem te esqueceres de a repor no seu local inicial; depois é só registares a tua descoberta no site do Geocaching. Simples!

O site da comunidade Geocaching está repleto de informação, inclusivamente em português, com uma série de folhetos e vídeos muito úteis. Fica aqui um que sintetiza toda a ideia deste passatempo desportivo ao ar livre. Bons “caches”!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O polémico tema da construção de barragens.

terça-feira, 23 de abril de 2013 · Temas: ,

Dada a forte divergência de opiniões causada pelo tema da construção de barragens, prolongamos o debate de aula para o Geodilema, com seguinte mote:

Com a construção de barragens armazena-se água, produz-se energia, regularizam-se os rios mas, perde-se paisagem, biodiversidade, património e qualidade da água. Tudo isto são factos perante os quais se levantam algumas questões:

  • O turismo, altamente propagado pelos defensores das duas posições, resulta melhor com a criação de um enorme lago ou com a preservação do ambiente e património?
  • Com a retenção / armazenamento da água estamos a proteger este bem precioso ou a degradá-lo?
  • O desaparecimento de aldeias seculares é um mal necessário em prol da maioria da população?
  • A destruição de campos agrícolas, paisagem e biodiversidade, não será um entrave ao tão propagado desenvolvimento do interior?
  • O realismo económico e a necessidade de aproveitar os poucos recursos naturais que dispomos justifica a construção de barragens?

Barragens Subida Cota

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Curtalix.

segunda-feira, 22 de abril de 2013 · Temas: ,

Ora aí está uma coisa bem fixe para tu participares até quase ao fim do ano: o Curtalix.! E o que é? É um festival de curtas metragens organizado pelos alunos e professores do curso multimédia da Escola Secundária de Lixa, e vai assim:

«O festival tem como principal objetivo a promoção dos valores culturais e artísticos, nomeadamente cinematográficos, num contexto vocacional, promovendo a criatividade e originalidade, dos alunos do ensino secundário, em especial para os cursos profissionais da área da multimédia [e podem] concorrer curtas-metragens nas categorias de: Animação, Documentário e Ficção, com duração entre 5 minutos e 30 minutos no máximo».

Curtalix

Ora, se por acaso estiveres interessado em concorrer, sabes que podes contar com a nossa ajuda técnico-tática  e com a tua criatividade. Se quiseres saber mais, consulta o folheto oficial e o site do Curtalix. Ah! As inscrições acabam no dia 13 de maio, despacha-te e faz a tua aparição!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O dossier barragens.

sábado, 20 de abril de 2013 · Temas: , ,

Aquilo que se propõe com este dossier barragens é que te documentes sobre a dilemática questão da construção de barragens nos rios nacionais. Na verdade, ninguém duvida da necessidade e utilidade das barragens. Contudo, com o florescimento de novas formas de aproveitamento energético e uma nova forma / sensibilidade na gestão dos recursos hídricos, a sua construção é muitas das vezes colocada em causa por parte de populações e grupos de pressão ambientalistas.Logo Dossier Barragens Gr

Perante este confronto, há que fundamentar uma posição. Este dossier deverá assim proporcionar-te a obtenção de uma posição firmada sobre o assunto, e preparar-te para um debate / troca de ideias onde terás de emitir uma opinião.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A escola decorada pela primavera.

quinta-feira, 18 de abril de 2013 · Temas: ,

O novo acordo ortográfico fez a primavera perder a letra maiúscula mas,  sinceramente, não entendemos a razão, pois a sua luz e o seu jeito especial para decorar a paisagem, é merecedora de letra grande. Fica aqui a ESL decorada pela primavera.

ESL Abril 2013

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Os 12876 metros de um Sábado Diferente.

terça-feira, 16 de abril de 2013 · Temas: , ,

Dita a máxima popular que quem canta seus males espanta; acrescente-se o improviso da dança, a gargalhada fácil mas genuína, a adaptação perante a mais inusitada situação, e fica definido o Sábado Diferente deste fim de semana passado, calcorreado no Porto, no Parque Biológico de Gaia e nas Freguesias de Avintes e Oliveira do Douro. E, se nestas viagens o destino é sempre importante, não faria sentido se assim não fosse, é todavia quem participa que lhe incute valor. Foi assim no passado, aconteceu também desta vez.

SB Biorrama

Na chegada ao Porto, já ao fim da manhã, o sol rasgou em força o centro da cidade que, neste dia da semana, adquire sempre um bulício particular no qual nos promiscuimos e nos deixamos ir até parar para almoçar. Almoçados, seguimos rumo ao parque que nos surgiu perfumado pela primavera acabada de despontar. É na verdade, um espaço de excelência pedagógica e uma referência nacional na área da biodiversidade.

Findo o circuito de 3 quilómetros de fauna e flora, e conforme o planeado, perdemo-nos. Para isso usamos passo ligeiro, gps,  uma cantoria que não deixou ninguém indiferente, e 3 horas depois, lá chegamos à Avenida da República, no centro de Gaia e já bem próximo do nosso destino final.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Manda postais!

quinta-feira, 11 de abril de 2013 · Temas: , , ,

Há quanto tempo não envias postais? Certamente há muito, talvez até deixares de acreditar no Pai Natal… Ora, para recordardes os bons velhos tempos em que lambias avidamente um selo de 45 cêntimos e o martelavas, de punho fechado, no verso dos postais, surgiu o Postcrossing! É um website que te permite enviar postais para desconhecidos por esse mundo fora e, em troca, receber outro! Simples? Sim, genial.

LogoPostcrossing

E como é que isso se faz? Primeiro regista-te no Postcrossing; depois do registo, pede para enviares um postal. Deste modo, o site enviará para o teu email uma morada aleatória de outro membro registado e um postcard ID, uma espécie de código de identificação, que deverás incluir no postal a enviar. Quando o membro receber o postal que tu enviaste, deverá registá-lo usando no postcard ID recebido no website. A partir deste momento ficas habilitado a receber postais e local de onde eles provêm é uma surpresa.

Não uma ideia nova. Trata-se de reinventar e sofisticar o passado, humanizando uma das mais interessantes facetas da Internet, a sua capacidade global.

Postal

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

É bom perdermo-nos!

terça-feira, 9 de abril de 2013 · Temas: , ,

Portugal é um país ótimo para nos podermos perder! E quando nos referimos a perder, falamos da visão estrita do termo, ou seja, extraviarmo-nos no nosso próprio caminho. Na verdade, como país secular e intricado que somos, abundam os caminhos quase redundantes, repletos de pormenores, gente e curiosidades, ótimos para nos deixar ir.

E se esta verdade é ubíqua em todo o território, no noroeste continental o povoamento disperso e geografia acidentada trataram de a exacerbar num rendilhado quase impossível de perceber, mas ótimo de usufruir. Deambular por ruas e caminhos que não conhecemos, perdermo-nos e voltarmos a encontrar o caminho, aguça a nossa curiosidade, o poder de observação e, em última análise, melhora significativamente a nossa autoestima, é delicioso!

Tudo isto a propósito do próximo Sábado Diferente, que se prevê acontecer num pequeno intervalo do mau tempo que nos acompanha há demasiado tempo. Diz-se que «a sorte protege os audazes», acreditamos! Assim, o sol vai ser útil para pôr em prática várias técnicas de orientação nos caminhos mais ou menos rurais da Freguesia de Avintes, onde se situa o Parque Biológico de Gaia.

 
Ver Do Parque a S. Bento. num mapa maior

Se estás inscrito ou mesmo na lista de reserva, dado que excecionalmente este SB vai contar com 17 alunos, procura perceber (instalar) se tens uma aplicação de GPS no teu telemóvel (Google Maps ou o Ovi Maps da Nokia, por exemplo), que se tornará extremamente útil na procura do caminho de regresso até ao centro do Porto.

Em jeito de curiosidade, feita uma simulação no PC, a estimativa aponta para cerca de 10 quilómetros de percurso, mas como vamos andar para trás e para frente a reconhecer o caminho, é bem possível que se acresçam mais dois ou três. Assim: 12 no percurso, mais 4 no parque e 2 no Porto, correspondem a mais ou menos a 18 quilómetros! Nada mau, até porque se convertemos todos estes quilómetros em calorias, e a uma média de 660 calorias gastas por hora, 3 horas de caminhada corresponderá a 1980 calorias! Mais ou menos o correspondente ao Big Mac + Cheese Burguer + Coca-Cola de 40cl + mais o Sundae de caramelo que, com grande probabilidade, vais querer comer antes de regressarmos de comboio a casa (certamente no das 21.30 com chegada a Caide 1 hora depois). Por isso, vai treinando… na caminhada claro!


Fontes:

http://www.atletx.com.br / http://www.cp.pt/ / http://www.mcdonalds.pt/

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Março, um mês de muita chuva!

quinta-feira, 4 de abril de 2013 · Temas: ,

A série de dados climatológicos de março desta estação meteorológica foram interrompidos, no dia 28, com uma prosaica limpeza das instalações onde se encontra o receptor interno ligado a um computador dedicado. Este recetor, que faz a ponte (via wireless) entre os instrumentos meteorológicos instalados no telhado da escola e o software, foi desligado por incúria.  

De qualquer modo, e perante 28 dias de análise, a precipitação total do mês correspondeu a 295,9 mm, sendo que o dia mais chuvoso ocorreu no dia 25, com um valor total de 59,9 mm. Refira-se que este foi o mês mais chuvoso registado por esta estação meteorológica.

Precipmarço2013

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This