Missão final.

domingo, 20 de maio de 2018 · Temas: ,

A apresentação do nosso país daquilo “ao que vínhamos” perante os nosso pares de Erasmus, nasceu de um complexo processo de idealização, critica e reformulação, bem acatadas pelos intérpretes, que inicialmente apresentaram uma solução diferente: mais densa e longa.

Centrados numa ideia materializada no vídeo central que foi realizado por toda a equipa em pleno dia da liberdade, no Porto, focamos o seguinte: é difícil perceber e interpretar a diferença num mundo de normalidades; por isso, a sebastiânica Inês, a diferença num mundo de espelhos, não foi encontrada, nem nunca o será, se não houver coragem de aprender a agir de modo diferente. Procurá-la, é assim um desígnio que ecoa no lema do que nos reúne neste projeto internacional: os teus direitos são os meus direitos… mesmo que sejam diferentes.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário