Um esforço de pessoalização.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017 · Temas: , ,

É um reparo constante, dentro e fora da escola: o rosto raramente surge e mantém-se por detrás das publicações, fotografias e vídeos. É um pouco ao arrepio que o fazemos, sobretudo nestes tempos de ultra exposição, quase obscena; é uma coisa “old school”, herdada dos Peanuts ou dos filmes iniciais do Spielberg, onde os rostos barbados e a voz grossa, ou até salto alto, dificilmente surgiam. E quando isso acontecia, eram sempre vilões e malfeitores de todo o tipo!

EuGeopalavras

Ora, estamos em crer que não somos exemplo destes últimos (exceto, a dar notas, dirão alguns…). Isto, porque a nossa primazia é outra, e vai de acordo com o lema do Geopalavras, que aqui relembramos: “[…] é um sítio de divulgação geográfica, científica, cultural e artística, que se expressa através de inúmeros projetos. É um sítio de convergência de saberes e sensibilidades, feito por alunos e coordenado por professores».

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

2 respostas a: “Um esforço de pessoalização.”