O amigo Leonardo Coimbra.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014 · Temas: , ,

Leonardo José Coimbra foi um filósofo, professor e político português. Enquanto Ministro da Instrução Pública de um dos governos de Primeira República Portuguesa, lançou as Universidades Populares e a Faculdade de Letras do Porto, fundou o movimento Renascença Portuguesa, e evoluiu do criacionismo para um intelectualismo essencialista e idealista, reconhecendo a necessidade de reintegrar o saber das "mais altas disciplinas espirituais", como a metafísica e a religião. A EB23 Leonardo Coimbra tem o seu nome.

leonardo coimbra by geopalavras on photosynth


Fonte: wikipedia

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Por entre o indizível.

terça-feira, 28 de outubro de 2014 · Temas: ,

O sábado passado fez-se com detalhes, pormenores de descoberta própria em lugares comuns, mas repletos de substância. Ruas, mercados, estações ou monumentos, sabem não àquilo que são, mas àquilo que entendemos, e o palato vai-se refinando com idade. Na verdade, o importante é começar.

Untitled-2

Ficam umas guloseimas fotográficas não habituais a estes Sábados Diferentes, não porque as tivéssemos pensado, mas sim por necessidade, que ilustram o rendilhado do dia.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Objetivos para um certo teste do sétimo ano.

sábado, 25 de outubro de 2014 · Temas: , ,

No Geopalavras é mesmo assim, tanto estamos a falar de drones, Sábados Diferentes ou de “App´s” que ajudam na previsão do estado de tempo, como falamos daquilo que é tão essencial: os objetivos para um primeiro teste de Geografia da temporada, que estão arquivados no Geoarquivo, na pasta dedicada ao sétimo ano.

Untitled-1r

Mais, decidimos ir um pouco mais além e criamos no fórum do Geopalavras, o Geodilema, um tópico de discussão com o seguinte tema: Dúvidas para o 1º teste de Geografia da temporada 14-15. Sabemos bem que o título não é lá muito feliz, soa a coisa antiga, mas é elucidativa.

Mas afinal o que se pode fazer neste fórum e nomeadamente neste tópico de discussão? Basicamente tirar dúvidas! É que com estas “modernices” das telecomunicações, bem que podemos estar à distância, na praia e a comer uns “brutos” de uns gelados, e a participar no fórum tirando dúvidas ao nossos queridos alunos do sétimo ano que, certamente, se vão “esfolar” a estudar para Geografia neste fim de semana. E isto apesar do verão inédito que se vive na rua! Estamos confiantes.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Fisicoisas!

sexta-feira, 24 de outubro de 2014 · Temas: , ,

Pois é, há juventude que se agarra ao Facebook e dele faz passatempo; mas felizmente há outra, promissora e bem precoce, que dedica a criar “sites” sobre Física e coisas afins, talvez menos pródigas do bem comum. Tratam-se de dois cientistas do sétimo ano de escolaridade, o João Goucho e o Henrique Carvalho, que falam “[…] de coisas científicas”, em jeito de questões desafio, tais como: será que poderíamos viver em Marte? Ou, outra fabulosa questão: é perigoso viajar à velocidade da luz?Imagem1

Como decerto convirão, estas questões versam não só a Física, mas também o quotidiano de muitos alunos navegantes. Senão vejamos; para a primeira questão, a resposta é um absoluto sim! Basta ver a quantidade de “gera” que vegeta nos cafés em torno da secundária, onde o fumo e etecetera abunda, para constatar que se ali se sobrevive, então passear em Marte é uma brincadeira de crianças. Quanto às viagens à velocidade da luz, e pela experiência que temos, simplesmente podemos afirmar que têm sido realizadas por muitos alunos aquando do segundo toque, mas claro está que em nada devem ser contributivas para saúde avaliativa daqueles!

Mas nada com dar um pulinho, não à velocidade da luz, ao Fisicoisas, onde estas e muitas outras curiosidades deliciosas surgirão! Partam lá…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Do papel moeda ao vinho do Porto.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014 · Temas:

O calor, aquele que aparece tardio, no outono, acompanhou toda a visita de estudo de ontem das turmas G e H do décimo primeiro ano, e ajudou, ajudou muito ao palmilhar de ladeiras, escadas e recantos da Cidade. De repente, parecia estarmos no culminar de mais um ano letivo, naquela época prazerosa, leve, onde se aplica e vislumbra com satisfação  tudo o que se aprendeu. Mas não, estávamos no outono! É tempo de castanhas, não de gelados, e o trabalho mal começou.

MuseuPapelMoedaVinhoPorto-001

Conscientemente enganados, estacionamos no parque de estacionamento da entrada sul do Parque da Cidade do Porto, pertíssimo da Fundação Cupertino Miranda, que nos acolheu e guiou através da história do dinheiro e ao longo de uma belíssima exposição do pintor Dominguez Alvarez, que não deixou ninguém indiferente.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Breve história do Susto…

terça-feira, 21 de outubro de 2014 · Temas: , ,

Com a época do susto quase a arrepiar, resolvemos convocar gente de palmo e meio, que melhor entende destes assuntos, para nos ajudar contar a verdadeira história dos sustos, ou algo mais ou menos parecido! E como vamos fazê-lo? Simples, quem entender participar, e tiver autorização para isso, deverá inscrever-se previamente nesta lista de inscriçõesBreveHistóriadoSustoCom autorização pedida lá em casa… há que desenrascar o verdadeiro material de “susto” (não valem coisas que ainda mexem ou com muitas patas…), ir treinando com o cão ou o gato e, entre os dias 27 e 31 de outubro, comparecer individualmente, ou a par, na Biblioteca da EBLC, para gravar um susto de 10 segundos. Os sustos, que se esperam arrepiantes…, serão organizados numa espécie de documentário narrado, que aqui será publicado via Vimeo. Baaaaaaaahhhhhhhh!!!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma espécie de interlúdio de S. Martinho.

domingo, 19 de outubro de 2014 · Temas: , ,

Cíclico, este calor aparentemente anormal de outono, é habitual nesta altura do ano e pode repetir-se. Todos os anos, no fim de outubro ou início de novembro, dá-se a «migração temporária para nordeste do anticiclone dos Açores que, estabilizado próximo de França e da Península Ibérica, estabelece uma situação de bloqueio à circulação oeste. Pelo contrário, com o anticiclone tão afastado da sua posição média, o arquipélago açoriano é sucessivamente atingido por ondulações frontais ou por depressões desprendidas cujos efeitos são sintetizados pelo adagiário meteorológico açoriano: se o inverno não erra o seu caminho, cá virá no S. Martinho»1.

Verão s.martinho migração anticiclone

Na América do Norte, esta ocorrência denomina-se por Indian Summer, termo provavelmente relacionado com o clima verificado no Oceano Índico, onde os navios de carga eram marcados no casco com a inicias da expressão inglesa, “S.I.”, para definir até que ponto deveriam ser carregados e assim navegar com segurança  naquele oceano e neste período. Já no Reino Unido, este bom tempo é relatado como  All Hallowen summer ou Old Wives’ summer, devido à proximidade das datas implícitas.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

“App´s” para saber do estado do tempo na Lixa.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014 · Temas: ,

Como é sabido, a Escola Secundária da Lixa possui uma Estação Meteorológica em funcionamento ininterrupto, desde há cerca  de 4 anos, cujos dados obtidos: intensidade do vento e a sua direção, humidade, precipitação e pressão atmosférica, são debitados continuamente para o sítio Weather Underground, que agrega outras estações meteorológicas vizinhas e análogas, cruza os dados obtidos, e realiza previsões meteorológicas dedicadas.

O sítio de registo de dados beneficiou recentemente de uma significativa melhoria gráfica, que permite a leitura simultânea, e cronológica de um dia, semana, mês ou até ano, dos dados obtidos. O exemplo seguinte reporta-se ao registo diário do dia 16 de outubro de 2014.

1MeteoESL

Mas uma outra grande virtude da integração da nossa estação nesta rede meteorológica, reside nas previsões meteorológicas regionais criadas pelo sistema denominado por BestForescast. Este congrega informação de 29 mil estações meteorológicas espalhadas pelo mundo inteiro e permite, por exemplo, a realização de previsões meteorológicas regionais até 10 dias. O exemplo seguinte mostra a previsão do estado de tempo para a região da Lixa durante os próximos 10 dias.

2MeteoESL

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Depressão noroeste.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014 · Temas:

As chuvas dos últimos dias, fortes e intensas, têm um culpado: uma enorme baixa pressão que se encontra estacionada a noroeste do território de Portugal Continental. Como é visível na sequência animada de fotografias de satélite, que se reporta ao intervalo compreendido entre as 21 horas do dia 14 de outubro e as 19h do dia seguinte, a ação ciclónica arrasta consigo ar subtropical marítimo, provocando temperaturas amenas e um estado de tempo muito chuvoso.   

15 de outubro 2014

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sábado Diferente: Porto de Descobertas.

terça-feira, 14 de outubro de 2014 · Temas:

Não é inocente o batismo deste primeiro Sábado Diferente da temporada. Se por um lado, com esta visita, queremos mostrar e viver a Cidade de referência da região, por outro, visitá-la, não é mais do que um ponto de partida para o muito que se adivinha aos aprendizes de Técnicos de Turismo, que ainda há pouco começaram a caminhar. Auspicioso, portanto.Untitled-1E o que se vai fazer no próximo dia 25 de outubro? Tudo; sem grande programação, que é do que se trata estes Sábados Diferentes, aprender com autonomia e criatividade. O Porto é uma cidade ótima para assim começar. Não dispensamos, no entanto, de subir colinas, mirar a cidade de pontos altos, focar pontos turísticos da cidade e perceber como esta se tem adaptado a uma literal invasão estrageira, que palmilha toda a cidade sempre com um sorriso no olhar. Neste Sábado Diferente, também vamos ser estrangeiros.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Google Earth: atualização das fotografias da Lixa.

domingo, 12 de outubro de 2014 · Temas: ,

E passados quatro anos, eis que surge uma nova atualização das fotografias do mapa global Google Earth da região de Felgueiras – Lixa. São fotografias que datam de 2014, obtidas por uma empresa operadora de satélites, a DigitalGlobe, que utiliza uma constelação de satélites que orbitam a Terra a poucas centenas de quilómetros de altitude, obtendo, desse modo, fotografias de elevada resolução.

Fotografia 2014

Esta atualização, de onde se retirou o extrato acima representado, abrange as duas principais escolas do Agrupamento de Escolas da Lixa, está disponível na Galeria de Mapas da Google, mas ainda não consta do Google Earth ou Google Maps, na sua versão para PC, embora conste nas respetivas versões de Android. As fotografias foram obtidas pela manhã (sombra das árvores) algures pelo início da primavera (visto os milheiras ainda lavrados, ou sem germinação aparente e a notória folhagem verde das caducifólias).

Fotografia 2010

Comparativamente ao último conjunto de imagens, obtido em 2010, são notórias as diferenças de resolução e, obviamente, de atualização. A título de exemplo, a Escola Secundária da Lixa ainda mantinha o antigo edifício e sem obras aparentes.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Das janelas B, C e D.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014 · Temas: ,

As janelas das casas B, C e D também nos oferecem paisagens surpreendentes, que os seus habitantes trataram de reproduzir fielmente sob o fio de um lápis muito especial. Delas ficam aqui alguns esboços, com os seus fabulosos e hiperbólicos planos, de alguém com uma visão diferente dos demais.

Pedro Costa - 7D - Aparecida

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sábados Diferentes, uma nova temporada.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014 · Temas: ,

Passado o frenesim do início das aulas, surge o tempo certo para anunciar mais uma temporada dos Sábados Diferentes, que se anuncia com várias novidades. Para já, a edição deste ano conta com uma equipa completa de novos protagonistas, e não é uma equipa qualquer, trata-se de um conjunto de técnicos altamente especializados nesta “coisa” dos roteiros pedagógicos, leia-se turísticos, que nos vão levar a locais conhecidos, mas sempre reinventados. É, na verdade, o 10ºG, carinhosamente Décimo Gato, que o Geopalavras adotou neste ano letivo para muita, muita coisa… diferente.

SB - 2014-2015

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Paisagens das janelas E e G.

terça-feira, 7 de outubro de 2014 · Temas: ,

As paisagens, matéria prima da geografia, quando observadas por gente de palmo e meio, ganham pormenores invisíveis, torcidos segundo uma lógica do que importa e não necessariamente do que é. É um olhar confere ao traço do lápis o magnífico poder da hipérbole e  que nos devolve, afinal, toda uma realidade baseada nesta figura de estilo. Ficam aqui algumas pospostas hiperbólicas das Casas E e G; muito em breve se seguirão as propostas das Casas B, C e D.

Henrique Carvalho - 7G - Vila Verde

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

A escola e o Programa AdaPT.

À boleia de uma candidatura da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, a ESL, e nomeadamente o Geopalavras, caiu no radar daquela entidade, que nos endereçou um convite de integração na candidatura ao Programa AdaPT.

Programa AdaPT

De entre 4 áreas de projeto passíveis de candidatura, a UP candidatou-se, tendo ficado em primeiro lugar, ao projeto Educação e prémio Alterações Climáticas, que pretende integrar e complementar a educação ambiental em matéria de alterações climáticas. Por outras palavras, dinamizar as escolas participantes, cerca de 20, a trabalhar com os alunos na elaboração de propostas concretas de medidas de combate às alterações climáticas para implementação nas instalações escolares.

Melhor ainda, há prémios para as melhores propostas escolares (Prémio Alterações Climáticas, Prémio Adaptação e o Prémio Mitigação), tendo em vista a sua implementação na respetiva escola. Naquilo que nos diz respeito, já estamos a formar um equipa e esboçar ideias. Gostamos, notoriamente destas questões e adoramos prémios!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Agora pode chover, já temos udómetro!

sábado, 4 de outubro de 2014 · Temas: , , ,

Instalamos um novo udómetro na estação meteorológica da ESL e agora, que venha a chuva! Na verdade, as medições de precipitação da nossa estação meteorológica estavam paradas desde janeiro último, quando o recetáculo do anterior udómetro partiu com uma forte queda de granizo.

estação meteorológica da esl by geopalavras on photosynth

O processo de aquisição, de meses, de um novo instrumento de medição foi demorado, pois não é fácil mexer com dinheiros públicos e, para cúmulo, ter de importar este equipamento. Mas está feito e reposto, sendo que o ritmo de precipitação, temperatura, humidade relativa, direção do vento e pressão atmosférica, pode ser seguido com detalhe aqui.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

LabQuest: um jogo de ciência em aplicação móvel.

· Temas: ,

«E se te pedissem para ajudares um cientista a salvar o mundo enquanto jogas no teu smartphone ou tablet, eras capaz?». Pinta, não era é! Pois, e é  fácilérrrriiiimo fazê-lo! Basta ires ao Google Play e “sacar” um jogo aventura do Dr. Bright, um jovem cientista internacionalmente premiado, foi fechado num laboratório pelo invejoso Dr. Cell.Untitled-5Adoramos estes nomes, adoramos a ideia, e agora com a chuva de regresso, podes ficar mais quietinho em casa e,  entre outras coisas, ajudar a libertar a personagem principal, respondendo acertadamente a várias questões de ciência. De sala em sala, as perguntas e desafios são cada vez mais difíceis até ao último nível. Boa sorte!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

E ao décimo quinto dia regressou a internet.

· Temas: ,

Esta paragem forçada do Geopalavras deu-se por motivos alheios: uma tempestade e uma empresa. Curiosamente, lidamos bem melhor com a primeira, que pelo menos foi competente no seu serviço… Mas se a um nível mais pessoal esta  pausa provocou transtornos vários no dia-a-dia,  foi a nível profissional  que tudo pareceu parar e o sentimento de obliteração provou o quanto estamos dependentes desta teia mundial.

Untitled-1[7]

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This