Horas meteorologicamente estranhas.

domingo, 28 de outubro de 2018 · Temas:

Portugal registou em cerca de 24 horas, de sexta-feira, dia 26, para sábado, dia 27, talvez uma das mais estranhas narrativas de ocorrências meteorológicas, num curto espaço de tempo, no continente e ilhas. No norte, em Montalegre, nevou durante a tarde de sábado (dia 27) devido à chegada de uma massa de ar polar, que pôs fim numa espécie de verão de S. Martinho antecipado, que se prolongou até à véspera, sexta-feira (dia 26). Em menos de 24 horas as temperaturas desceram cerca de 10 a 12 graus celsius.

Horas meteorologicamente estranhas.

Já no centro sul, nomeadamente na região de Portalegre, e na sexta-feira, trovejou e choveu torrencialmente. Poucas horas depois, no sábado e a oeste dali, os fortes ventos que se fizeram sentir permitiram um incêndio florestal que lavrou numa zona de mato na localidade do Jerumelo, concelho de Mafra. Na Madeira, Funchal, as chuvas fortes ocorridas ao longo do dia de sábado, provocaram 2 desalojados.


Em suma, em cerca de 24 horas, o país assistiu ao arrefecimento da temperatura na ordem da dezena de graus; isto, enquanto ocorriam chuvas fortes no Alto Alentejo. No dia seguinte, vimos o inverno instalar-se a norte e um incêndio florestal ocorrer a sul; ao mesmo tempo, na Madeira, chovia torrencialmente.


Fontes: Público, 27 de outubro de 2018 // Diário de Notícias, 27 de outubro 2018

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário