Uma viagem de estudo e um exame nacional.

quarta-feira, 25 de julho de 2018 · Temas:

Quanto vale uma visita ou viagem de estudo para o desenvolvimento ou consolidação do conhecimento geográfico? Muito. No nosso caso, e já na faculdade, fizeram a diferença na montanha teórica dos cinco anos de curso, e fizeram-nos perceber que a natureza desta disciplina reside na sua assunção pratica, no terreno. Não admira, então, esta nossa recorrência pelas visitas e viagens de estudo, que se traduzem em alunos mais motivados e capacitados.

Viagem de Estudo GPI

Isto, a propósito do Exame Nacional de Geografia A desta segunda fase, que cruzamos com o roteiro da Viagem de Estudo: Geografia de Portugal I, que realizamos em abril passado. Analisando os conteúdos, percebemos que a volta que realizamos ao longo de 5 dias, percorre, em boa medida, factos e locais questionados ao longo dos diversos grupos de trabalho do exame.

A questão 10, por exemplo, introduz a albufeira criada pela barragem do Alqueva, e aponta para conteúdos de índole agrícola. As escolhas múltiplas derivadas da análise da imagem, a par da questão relacionada com a PAC, são coincidentes com uma boa viagem pela região, onde estes temas não podem passar ao largo, tal como aconteceu no terceiro dia de viagem, entre Portimão e Évora.

Questão 10 Exame Nacional de Geografia A 2F2018

No segundo dia de viagem, entre a Lourinhã e o Algarve, almoçamos em Sines e visitamos detalhadamente as imediações do porto que desenvolveu aquela vila piscatória. Aliás, o Porto de Sines, num eventual acordo luso com os EUA para se tornar na porta de entrada do gás norte-americano, e concorrer diretamente com o Nord Stream russo que pretende trazer à Europa gás natural da Gazprom, pode, por esta via, tornar-se em assunto de monta num bem futuro próximo.


Questão 17 Exame Nacional de Geografia A 2F2018

Por último, e ainda em sintonia com aquela viagem de estudo, o grupo 19 do Exame Nacional, apela ao desenvolvimento das Caldas da Rainha, bem no coração da Região Oeste. Adoramos este tipo de questões: oferece uma dupla opção de desenvolvimento, onde o aluno conjuga criatividade assente em cientificidade geográfica, que apela a conhecimentos que tocam a economia, a história e a lide política. É, na verdade, a Geografia em ação e é este o caminho da disciplina.

Questão 19 Exame Nacional de Geografia A 2F2018


Fonte: IAVE – Exame Nacional de Geografia A, 719, 2ª Fase.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário