Será que agora vamos mesmo abrir os olhos?!

sexta-feira, 30 de julho de 2010 · Temas: , ,

O título conquistado pela Selecção Universitária Portuguesa no Mundial de Sevens põe a nu uma realidade muito pouco conveniente do nosso país: os dinheiros e investimentos, privados ou públicos, são todos canalizado em prol de algo chamado “futebol”. Contudo, não é o desporto rei o principal motor de uma coisa singelamente chamada de “produtividade de campeão”. Passo a explicar. O que quero dizer com “produtividade de campeão” é, como o próprio nome indica e não podia ser mais explícito, possuir um título, seja ele regional, nacional ou mesmo internacional. Todavia em Portugal, para conseguir tal proeza, esbarra-se sempre no mesmo: a falta de condições financeiras que visam manter o nível altamente exigido e competitivo, próprio de “campeões”.

A selecção feminina de Rugby Sevens ficou no excelente 3º Lugar.
Ainda assim, e para realçar um pouco o feito de Sábado passado, Portugal esteve sempre muito forte e o próprio Tomas Moraiz afirmou que este título era o culminar de muitos anos de treino conjunto e, claro, muita ambição e uma grande vontade de vencer por parte dos jogadores lusos. Simplesmente, Portugal esteve exemplar no Bessa e que bom seria ver este nível de rendimento noutras modalidades. Somos um berço de campeões mas há que saber lapidar ainda mais estes diamantes sem demérito no brilhantismo desta vitória.

Para terminar, gostaria de dizer que é com grande satisfação que vejo finalmente, o Centro de Alto Rendimento para o atletismo inaugurado. Esta inauguração, que apresenta um atraso de mais de 20 (!) anos relativamente a outras potências desportivas, permite-nos finalmente alguma comodidade e elevado nível de competitividade na prática desportiva de algumas modalidades de atletismo.

Portugal sagrou-se Campeão Universitário de Rugby Sevens  2010.
 Mas se me perguntarem se é o suficiente para me deixar satisfeito e orgulhoso, respondo com um categórico não! Pois, enquanto português, estou farto de ver os vários Rankings de ténis, ciclismo, andebol, seja mesmo o que for e ocupamos posições razoavelmente satisfatórias e será necessário afirmar que temos que canalizar o dinheiro para outras modalidades?! Lembro-me de uma entrevista na SIC Noticias, onde o então Vice-Presidente do SL Benfica, Manuel Vilarinho, referiu que as modalidades do clube eram sustentadas das receitas destinadas ao futebol e que por isso não tinham tanta importância. Quando alguém desta magnitude e presença diz isto, penso que esteja tudo dito!

Parabéns à Selecção de Voleibol pela conquista da Liga Europeia e boa sorte aos atletas envolvidos nos campeonatos da Europa de atletismo…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

12 respostas a: “Será que agora vamos mesmo abrir os olhos?!”

  1. - Ó Dr. Vítor, quando estiver lá por Bragança é favor de não esquecer de nos brindar com estes excelentes comentários que põem o dedo na ferida. Força.

    ResponderEliminar
  2. Estamos bem servidos de excelentes comentadores!
    Mas penso que é algo que devemos rever, numa analise bem a fundo.

    ResponderEliminar
  3. O futebol geralmente está na base de tudo, mas está errado. Não se vive apenas para o futebol, mas sim olhar para as outras modalidades que são tão importantes como o futebol. Apesar do Futebol ser durante praticamente 1 ano e as outras terem mais destaque durante esta altura, não quer dizer que não trabalhem durante todo o ano para conseguir um bom resultado. O esforço é tanto como qualquer outro desporto, a garra a mesma e saber que é para representar Portugal tem de ser levado ainda com mais optimismo.
    Temos bons atletas e nunca lhe devemos tirar o mérito.

    ResponderEliminar
  4. Bons atletas temos sem duvida alguma, mas como ja alguem dizia " o meio condiciona os individuos". Ou seja, os miudos em pequenos, querem todos ser jogadores de futebol e não temos aquela livre oportunidade de escolha, até porque as outras modalidades em Portugal, à beira do monstro futebol, tornam-se muito pouco apelativas. Dai, tambem so se pensar em futebol,que é no fundo, a modalidade que podemos chamar mais de apelativa.

    ResponderEliminar
  5. Tens toda a razão!
    Só que é nestes campeonatos que grande parte das pessoas dizem "ai e tal, não há nenhum português". Obviamente que não há, até porque são poucos nas modalidades, e se temos um atleta em cada modalidade vamos indo.
    Há tantas outras maneiras de ser bom sem se virar para o futebol! basta ter gosto noutro tipo de modalidade. Não é só no futebol que se ganha bem :)

    ResponderEliminar
  6. Sim, mas noutros paises é totalmente diferente a forma como eles olham para o desporto. Por exemplo, nos EUA, um jogador da liga profissional de basquetebol (NBA), arriscasse a tirar por ano uns bons milhões de euros. Enquanto que em Portugal, os profissionais desta modalidade tiram um pouco mais que o salario minimo. Isto não quer dizer que não tenhamos bons atletas, até pelo contrario, para mim é uma certeza que o desporto em Portugal é olhado de forma muito antiquada e por isso paramos um pouco no tempo.

    ResponderEliminar
  7. Sim é verdade! Portugal é olhado de forma muito antiquada e consequentemente paramos um pouco no tempo. Na minha perspectiva estarem ou não estarem lá atletas para muitos é indiferente, mas depois quando se vê nas notícias: " Portugal conquista 4 medalhas" as pessoas dizem : "Só?"
    Não têm noção do que se passa à volta muito menos as modalidades que integram atletas portugueses.
    Confirma-se assim, que até no desporto há "crise".
    Há uma grande aposta nos EUA, seja no que for. Eles são bons e estão em quase tudo.O desporto é mais uma prova disso.Empenham-se e, no final,vêem bem recheados :):)

    ResponderEliminar
  8. Em Portugal, ninguém tem muita a noção de que sermos bons no desporto, é colocar o nosso pais, de vez, num plano de destaque no mapa mundial, onde podemos mostrar as nossas culturas e tradições.
    Eu acredito que se formos bons em varios desportos, os olhares mundiais vão estar colocados sobre nos e assim podemos ter um novo alento para enfrentar as hipoteticas crises que nos tem assolado, pois pode chamar turistas que nos queiram conhecer ou, eventualmente podem surgir novos investimentos, quer nacionais, quer estrangeiros!
    Mas, a pequenez e a hipocrisia portuguesa não nos deixa sonhar e ir muito longe!

    ResponderEliminar
  9. Concordo. Abria novos horizontes a Portugal que bem está a precisar!Mas, há sempre um mas....
    Resta a esperança! :)

    ResponderEliminar
  10. Claro, e é sempre bom ter dialogos destes, se fosse assim com o nosso pais, as coisas andavam melhor decerteza!

    ResponderEliminar
  11. Há que saber dialogar, e não falar por falar! :)
    Nós somos o futuro :D

    ResponderEliminar
  12. Muito boa esta troca e construção de opiniões! ;)

    ResponderEliminar