A hora do professor Bilali.

domingo, 2 de junho de 2019 · Temas: ,

Pois é, o ano letivo passou num ápice e chegamos aquela altura do ano em que o calor começa a apertar e o perfume de bronzeador não ajuda nada ao estudo que ainda tens de enfrentar até meados de julho, pelo menos... Sim, a boa vida que levaste até agora, acaba agora com o início do exames nacionais e, quem sabe, nos anos seguintes, com as frequências universitárias e a posterior labuta num emprego.

O romantismo dos 4 meses de férias grandes acabam e a vida adulta começa. Por isso, e para te ajudar, deixamos o contacto do professor Bilali, que promete quase tudo, “em sigilo” e com resultados “garantidos em 48h”.

Mas, se não fores em “cantigas” à moda antiga e de resultado duvidoso, deixamos-te aqui alguns conselhos que sacamos da Revista Saúda+, e foram escritos por uma psicóloga (brrrrrrrr!), Rita Nunes, que te podem ajudar nesta fase; pega lá:


      • Preparar um horário de estudo, pelo menos duas semanas antes do exame.
      • Nunca caias no erro de pensar que consegues estudar para um exame em apenas dois dias. Mas também não prolongues demasiado o tempo de estudo. Lembra-te que quantidade não é qualidade.
      • Faz pausas frequentes, ajudar-te-ão a relaxar e a consolidar melhor o que acabaste de estudar.
      • Planear é essencial para definires o que fazer: onde, quando e como.
      • Podes optar por fazer uma lista ou um mapa de estudo com tarefas e objetivos para cada disciplina e os horários para os concretizar - guarda mais tempo para as disciplinas mais difíceis.
      • Vê a matéria que tens de estudar para cada disciplina, divide-a pelo número de dias que faltam até ao exame. Se possível, deixa uma folga de dois dias para imprevistos e revisões dos vários temas.
      • À medida que fores completando tarefas, risca. Nada melhor do que eliminar as tarefas cumpridas.
      • Prepara-te. Certamente terás de estudar para mais do que uma disciplina em simultâneo. Estudar uma de manhã e outra à tarde pode ser uma boa solução, especialmente quando as datas dos exames são muito próximas. Evita estudar duas matérias ao mesmo tempo. Torna-se demasiado confuso.
      • Organiza-te: este é o momento de recuperar os apontamentos feitos durante o ano, os esquemas/mapas, as páginas dos manuais com informação importante sublinhada.
      • Estabelece prioridades: organiza o estudo por ordem de importância (pede ajuda ao teu professor ou explicador).
      • É tempo de usar e abusar das cores e dos post-it para tudo ser mais apelativo e fácil de reter, através da memória visual.
      • Podes gravar as partes que consideras mais importantes ou mais difíceis de memorizar. Melhoras a capacidade de memória auditiva. Mas atenção, evita usar o telemóvel para este efeito: a probabilidade de te distraíres com outras tarefas, será muito maior. O mais importante é descobrires o teu estilo de aprendizagem. Se tens boa memória auditiva, grava ou lê a matéria em voz alta. Se decoras melhor as coisas que vês, os mapas de conceitos e/ou esquemas vão ajudar-te a memorizar melhor a informação. Se gostas de escrever, desenvolve, ensaia respostas e faz resumos. Usa todos os recursos disponíveis. Faz exames dos anos anteriores.
      • Identifica as matérias mais importantes e prepara tipos de resposta. Lembra-te que podes usar os critérios de correção para melhor perceberes os conteúdos. Reserva tempo para relaxar e não penalizes horas de sono.
      • Treina o tempo de realização da prova, para uma boa gestão do tempo.
      • Se os teus professores derem aulas de preparação para os exames, aproveita-as ao máximo para esclarecer dúvidas.
      • Se achares que para ti será mais produtivo um apoio individualizado, fala com os teus pais atempadamente.
      • Não te esqueças das rotinas principais: evita saltar refeições. Reserva pelo menos 30 minutos por dia para relaxar e fazer algo que te dá prazer e, acima de tudo, não penalizes as horas de sono. O sono é reparador e ainda mais importante nas fases exigentes da nossa vida.


Fonte: Revista Saúda + nº44 – Rita Antunes.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário