O estado de tempo no Halloween.

terça-feira, 30 de outubro de 2018 · Temas:

O Vlad consultou as previsões meteorológicas realizadas pela Weather Undergroud, que coleta dados de estações meteorológicas amadoras afetas a esta rede, tal como é o caso da nossa, na Secundária da Lixa. Ora, segundo as previsões, sempre muito localizadas e no espaço e tempo, é possível dizer que, se o Halloween ainda escapa aos pingos de chuva, de domingo em diante ninguém poderá afirmar o mesmo.

Previsão ET 31 out a 8 nov

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Bertiandos.

· Temas: ,

As terras do Lima são simples de visitar! O adjetivo refere-se tanto às suas gentes, hospitaleiras e de sentido prático, como à estonteante beleza da paisagem outonal, que sem artifícios, e empurrada pela luz e sombras, necessita de ser calcorreada lentamente para ser entendida e sentida.

Bertiandos - 124

No sábado passado, aquelas terras receberam cerca de quatro dezenas de “aventureiros”, que lentamente vão colecionando o gosto pelas caminhadas e os pródigos e longos repastos, sejam eles sobre uma toalha de pic-nic, seja de faca e garfo, como que a recuperar, nostalgicamente, a magia cúmplice que se vivia na escola há uns valentes anos atrás. Venham outros iguais!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Horas meteorologicamente estranhas.

domingo, 28 de outubro de 2018 · Temas:

Portugal registou em cerca de 24 horas, de sexta-feira, dia 26, para sábado, dia 27, talvez uma das mais estranhas narrativas de ocorrências meteorológicas, num curto espaço de tempo, no continente e ilhas. No norte, em Montalegre, nevou durante a tarde de sábado (dia 27) devido à chegada de uma massa de ar polar, que pôs fim numa espécie de verão de S. Martinho antecipado, que se prolongou até à véspera, sexta-feira (dia 26). Em menos de 24 horas as temperaturas desceram cerca de 10 a 12 graus celsius.

Horas meteorologicamente estranhas.

Já no centro sul, nomeadamente na região de Portalegre, e na sexta-feira, trovejou e choveu torrencialmente. Poucas horas depois, no sábado e a oeste dali, os fortes ventos que se fizeram sentir permitiram um incêndio florestal que lavrou numa zona de mato na localidade do Jerumelo, concelho de Mafra. Na Madeira, Funchal, as chuvas fortes ocorridas ao longo do dia de sábado, provocaram 2 desalojados.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Vlad está feliz!

sexta-feira, 26 de outubro de 2018 · Temas:

E foi numa tarde parda, talvez a derradeira daquele outono que adoramos, que nós e o Vlad voltamos ao telhado da ESL para reinstalar a estação meteorológica da ESL, que o Leslie fez o favor de destruir. Reinterpretamos toda a estrutura, adaptando muitos pormenores, ora com parafuso 8, ora com PoliMax e cola quente. Derretemos também uma lata de spray acrílico nas junções, de modo a repelir humidades.

MeteoESL Esbugalhada - OUT- 2018

O resultado estético parece tirado de um filme do MadMax, mas o que verdadeiramente importa é que funcione e resista à intempérie que parece avizinhar-se na próxima semana. Se sobreviver ao inverno, continuaremos felizes!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Halloween DJ.

É isso mesmo! Na próxima semana de Halloween, nos dias 30 e 31, vais ser Disco Jockey durante um ou vários intervalos da ESL e pôr toda a gente a dançar com as tuas misturas muito assustadoras, mas não muito… E como é que isso se faz? É simples: dirige-te à biblioteca, inscreve-te na lista de intervalos disponíveis, e nós emprestamos-te uma mesa de mistura “pintarola” (clica no boneco abaixo deste texto para a veres) e um PC com software que pisca e remistura música, quase sozinho!

Halloween DJ - ESL - Outubro 2018

Ah! E muito importante! A música que trouxeres para “passar” é temática, ou seja, alusiva ao Halloween. Não queremos daquela que ninguém entende, não tem nem princípio nem fim, e não agrada ninguém! Trá-la num “pen” e põe-nos a dançar!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Geografia na Rua.

terça-feira, 23 de outubro de 2018 · Temas:

Começamos com um pedido de desculpa aos nossos fregueses do 10C e 10D, mas as fotografias de sexta-feira passada, quando materializamos a 1ª iniciativa do  Geografia na Rua neste ano letivo, foram-se (digam rápido)… Foi uma tarde que nos deliciou a nós e ao Professor Ivo, que tutela o C, pois permitiu observar uma interação inédita entre os diferentes grupos das duas turmas e um saber fazer apreciável; na verdade, o objetivo principal desta atividade. Estamos já a planear a próxima, envolvendo novamente as duas turmas e, obviamente os dois professores responsáveis.

Geografia na rua 2018 - 01

A retirada, hoje, dos mapas afixados, prende-se com a sua degradação muito acelerada, dado o pisoteio a que é sujeito corredor mais transitado da ESL (e não queremos acreditar noutra coisa). Por isso, e pouco antes de os retirar, tiramos uma fotografia para a posteridade, onde falta a turma C; desculpem.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Outono enganador.

domingo, 21 de outubro de 2018 · Temas: , ,

Por estes tempos, as ruas da baixa do Porto são percorridas ziguezagueando as hordas de turistas, que conferem ao Porto um absoluto cosmopolitismo, impensável há poucos anos atrás. É impossível, pelo menos a horas decentes, saborear as montras ou deambular “ao calhas”, como num certo passado recente, sem enfrentar filas, passeios bloqueados e a calma que certas ruas e largos nos costumavam transmitir. Claro está que essas mesmas ruas estão agora de rostos lavados e incomparavelmente mais seguras. Mas, há algo a faltar na cidade que julgávamos conhecer.

072-Outonoenganador

Não obstante, é indubitável que muita da baixa ganhou uma certa alma, não sabemos bem de que género, perdida nos anos 90 com febre construtiva que fez alargar os subúrbios e despovoar o centro da metrópole. Atualmente, com a renovação do miolo velho da cidade, o processo parece inverter-se, mas engane-se: é economicamente impossível habitar a cidade com as rendas proibitivas, inflacionadas pelo turismo.

006-Outonoenganadoroo

Ora, há que repensar tudo isto, que é o que certamente os nossos queridos fregueses do D devem estar a fazer, precisamente neste momento. Mais nada! Afinal, foram a deliciosa companhia, e o motivo, de mais um Sábado Diferente de um outono quente, enganador.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O Vlad está triste.

sábado, 20 de outubro de 2018 · Temas: , ,

A nossa estação meteorológica está em reparação devido aos elementos que lhe dão sentido, uma ironia. O vento e a chuva do Leslie foram muito fortes para uma instalação que ainda algo provisória, mas, tal como o adágio, um mal que também trouxe coisas boas; permite reforçar, ao sabor dos tempos livres, toda a instrumentação e estrutura de suporte daquela, tal como se desmontássemos  um automóvel e o voltássemos a montar com as mesmas peças, mas reinventado.

MeteoESLemRepara - 01__

Apenas o estoico pluviómetro escapou à tempestade, e por isso, os valores de vento e temperatura que têm surgido na página do Wunderground da estação meteorológica, estão errados. Com jeitinho, acertarão nos últimos dias deste outubro.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Voltamos ao campo!

sexta-feira, 19 de outubro de 2018 · Temas: , ,

O campo é dos nossos espaços favoritos na ESL. Simples e frondoso, a ele voltamos com prazer. Agora, para concluir o nosso inventário de árvores no qual se lê, sobretudo, espécies de folhosas: freixos, gingkos, carvalhos, plátanos, diospireiros, bétulas e alguns pinheiros bravos e mansos. Há também muitos arbustos.

VoltamosAoCampo - 010

Claro está que uma missão assim deverá desenrolar-se num misto de drama fiscalizador, a nossa deixa; comédia circense, a parte dos alunos; e tragédia grega, o resultado final do não trabalho de alguns. Mesmo assim, repetiremos.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Foto semanal.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018 · Temas: ,

No ano passado desistimos, neste insistimos. Mudamos a fórmula e, semanalmente vamos tentar tirar uma fotografia, literalmente no mesmo local da ESL e do mesmo ângulo, ao sabor dos estados de tempo, da temperatura, do vento e chuva, e sobretudo do ânimo dos protagonistas: uma turma de humanidades que ainda estamos a conhecer. Pelos sorrisos, promete!

fOTO SEMANAL dezD

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Olá, CEF!

segunda-feira, 15 de outubro de 2018 · Temas: , ,

Neste ano letivo, e à semelhança dos anteriores, escolhemos a rifa e caiu-nos a turma CEF da ESL. Gostamos de desafios.  É miudagem boa, para a qual temos ideias, mas muito pouco tempo semanal… dizem que são as imposições dos gabinetes da capital, que não entendem que há uma certa escola, de cariz eminentemente prático, que tem que se sobrepor ao irrealismo da teoria. Vai-se remando…

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Trajetória do furacão Leslie.

sábado, 13 de outubro de 2018 · Temas: ,

Estamos a acompanhar o progresso do furacão Leslie e, pelo que apuramos agora mesmo no Wundermap, o epicentro da agora tempestade tropical, dada a redução da categoria (força e intensidade) do furacão, dar-se-á algures a sul do Porto, na zona de Espinho, progredido já em terra para nordeste.

Trajetória Furacão Leslie - Wundermap - 23h dia 13 outubro 2018

Portanto, a sua progressão em terra seguirá uma trajetória rumo a nordeste, atravessando municípios como Paredes, Marco de Canaveses ou Amarante. A própria estação meteorológica da ESL, que esperemos comportar-se à altura de o medir, já mostra sinais da sua proximidade, sobretudo com as rajadas de vento e sua intensidade, a descida da pressão atmosférica e um ligeiro aumento da temperatura.

MeteoESL Leslie

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Sábado Diferente #1.

sexta-feira, 12 de outubro de 2018 · Temas:

Estivemos a consultar a previsão do estado de tempo para o próximo dia 20 de outubro, um sábado, e o sol sorrirá. Este dia está situado no coração do outono, estação do ano que que nos motiva, mais uma vez, a revisitar a nossa cidade, e sobretudo dá-la a conhecer: são assim os Sábados Diferentes!

Sábado Diferente Outono 2018

O tema é o outono e nele cabem assuntos múltiplos que o Porto enfrenta na atualidade: a dicotomia da renovação urbana e a gentrificação; a perda da tipicidade; aspetos culturais; o “que resta de um cidade medieval?”, entre outros.

A autorização, de cariz absolutamente obrigatório, encontra-se disponível através desta hiperligação (a password de abertura encontra-se no Classroom). A autorização contempla o programa, conselhos e regras. Por último, para participares, deverás inscrever-te nesta edição através da seguinte hiperligação. Contacta-nos.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Tiny Fuppets: uma “ganda” moca!

· Temas: ,

Descobrimos esta “coisa” chamada Tiny Fuppets há pouco, e não sabemos bem como foi possível ter-nos passado ao lado; mas já estamos viciados nela. E que coisa é esta? É uma série de animação, que satiriza os Marretas (Muppets), e cujo nome dos personagens versa assim: Kormit, Senhora Mulher, Gonzor, Tummi e Animanuel.

Tem todos uma “panca” por Sumol, panaceia para todos os males, “os diálogos parecem vir de um tradutor automático, com atores americanos a lerem-nos e legendas em inglês que são ligeiramente diferentes daquilo que está a ser dito”. Em suma: é tudo bizarro e gloriosamente estúpido (Público). É ver e desejar por mais.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O nosso canto.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018 · Temas: ,

O nosso canto ficou um encanto! Planeamos, calendarizamos e realizamos em pouco menos de uma tarde livre, o Erasmus Corner, que doravante servirá como ponto de divulgação das atividades que este programa, que mexe e motiva, repercute na escola. As  fotos fixadas no estendal fotográfico, são maioritariamente das meninas que em novembro, nos acompanharão a França, naquele que será o 4º encontro internacional de nosso projeto. Em maio somos nós a receber! 

ErasmusCorner - 08

A realização deste “corner”, serviu também para estrear novas técnicas de elaboração de materiais. As letras, por exemplo, foram recortadas em esferovite com um cortador próprio, isto após a sua projeção e desenho. Na verdade, esta técnica permite, com o seu apuro e recurso a materiais diversos, a elaboração de objetos até agora fora de alcance e de muito belo efeito.


Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Abrigo solar (3ª parte).

segunda-feira, 8 de outubro de 2018 · Temas: ,

Damos por concluída a intervenção recente na estação meteorológica da ESL, para a qual criamos um abrigo da radiação solar.  Deslocamos ligeiramente o seu posicionamento, não tendo sob si a superfície de lajes de betão que constituem a quase totalidade dos telhados (terraços) dos edifícios da ESL, e cuja inércia térmica interferia nas leituras das temperaturas registadas. Situa-se agora a cerca de 1 metro de distância do edifício, em pleno ar, suspensa por um tubo de aço inoxidável.

Estação meteorológia da Escola Secundária da Lixa

Ajustamos também a altitude do barómetro (cerca de 390 metros), a conselho do Alexandre Silva (meteopt), que amavelmente nos contactou e aconselhou (no fundo relembrou). Deu-se assim realidade aos valores da pressão atmosférica registados.

COMPORTAMENTO TÉRMICO E PONDO DE SATURAÇÃO DO DIA 6 DE OUTUBRO DE 2018 E 2016

Procedemos também a uma análise do comportamento térmico diário da temperatura registado pela estação. Nota-se, como prevíamos, menos oscilações térmicas visto o termómetro não ser agora sujeito à influência direta da radiação solar e vento. As duas curvas térmicas acima descritas, referem-se a dois dias análogos, 6 de outubro, de 2018 e 2016, respetivamente. Na segunda, e no período de maior calor, verificam-se micro oscilações de 1ºC a 2ºC, devido às causas acima apontadas.

Comparativo de temperaturas

Por último, comparamos para o mesmo dia 6 de outubro de 2018, 3 variáveis: temperatura máxima, média e mínima, entre 8 estações meteorológicas geograficamente aproximadas, uma das quais, a nossa. Se no passado as máximas diárias ultrapassavam a segunda média mais baixa em cerca de 4 a 5 graus celsius, hoje, com as intervenções realizadas: registamos a média mais elevada, a par de Guimarães (IMINHOGU2), em cerca de 1 a 2 graus celsius. Por sua vez, e muito notória, é a temperatura máxima, que neste dia foi apenas a quarta mais quente.

Em suma, os valores térmicos registados parecem agora mais em conformidade com as restantes estações meteorológicas do contexto regional. O abrigo da radiação solar e o novo posicionamento da estação, assim o ditaram.


Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Erasmus “corner”.

sábado, 6 de outubro de 2018 · Temas: ,

Comecemos pelo o anglicismo que aqui faz sentido. Este projeto Erasmus, tal como todos, estamos em crer, tem uma língua base, e é escusado dizer porquê; experimentem ouvir um húngaro a falar ou até mesmo um cipriota: impossível! Mas, voltando ao “corner”, decidimos criar um espaço mais perene, onde não tivéssemos de disputar um painel de fixação de iniciativas do Agrupamento e ou o espaço do mesmo. Por isso, conquistamos, com a alta concordância da Direção, um pequeno canto de parede onde surgirão novidades sobre o nosso projeto. Atenta!

Erasmus Corner

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Árvores por descobrir.

sexta-feira, 5 de outubro de 2018 · Temas: , ,

Há alguma coisa mais divertida para fazer do que identificar espécies de árvores? Pois claro que não! Que o diga o turno 2 do onze F, que se divertiu com os nomes científicos das árvores dos jardins da ESL. Neles, descobrimos que existem: alguns vidoeiros brancos (Betula papyrifera), muitos carvalho-alvarinho (Quercus robur), uma mão cheia de freixo-comum (Fraxinus angustifolia), e umas recém-chegadas, e belíssimas, gingko biloba (Gigko biloba). Na identificação das espécies usamos duas fantásticas aplicações para Android: o Google Lens e o PlantSnap.

DescobrirÁrvoresESL - 08

Ainda resta imenso para descobrir (identificar), pelo que se o outono continuar quente como o verão, sairemos da sala mais vezes e cumpriremos a tarefa ainda antes das primeiras chuvas. Então, com o levantamento recolhido e cruzado, faremos um mapa final que há muito se impõe na escola. Dele daremos conta futuramente.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Levamos a Alma a França.

· Temas: , ,

Deixámo-nos de missões estranhas e bigodes (deste último, talvez não…), e embarcamos na simplicidade e empenho. Para já, a nossa seleção não defraudou, e inclusivamente, sugeriu mulheres nacionais de relevo que cumprissem o seguinte objetivo proposto por França: «task 1: Each country will introduce a female key figure from their country (5 minutes focusing mainly on her achievements and her influences on society) with any ICT tool. Could you send us the presentation for October the 15th (we will be on holiday from October the 20th to November the 4th)».

Pensamos na atriz Daniela Ruah ou na artista plástica Joana Vasconcelos, mas optamos por 3 fadistas: Amália, Mariza e Ana Moura, que cremos cumprir um duplo desígnio: mostrar a alma nacional, imaterialmente perpetuado no Fado e, ao mesmo tempo, dar a conhecer 3 das suas mais nobres intérpretes femininas.

O vídeo que segue, e servirá, em França de introdução à apresentação das mencionadas fadistas, foi corajosamente sentido em frente à câmara pelas 3 meninas viajarão connosco; é de alma que trata também, do tal desenrasquismo nacional, num misto de originalidade e ousadia, que nos movimenta todos os dias.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

O senso comum e a falta dele.

· Temas: , ,

O senso comum na inteligência estudantil, é um pau de dois bicos. Não se sabe bem do que gostar. Peca por defeito, peca por excesso. Por outras palavras, há alunos palradores e sabidos, que pelo meio da ironia transformada em provérbio, num jogo perto da linha, vão dizendo verdades que a muitos custa ouvir, ler, ou nenhuma das duas. É verdade, e por entre as palavras das máximas, lemos coisas como: “bigode”, “berro” ou “mico” e, achamos nós, podemo-nos dar por satisfeitos; há pior…

Provérbios - 03

Há também alunos que dizem banalidades, mas, mesmo assim, lá escrevem umas larachas engraçadas, mais por impulso e cumplicidade que por imaginação, que serviram para compor o ramalhete dos quadros de fixação do G e F, numa divertida invenção de / do senso comum, a propósito de uma aula. Gostamos!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This