Uma semana diferente…

domingo, 22 de julho de 2018 · Temas: ,

Por Beatriz Pereira.

Três meninas foram convidadas pelo professor Pedro A., algures no mês de maio, a participarem num campismo. Começaram assim semanas de entusiasmo e excitação. O primeiro passo foi escolher os restantes participantes para nos acompanhar nesta aventura, e digo sinceramente, não foi tarefa fácil… A seleção juntou duas turmas e a esperada semana parecia ter começado.

#0149 - Campismo2018_

Sonhávamos, tratávamos de toda a operação logística, da divisão de tarefas, do lavar e encaixotar de pratos e talheres, da divisão de tendas, das boleias, da preocupação em levar raquetes e bolas... uma autêntica loucura!

Finalmente, o tão esperado dia chegou! Foi uma manhã atarefada para todos e muito mais para o professor, com os telefonemas constantes, e com a preocupação de que algo faltasse. Passamos uma tarde divertida a montar tendas, colocar tudo o mais organizado possível, a discutir os dias seguintes e a criar laços entre todos.

Éramos um grupo que no início pouca confiança tinha, mas nada que um dia de campismo não resolva! Começamos logo a dar-nos tão bem que nem precisávamos de dividir tarefas; uns com mais jeito para a comida, outros mais para a loiça, e os outros para arrumação e limpeza; inclusivamente, ninguém se negava levantar cedo para caminhar até à Vila e comprar o pequeno almoço para os restantes, todos ajudavam à sua maneira!

As idas para a praia eram fantásticas! De manhã para umas boas fotografias, de tarde para nos divertirmos, onde não faltavam a idas à água, jogar voleibol, tirar fotos, a jogar raquetes, aprender a fazer casacos com lenços com a professora, ou até ao simples deitar ao sol com música, boas companhias e conversas. Os almoços e jantares eram feitos com boas conversas, muita risota e lições. E a ida ao centro de Caminha, a pé, à noite, pelo rio, era feita sempre com boa disposição.

Nunca tinha feito campismo antes, mas esta foi a melhor experiência de sempre, desde dormir numa tenda, a cozinhar juntos, o ir buscar o pequeno-almoço, o fazer compras com os professores, passear à noite pelo rio, as belas conversas que tínhamos com os professores, tudo fez com que esta experiência fosse única, até mesmo nos pormenores.

Não posso deixar de agradecer aos meus colegas que fizeram com que muitos momentos fossem especiais, mas acima de tudo agradecer a todos os extraordinários professores que nos acompanharam, sem os quais, nada disto seria possível.

Este campismo ensinou-nos muito, não só o pelo que aprendemos uns com os outros, a cozinhar ou desenrascar uma varinha mágica, por exemplo, mas também aprendemos que cada erro tem consequências, e é assim que se aprende. Aprendi que acampar é um misto de emoções, de experiências, de desenrasque, de lições de moral numa noite estrelada, é como fugir da realidade e ser feliz!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário