Acampar.

domingo, 15 de julho de 2018 · Temas: , ,

Há algo que ainda nos surpreende na juventude, sobretudo pelo contraste do comodismo de muitos, não muito jovens: o poder de adaptação ao meio. É fantástico! Nenhum dos protagonistas desta semana de campismo havia experimentado tal, mas em pouco tempo, o belíssimo meio que nos acolheu na Foz do Minho, um misto de pinhal e mar,  permitiu uma simbiose perfeita.

#0124 - Campismo2018 (insta)

Afinal, e com o devido esforço logístico e de planeamento, que mais se pode querer de umas férias que aliam praia até ao anoitecer, jazz ao jantar, uma vila de encanto, improviso que diverte sem comodismo mundano, e o sabor do vento salgado, no silêncio da madrugada, à porta de uma tenda.

#0143 - Campismo2018 (insta)

Desculpem este acrescento, mas depois desta idealização particular, que serve de exemplo, oferece-nos dizer: às festarolas da região que atraem vertiginosamente jovens ao torpor do álcool e os desviam de iniciativas assim, nada mais, e àqueles que desejaram ver outra coisa, respondemos com o agradecimento à escola, pelo empréstimo das facas e os garfos, a par de algum material do OPE do ano passado, arquivado num armário, sem esquecer um enorme elogio ao pais que entenderam o benefício desta iniciativa, que faz crescer, e inclusivamente nos visitaram e adoraram.

#0133 - Campismo2018 (insta)

Nós adoramos aquilo que transmitimos. Reforçamos a ideia de que a firmeza de atitude, aquela que é consequente, doa a quem doer, é um ensinamento equivalente ao esforço empregue na realização deste acampamento, nascido de um esboço em abril passado, mas levado à prática, e não arquivado num dossier.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário