Pormenores de uma jornada.

domingo, 15 de abril de 2018 · Temas:

A máquina fintou-nos. A bateria durou apenas um dia, de Espinho ao Oeste, e foi como se nos tirassem um rebuçado enorme da boca. Ainda assim, saboreamos suficiente para nos divertirmos, tal como uma criança com um brinquedo novo. Estamos a falar de uns close-ups que, se experimentarem, verão que ao calhas, nunca calham mal. Pelo contrário, quanto pior, melhor!

Claro está que os visados, respirem ou não, não acham muita piada serem fotografados a uma distância inferior a 30 centímetros. Mas, em abono da verdade, e no deslumbre das fotos, não se percebe quem é quem, ou melhor, o que é o quê. Senão, pratiquem e confirmem.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário