Espiões como nós.

terça-feira, 17 de abril de 2018 · Temas: ,

Já o referimos várias vezes no Geopalavras que gostamos muito de desconstruir da imagem. E quando se trata de auto desconstruções, então o caso é de verdadeira adoração. Assim é com as fotografias que publicamos neste artigo, quem possuem protagonistas adoráveis, fiéis ao bigode, e sobretudo as professoras Paula e Célia, que tão bem sabem interpretar a premissa.

Paula e Célia Erasmus2

As fotos são um exemplo e uma espécie de antítese à absurda monotonia das posses plásticas do “instagram”. Na verdade, se há imagens que fazem jus à máxima: imagens por 1000 palavras, esta é uma delas.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário