Sapatilhas.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017 · Temas: ,

Adoramos dizer s-a-p-a-t-i-l-h-a-s. Dizemo-lo mesmo sem ser útil, aqui e acolá. São também um dos nossos “fetiches” fotográficos. Fotografá-las gastas e coçadas, na moda, portanto, é um delírio que poucos compreendem. Mas, vamos tentar explicar.

SAP2

Antes de mais, a delícia do vocábulo! Bem próprio de uma região que nos marca, ouvir pronunciá-lo, incute-lhe valor identitário e identifica a raiz da pessoa. É confortável; é como viajar em mar estrangeiro, e de repente ouvir português! Por outro lado, a sapatilha é sinónimo de uma atitude perante o formal, que dificilmente ocupa lugar, e nem faz falta na concretização de quase tudo; até casar…

Que o digam as nossas “hospedeiras de bordo do Aeroporto Internacional”, agora diz-se assistentes de bordo… cujas sapatilhas da fotografia serviram de plano B ao calçado que magoou os pés e faz bambolear das pernas. Com a alternativa calçada, nem por isso o profissionalismo, e atitude, foi beliscado. Permaneceu e fez-nos orgulhar da iniciativa!

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário