Um arrepio no final das férias.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017 · Temas: , , ,

Ao arrepio, cremos no fim de agosto para fazer férias! Nesta altura, de contagem decrescente, a malta tem por hábito enfiar-se no hipermercado, e comprar tudo o que vê à frente: lápis, cadernos, aguças, e borrachas verdes, etc., ou a chatear a molécula do responsável pela mesada, tentando convencê-lo a comprar mais umas sapatilhas da Adidas, ou por aí. É a denominada febre do final de estio, que atinge os alunos e encandeia os encarregados de educação mais incautos.

Coisas soltas#025Coisas soltas#024Coisas soltas#027

Por isso, e antes de abalar para a “praia”, deixamos aqui mais umas motivações (e não nos estamos a “armar” em designers, acreditem) ou, vá lá, variações ao frugal, algumas feitas com pouco mais do que o PowerPoint. É tudo uma questão de insistência, tentativa, erro e solução.

Coisas soltas#026Coisas soltas#028Coisas soltas#023

E este nosso apelo, constante, à inovação, tem que ver com o modo como vemos a sociedade de hoje, onde não há espaço para o que é normal e cai na indiferença. Ou melhor, há! Mas, é reduzido e de fracos horizontes. A sociedade atual faz-se de pulos impulsionados pela criatividade. Até um dia destes!


Ah! Uma pequena nota: onde é que anda a Geografia “nisto tudo”? Bom, “nisto tudo”, a Geografia está na imaginação. Ninguém produz conhecimento sem imaginação. Está dada a reposta a uma certa pergunta.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário