Depois não digam que não avisamos.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 · Temas: ,

Estamos a escrever este artigo a 5 de dezembro de 2016, um dia de fim de outono, que numa situação normal teria surgido gélido, a par dos dias antecedentes, de acordo com os pergaminhos da corrente estação do ano; se é que ainda existem. 

Situação atmosférica na Europa dezembro 2016

Contudo, o que se pode observar na previsão para as 0h de dia 6 de dezembro (via meteoearth), é uma situação sinótica atípica, que se desenrola desde domingo passado e manter-se-á mais uns dias. Trata-se de uma corrente de sudeste, provinda do Norte de África, via Mediterrâneo, que cruza a Península na diagonal, e atinge o Atlântico, devolvendo-nos, ainda assim, temperaturas relativamente elevadas e um escudo às chuvas de frontais que atingem os Açores.

É um cenário que, em dezembro, é anómalo. Não temos pudor em o afirmar. É normal verificar-se vento nordeste / massa de ar polar continental, seca e gélida, provinda de latitudes mais elevadas. Mas vento vindo de África, no inverno, e com temperaturas na ordem dos 20ºC, é caso para estranheza e preocupação.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário