Sábado Diferente: «dar sem receber».

segunda-feira, 21 de novembro de 2016 · Temas:

Eis a proposta, muito aguardada, do primeiro Sábado Diferente da temporada, que surge, talvez, um pouco tardiamente, mas ainda assim numa quadra excelente para começar o primeiro de muitos; esperamos! De facto, por esta altura, e no passado ano letivo, já havíamos realizado um Sábado Diferente, bem outonal, e próximo das imediações da ESL.

Sábdo Diferente de Natal Gatalício 2013

Neste, que agora se propõe para os próximos dias 1 e 8 de dezembro (em função do número de inscrições) o destino é já um clássico: o Porto, a sua Baixa e o frenesim natalício. Contudo, e sem fugir ao que já fizemos no passado, que adiante de descreverá, vamos nesta edição procurar fazer na cidade grande, aquilo que no fundo o Natal representa, ou devia representar:  dar sem receber.

O que é que isto significa na prática? Simples, vamos procurar ter uma palavra amiga, aqui e acolá, um pouco por toda a Baixa, a quem o Natal não é mais do que uma época de frio e gente frenética, atafulhada de objetos supérfluos. Afinal, a palavra, ou apenas a presença, são verdadeiros motivos de transmissão de calor e alegria.

SBLojas&Comércio-062

«[...] o mundo atual perdeu o sentido da verdadeira alegria, e vai-se afastando dela. Procura-a por caminhos frenéticos de excitação, na busca de prazeres, de interesses, de fruição dos bens materiais, tudo isto em ritmos alucinantes, que provocam a solidão e, quase sempre, a tristeza».

- Homilia do Cardeal - Patriarca de Lisboa (D. José Policarpo) na Missa da Noite de Natal de 2009.

Ora, não obstante, e por conhecermos a “fauna” que nos consome juízo várias vezes durante a semana, não deixaremos de realizar uma série de rituais natalícios, que o centro do Porto, decorado e iluminado a preceito, apela a fazer. Assim, pretende-se, não necessariamente por esta ordem:

  • almoçar num “tasco” típico, económico, com refeições na ordem dos 4 a 5 euros, ou mesmo levar farnel e almoçar num local adequado para o efeito;
  • fazer um périplo pelas lojas comerciais que concorrem para a melhor montra de natal, numa iniciativa da CMP;
  • percorrer as múltiplas feiras natalícias que se realizam um pouco por toda a Baixa;
  • trepar até ao topo da Torre dos Clérigos e vislumbrar crepúsculo a cair na cidade;
  • percorrer a pé o tabuleiro superior da Ponte de D. Luís até ao miradouro da Serra do Pilar;
  • fazer patinagem “mais ou menos artística” num dos rinques de gelo instalados na Boavista ou na Baixa.

SBpresépios

    Programa.

    Previsto para o próximo dia 1 e ou 8 de dezembro de 2016 (caso o estado de tempo não proporcione o Sábado Diferente, será colocado um aviso no sítio Geopalavras.pt e transferido, caso possível para o sábado sequente), o ponto de encontro será na estação de Caide de Rei pelas 9:30h, onde tomaremos o comboio com destino ao Porto (S. Bento) pelas 9:58h (a viagem de ida e volta tem um custo de 5,70 euros, que acresce o cartão recarregável da CP cujo custo é de 50 cêntimos).

    A partir da estação de S. Bento, o percurso será realizado a pé (sempre na Baixa). A subida à Torre dos Clérigos custa 2,5 euros e a patinagem ronda os 3 euros por 30 minutos (preços do passado ano letivo). O almoço, decorrerá num restaurante que sirva refeições económicas (4 a 5 euros). Se a maior parte dos alunos assim decidir, levaremos merendeiro.

    Eventualmente, faremos uma viagem de metropolitano até à Boavista -  Casa da Música (custo 1,20 euros), de onde seguiremos, via Palácio de Cristal, à Baixa.

    O regresso está previsto para a 19:00h, com partida da estação de S. Bento, e chegada prevista às 20:03H, em Caide de Rei.

    Por último, o protocolo destes Sábados Diferentes requer o cumprimento dos seguintes passos:

  • a inscrição numa lista de inscrições online (dia 1 de dezembro);
  • a inscrição numa lista de inscrições online (dia 8 de dezembro);
  • a impressão, tomada de conhecimento e entrega da autorização de participação;
  • o imprescindível contacto pessoal do EE com o professor responsável (na ESL ou já na Estação de Caide), sem o qual o aluno não poderá, de modo algum, participar nesta iniciativa.


O Professor dinamizador – Pedro Alves.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma resposta a: “Sábado Diferente: «dar sem receber».”

  1. Parece estar a acontecer uma certa confusão nas inscrições do formulário de preenchimento OBRIGATÓRIO online.

    À hora em que nos encontramos a escrever este comentário, 00:07h, encontram-se 8 alunos inscritos, todos da mesma turma. O que definimos em aula, e voltamos aqui a repetir, foi o seguinte: por cada edição, apenas participam 15 alunos, 5 por cada turma.

    Contudo, e caso o total de vagas (até dois dias antes da realização de cada SB) não seja totalmente preenchido, o número limite de 5 alunos por turma pode ser ultrapassado até um máximo de 15 alunos. Antes desse prazo, há prioridade a 5 + 5 alunos de outras turmas.

    Por último, os alunos agora inscritos, e se assim entenderem, devem perante a inexistência de vagas para dia 1 de dezembro, acautelar a inscrição atempada no próximo dia 8 de dezembro.

    ResponderEliminar