O quente mês de julho.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 · Temas: ,

Já se previa a meio do mês passado, que o mês de julho seria um recordista de temperaturas máximas e mínimas. Os dados registados pela estação meteorológica da ESL confirmam-no agora. O mês, para além de ter apresentado um valor de temperatura média muito alta e inigualável, 26,1ºC, apresentou uma série de 7 dias sequentes, cuja temperatura média diária suplantou as verificadas nos meses de junho, julho e agosto, entre os anos de 2012 e 2016.

Imagem2

Trata-se, portanto, do mês mais quente, na sua globalidade, apresentando um valor de 26,1ºC, que supera em 2,6ºC a média homóloga e a de todos os meses de junho e agosto, no período em análise.

TemperaturasMédiasJulho2016MeteoESL

A temperatura média diária do mês de julho nunca foi inferior aos 20ºC, registados no dia 12 de julho, tendo sido igual ou superior a 28ºC por 14 vezes. Os registos cruzados mostram também que em sete dias sequenciais, de 23 a 29 de julho, as respetivas temperaturas médias estabeleceram-se como o maior registo ocorrido no mês de julho (no período considerado).

 

TemperaturasMédiasMínimasJulho2016MeteoESL

Os valores da temperatura mínima também foram causa e consequência do calor que se fez sentir em julho. Houve 16 dias cujo valor mínimo não desceu abaixo dos 18ºC. Inclusivamente, os dias 25 e 28 apresentaram um valor mínimo de cerca de 23ºC.

Refira-se, superficialmente, que este é um ano climático muito marcado pelo fenómeno el niño, que trouxe à temporada de inverno muita precipitação, e cujo fenómeno inverso, la ninã, provoca comportamentos anómalos na temperatura mundial. 


Fontes: http://climate.ncsu.edu/climate/patterns/ENSO.html // Environmental Science

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário