Já é outono!

quarta-feira, 23 de setembro de 2015 · Temas:

O outono surgiu frio, quente e morno, tal como deve ser. Chegou sorrateiramente pelas 9.20H da manhã, o instante em que a duração dos dias e das noites se equivale por todo o planeta, obra de uma força incomensurável, endeusada no passado, estudada no presente.

SBGranitoPorto-019

Ma vejamos o que o Observatório Astronómico de Lisboa nos diz sobre a duração do dia e da noite nos equinócios: «Sobre a duração igual das noites no equinócio, na realidade, não é bem assim… Os equinócios estão definidos como o instante em que o ponto central do sol passa no equador e, por isso, o centro solar nasce no ponto cardeal Este e põe-se exactamente a Oeste, encontrando-se durante 12 horas acima do horizonte matemático em qualquer lugar da Terra nestes dias.

Contudo este facto não resulta numa duração do dia solar de 12 horas, pois a luz directa no chão surge quando o bordo superior do sol nasce, tal como desaparece no ocaso, e o sol tem um diâmetro aparente de 32′ (minutos de arco). Além disso há refracção atmosférica: quando o bordo superior está no horizonte o centro do sol encontra-se ≈50′ abaixo do horizonte, mais do que o seu diâmetro.

Com estas condições físicas e devido ao movimento da translação terrestre, apenas no dia 26 de Setembro de 2015 haverá 12,00 horas com luz solar directa no solo. Nesse dia o disco solar nasce às 7h 28m e põe-se às 19h 28m em Lisboa, com apenas 10 segundos de desvio às 12h certas».

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário