A terra marca.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014 · Temas: ,

Economistas da Universidade de Harvard e Berkley nos EUA, publicaram um interessante estudo sobre estudo sobre a ascensão social de um indivíduo no território norte-americano. Depois de milhões de registos anónimos (realizados entre 2011 e 2012), concluíram que a ascensão social depende não somente da classe socioeconómica da família onde nascem, mas também do local onde vivem. Por outras palavras, a tão propagada «terra das oportunidades» não se estende a toda a geografia norte-americana, confinando-se aos estados mais centrais do país (Dakota, Nebraska ou o Texas), em contraponto com o sudeste do país, em cidades como Atlanta ou Miami, onde há menos de 50% de hipóteses de progredir socialmente.

Mapa da Ascensão Social nos EUA

Em suma, a possibilidade de uma criança ascender socialmente depende bastante da área de vivência e não tanto da família onde se insere. Deste modo, não se pode falar de um país de oportunidades, mas sim um país com oportunidades regionais.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário