Diferentíssimo, estranhíssimo, interessantíssimo.

domingo, 24 de novembro de 2013 · Temas:

É raro publicarmos música no Geopalavras. A imensa subjetividade do tema torna este tipo de publicações, num ato de cariz quase pessoal. Na verdade, grande parte da internet vive da música, analisa-a e promove-a, levando a uma imensa fusão e  cruzamento de gostos, que se torna inócuo, quase ridículo, o destaque feito por um sítio não especialista no tema.

 

Contudo, este «Cara de Chewbacca», que evoca uma mítica personagem da saga Guerra das Estelas, é muito mais do que um simples música, é a prova de um novo fulgor cultural, alimentado por uma nova geração que, amiúde, cria e recria na cidade que a engendrou. De facto, a cidade e a região têm assistido, em múltiplos aspetos do seu quotidiano, a uma atitude de inovação, que roça quase o experimentalismo, mas que estabelece um interessante diálogo com os seus padrões identitários (veja-se o carregar do sotaque do videoclipe e seu ponto de partida). Com isto, a cidade tem-se paulatinamente afirmado no mapa, criando marca própria e estabelecendo padrões, perfilando-se numa espécie de roteiro cultural, mais tarde ou mais cedo, também europeu.

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Uma resposta a: “Diferentíssimo, estranhíssimo, interessantíssimo.”