Março, um mês de muita chuva!

quinta-feira, 4 de abril de 2013 · Temas: ,

A série de dados climatológicos de março desta estação meteorológica foram interrompidos, no dia 28, com uma prosaica limpeza das instalações onde se encontra o receptor interno ligado a um computador dedicado. Este recetor, que faz a ponte (via wireless) entre os instrumentos meteorológicos instalados no telhado da escola e o software, foi desligado por incúria.  

De qualquer modo, e perante 28 dias de análise, a precipitação total do mês correspondeu a 295,9 mm, sendo que o dia mais chuvoso ocorreu no dia 25, com um valor total de 59,9 mm. Refira-se que este foi o mês mais chuvoso registado por esta estação meteorológica.

Precipmarço2013

Março apresentou uma média de temperaturas na casa dos 10,2ºC, ocorrendo o valor máximo no dia 21 de março, com 21,5ºC e o valor mínimo no dia 13, com -0,6ºC. Refira-se que o mês de março apresentou temperaturas baixas, com mínimas negativas e máximas inferiores ao mês anterior.

Tempemarço2013

A maior rajada de vento foi sentida no dia 7 pelas 10.46 horas, tendo atingido o valor de 76,3 km/h com uma direção de Oeste. Acrescente-se que esta foi a rajada de vento de maior intensidade registada por esta estação meteorológica até ao momento.

Refira-se que a direção predominante do vento foi de SO a seguida pelos quadrantes OSO, ONO e ESE. A velocidade média do vento situou-se nos 7,7 km/h.

Quadranteventomarço2013 Velocidademédiaventomarço2013

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

15 respostas a: “Março, um mês de muita chuva!”

  1. A única inconveniência é o facto de eu estar a necessitar de numa semana ás vezes "repetir casacos por serem os mais quentes" quando tenho imensa roupa de Verão, enerva tanto kkkkk. Vá , estou a brincar (não sou assim tão superficial :o),facto é que esta chuva é prejudicial em vários campos, quando em demasia, tal como no caso.

    ResponderEliminar
  2. A sério José? A minha roupa de verão reduz-se a tshirt e pouco mais :-) mas que não vai ser útil este ano porque vai chover até ao próximo natal... Arre!

    ResponderEliminar
  3. Este tempo deixa-me deprimida , andamos sempre todos 'pandeiros' :c !

    ResponderEliminar
  4. É mesmo Diana! Das poucas coisinhas de que nos podemos gabar lá fora, desapareceu desde o verão passado... Aliás, vai ser de rir passar este ano praia mas com o guarda-chuva aberto. Cá para mim o governo também já privatizou sol e despachou o calor.

    ResponderEliminar
  5. De facto o professor acaba sempre por arranjar uma justificação engraçada para tudo ! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E assim a vida corre Diana. Trata-se de uma maneira muito "adolescente" de perspetivar as coisas: arranjar sempre um ângulo divertido ou até útil naquilo que nos parece menos bom. Experimenta.

      Eliminar
  6. Calha sempre no meu aniversário este tempo ! Mas que sorte... :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas com juízo nasce apenas de julho em diante. Eu fiz por isso... ;)

      Eliminar
    2. Nem quero saber qual a sua definição de juízo Senhor Professor Virgílio ! É que claramente não se pode fazer de sí um exemplo muito justo... -.-

      Eliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Vá Joana, tenho que concordar com o professor , juízo é algo que te falta, mas falta, meeesmo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Zézé, o que dizia mesmo o teu comentário removido ? ;)

      Eliminar