Mais uma solução para o desastre no Golfo do México.

domingo, 4 de julho de 2010 · Temas: ,

O desastre ambiental que está a ser vivido no Golfo do México assusta não só pela dimensão que já alcançou mas acima de tudo pela impotência humana em estanca-lo. É que para além da British Petroleum já ter gasto milhões de dólares na tentativa da sua resolução (a este propósito veja-se o sítio oficial da empresa que mais parece a Greenpeace…) o país afectado é, nada mais na menos, do que a nação mais poderosa do mundo e questiono-me: e se esta catástrofe acontecesse em Portugal ou na costa de uma daqueles países africanos de governo duvidoso? Pois…

O super-petroleiro aspirador: "A Whale".
Entre as muitas soluções técnicas já experimentadas para resolver o problema, a ultima despertou-me a atenção. Ironicamente vai ser o super-petroleiro “A Whale”, que possui uma incomum capacidade de filtração de água num processo denominado por “Oil Recovery” (na verdade são algumas ranhuras no casco do navio que possibilitam a aspiração do óleo que está na superfície do mar), a tentar atenuar o escândalo ecológico ali vivido.

«O navio, propriedade de armadores de Taiwan, com pavilhão da Libéria chamado de “A Whale” ( uma Baleia, porem os jornalistas estão desinformados, o A , neste caso não é o artigo e sim ALFA, pois este armador baptiza as classes de seus navios desta forma, os respectivos navios são o B Whale, e o C Whale, ambos sendo convertidos também para este tipo de actividade) com o equivalente à 10 andares de altura, estende-se por 340 metros de comprimento e 60 metros de boca, classificando-se como um VLOO-Very Large Ore Oil.»

Oxalá consiga executar o seu papel.

Fontes:
- blogmercante.com

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário