Em vez de um ponto final...

terça-feira, 29 de junho de 2010 · Temas: , ,

«Para vos ser sincera custou-nos muito fazer este texto de despedida, e por isso mesmo demorou a aparecer...

O ano chegou ao fim e é tempo de algumas coisas terem que acabar, não creio que será o fim definitivo, nem quero que seja, o hábito de procurar notícias para aqui por não se perdeu, e as saudades vão ser tantas que de vez em quando vai aparecer aqui qualquer coisinha, nem que seja apenas para dizer "Olá".

Durante o ano lectivo, deu bastante gozo trabalhar neste blogue, procurar as noticias mais insólitas para vos fazer rir, ou as mais tristes e chocantes para mostrar a dura realidade em que vivemos, fazer os balanços do mês, começar rubricas com apenas uma edição:), passear pelos blogues dos nossos colegas e deixar comentários ou simplesmente dar uma voltinha pela casa-mãe o Geopalavras.


Foi sem dúvida uma ideia interessante do nosso professor de geografia que com isto pretendia criar em nós hábitos que muitos certamente não tinham e que só nos fazem bem. E por isso nós agradecemos-lhe, pois preocupou-se connosco com a nossa cultura e enriquecimento. Foi um bom professor nestes 3 anos que passamos com ele, e é muito a ele que se deve as coisas que hoje nos orgulhamos de conhecer e saber! Para ele um Grande Obrigada.

O nosso blogue, também tem a agradecer a todos os que deram uma vista de olhos e um agradecimento muito maior aqueles que perderam tempo a ler as notícias e a comenta-las. Obrigada por o terem feito, sem dúvida alguma que isso nos motivou a continuar com este projecto, que hoje consideramos ter sido bastante enriquecedor.

É importante referir o esforço notório de todos os elementos do grupo, sobretudo daquelas que se mostraram mais assíduas e interessadas neste projecto, pois foi graças a elas que tudo isto correu da melhor maneira possível. Obrigada ao grupo. OBRIGADA A HELENA E A RITA, que lutaram incessantemente para que tudo isto continuasse.

Como referi anteriormente isto não será o fim definitivo, apenas um até já, ou talvez surja uma outra ideia para conseguirmos manter o contacto convosco via blogue:) Afinal tudo isto não é o fim, apenas um novo começo.

Boa sorte a todos para os novos percursos que se avizinham, não se esqueçam dos momentos que ficaram para trás, de quem vos acompanhou nestes últimos três anos e principalmente não se esqueçam daquilo que realmente são!

Obrigada 12ºE e F. Até já!

- Provedoras da América do Norte - 12ºE »

Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

3 respostas a: “Em vez de um ponto final...”

  1. Mais do que os conteúdos geográficos, aquilo que mais me orgulha de vos ter transmitido foram os valores e fico muito feliz em reconhecê-los em palavras sinceras e singelas. Muito bonito e parabéns. Quando falam de mim assim hesito em demonstrá-lo, contudo não vejo aqui mais do que sinceridade e amizade e daí não me ter importado com a inveja alheia…

    ResponderEliminar
  2. Verdade, sinceridade, amizade, honestidade está tudo isto traduzido em palavras sem malícia alguma que apenas mostram aquilo que realmente aconteceu. É a verdade nua e crua.. Sentimentos reais traduzidos em saudade. :)

    ResponderEliminar
  3. São estas coisas que nos deixam saudades apesar do trabalho continuo que tínhamos de dar a conhecer. Todo o conteúdo em si foi interessante, desde o momento em que o desafio foi menor até outro grau de dificuldade. Apostamos naquilo que realmente era importante, desde rir a situações reais. Apesar de nem tudo correr como esperado, foi funcionando e alimentando o que tinha de ser alimentado.
    Foram experiencias, digamos, diferentes. Com outro tipo de objectivo. Com os olhos postos no mundo. Interacção entre grupos. Tudo é uma vivência jamais esquecida, e mais tarde ainda iremos dizer "tenho saudades daqueles tempos .... (bla bla bla)"
    É então graças a toda a criatividade e dedicação que fica um "bichinho" de saudade por tudo que nos deu alegrias e tristezas.
    Ficam as memórias. Os pensamentos. Os trabalhos. Fica sempre algo jamais esquecido!
    Foi graças a muitas cabeçadas que também aprendemos muitas coisas. Inovámos. Visualizamos tudo com outros olhos. Uns acordaram, outros mantêm-se estáveis.
    ORGULHO e AMIZADE.
    Ficará bem guardado.
    Muitas seriam as palavras....
    " Em vez de um ponto,
    Uma virgula,"
    Até já.

    ResponderEliminar