A beleza da simplicidade!

domingo, 2 de maio de 2010 · Temas: ,

A singularidade da beleza define-se na sua simplicidade e pena é que este mundo imenso de estímulos turve esta percepção. Andamos enganados e esquecidos da nossa essência que nos liga umbilicalmente aos elementos e à natureza. É aqui que somos felizes.

Em mais uma jornada dos Sábados Diferentes, regressamos a Jugueiros e, se em Outubro passado tínhamos experienciado um dia único e surpreendente este, atrevo-me a dizê-lo, foi ainda melhor. A chuva caiu mas… quem se ralou com isso? A certa altura, não sabemos precisar, envolvidos que estávamos nas histórias do Sr. Sampaio, surgiu o Sol imenso e do tamanho daquele Sábado.

Lugar de Escavanca - Jugueiros.
O nosso cicerone, que mais uma vez nos brindou com cavacas e jeropiga, levou-nos desta feita ao lugar de Escavanca, um pedaço do Bugio dominado a pulso pelo homem que nele criou, desde há séculos, uma série de açudes e canais de água. Estes fios de água tinham por fim alimentar os prolíferos moinhos desta região de agricultores e moleiros, que produziam farinha para abastecer Felgueiras e outras regiões mais distantes. De seguida e à boleia, subimos a montante e visitamos o Lugar do Corvete onde encontramos mais um núcleo de casas de moleiros, abandonadas, e uma paisagem de tirar o fôlego.

Lugar do Corvete - Jugueiros.
A hora de almoço apelava e a merecida refeição deu-se em Sendim. Esta freguesia que comunga do belíssimo vale do Bugio tornou-se famosa pela descoberta, há poucos anos, de uma Villa Romana cujas ruínas foram preservadas e transformadas num espaço museológico. Por elas passamos, descendo todo o vale, até reencontrar a Igreja Matriz de Jugueiros cujo padroeiro é S. Pedro. O apóstolo, também caminheiro, ajudou-nos no tempo e acima de tudo no espírito de mais um Sábado Diferente.

Sr. Sampaio em explicações históricas.
Uma última palavra de enorme agradecimento admiração à nossa anfitriã, a Mariana, que deixou de dar catequese neste Sábado para nos guiar e proporcionar mais um belíssimo Sábado Diferente.


Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

3 respostas a: “A beleza da simplicidade!”

  1. Tenho imensa pena de nao ter ido, mas pelas fotos ja vi que perdi coisas muito giras !

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Mariana mas insisto na jeropiga! Talvez depois de a provar mude de pensamento... ;)

    ResponderEliminar