O muro da vergonha.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009 · Temas:

Em 1985, Mikhail Gorbatchev foi eleito secretário-geral do Comité Central do Partido Comunista da União Soviética. As suas tentativas de reforma conduziram ao final da Guerra Fria e, ainda que não tivesse esse objectivo, terminaram com o poderio do Partido Comunista da União Soviética e levaram à dissolução da União Soviética.


Gorbatchev empreendeu uma política de reformas audaciosas, que abrangeu simultaneamente a política económica, o sistema político e a política internacional. Abriu o caminho à economia de mercado e permitiu a liberdade de expressão e a afirmação da democracia, possibilitando a expansão do modelo ocidental de democracia parlamentar.

O movimento levado a cabo por Gorbatchev conduziu, em 1989, à derrocada dos regimes comunistas do Leste europeu. A queda do Muro de Berlim, em 1989, transformou-se no acontecimento com maior simbolismo, marcando o fim da Guerra Fria e da bipolarização das relações internacionais (na foto, é possível ver dois berlinenses da parte ocidental a comunicar com familiares do outro lado do muro, na RDA).


Share to Facebook Share to Twitter Email This Pin This

Deixa um comentário